Nesta quarta-feira (15), um novo golpe envolvendo a companhia aérea GOL está se alastrando pelo WhatsApp. Na mensagem, que tem sido compartilhada em muitos grupos do aplicativo, os usuários são convidados a entrar em um site para preencher seus dados e ganhar passagens gratuitas válidas para o fim do ano.

O link é direcionado a uma página semelhante a da empresa, que pede que os usuários incluam seus dados. Trata-se de uma cópia falsa do site.

— Este site é um considerado um “phising”, que é uma aplicação na rede que incita as pessoas a incluírem dados dos seus cartões de crédito, informações de e-mail e outras informações cadastrais — explica o técnico de informática Luís Azevedo.

O phising, tipo de golpe utilizado por cibercriminosos, apresenta dois riscos: o das pessoas inserirem os dados nesta página e, somente com o ato de clicar, estar permitindo que os criminosos façam uma varredura dos computadores dos internautas que entrarem no site.

A assessoria da companhia aérea alerta para que os clientes “não cliquem em links de origem duvidosa”. Ela também reforça que o único site confiável da empresa é o www.voegol.com.br.

A íntegra da nota da Gol

“A GOL orienta seus clientes a não clicarem em mensagens de origem duvidosa, fora do padrão, com erros de ortografia, ofertas de prêmios em milhas e, principalmente, pedindo a confirmação de dados cadastrais. A companhia reitera que preza pela segurança da informação em todos os seus canais de relacionamento. A fonte original e confiável é o site da GOL: www.voegol.com.br.

Em caso de dúvidas, o ideal é procurar imediatamente a Central de Atendimento.”

Caso parecido com a Latam 

Também voltou a circular pelo aplicativo WhatsApp uma suposta mensagem da empresa Latam, que também estaria dando duas passagens aéreas em comemoração do seu 41º aniversário.

A mensagem redireciona para um site parecido com o da empresa, onde é preciso responder a três perguntas e compartilhar a promoção com 10 amigos. Após a operação, o consumidor ganha um vírus no celular e tem os seus dados roubados. O golpe já vem sendo compartilhado há pelo menos um ano. Na época, a Latam reforçou em um comunicado oficial que todas as campanhas, promoções e ofertas da empresa são divulgadas exclusivamente nos canais oficiais, como o site www.latam.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *