Número de matrículas na educação básica de Alagoas recua 17,4% em 2018, diz Inep

O número de matrículas na educação básica de Alagoas recuou 17,4% no ano passado, saindo de 1,05 milhão em 2017 para 870,5 mil, o que representa 187,8 mil matrículas a menos na passagem de um ano para o outro.

Os dados são do Censo Escolar 2018 e foram divulgados nesta quinta-feira (31), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Segundo o órgão, a queda maior aconteceu no ensino médio, com a retração de 184.634 matrículas registradas em 2017, contra 118.393 no ano passado – uma redução de 35,8% ou o equivalente a 66.241 estudantes a menos.

Em contrapartida, houve aumento de 47,8% no número de matrículas na educação infantil – que saltou de 87,3 mil em 2017 para 129,2 mil no ano passado – e de 10,8% nas matrículas do ensino fundamental, que saltaram de 442,6 mil para 490,5 mil.

Principal pesquisa estatística sobre a educação básica, o Censo Escolar é realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação. Com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país, abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica: ensino regular; educação especial; educação de jovens e adultos (EJA); e educação profissional.

Em todo o País, segundo os dados do Inep, foram registradas 48,5 milhões de matrículas nas 181,9 mil escolas de educação básica brasileiras. São 1,3 milhão estudantes a menos que em 2014, o que representa uma redução de 2,6% em cinco anos. Só no ensino médio o número total de matrículas reduziu 7,1%.

Segundo Carlos Eduardo Moreno Sampaio, diretor de Estatística Educacionais do Inep, o total de matrículas do ensino médio segue tendência de queda nos últimos anos. “Isso se deve tanto a componentes demográficos, quanto à melhoria no fluxo no ensino médio, no qual a taxa de aprovação subiu três pontos percentuais de 2013 a 2017. A queda também pode ser explicada pelas altas taxas de evasão e da migração de alunos para a Educação de Jovens e Adultos (EJA)”, explica.

Quando se trata de rede pública de ensino em Alagoas, 77,2% da educação básica é ofertada pelas escolas da rede municipal de ensino. Apenas 22,8% do ensino básico é de responsabilidade da rede estadual. A média nacional é de 50,5% para a rede municipal e de 49,5% para a rede estadual de educação.

Em unidades da Federação como o Distrito Federal, 100% da educação básica é 100% distrital. Já em Estados como o Ceará, 95,9% da educação básica é de responsabilidade da rede municipal de ensino.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *