Maioria das prefeituras alagoanas gasta menos de R$ 300 na saúde por habitante, aponta estudo

Mais da metade das prefeituras alagoanas gastaram menos de R$ 300 reais na saúde de cada habitante durante o ano de 2017. É o que aponta um levantamento divulgado nesta segunda-feira (21) pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Segundo a análise o valor médio aplicado por gestores municipais de Alagoas em Ações e Serviço Públicos de Saúde declarados no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops) varia entre R$ 120 a R$ 400 reais. De acordo com os números, municípios menores, em termos populacionais, arcam proporcionalmente com uma despesa per capita maior.

Entre os municípios alagoanos que gastaram um valor maior na saúde, por habitente, estão: Pindoba (R$ 658, 45); Olho D’Água Grande (R$ 580,17);  Mar Vermelho (R$ 517, 61); e Satuba (R$ 501,83) .

Já entre os municípios que gastaram um valor menor se destacam: Palmeira dos Índios (R$ 117,32); União dos Palmares (R$ 127,95); Atalaia (R$ 128,52); Santana do Ipanema (R$135,91); e Viçosa (R$ 155,92).

O levantamento também disponibiliza os valores de 2013 até 2016 e, segundo o mesmo, Maceió tem mantido uma média durante os períodos analisados e gasto menos de R$ 300 por habitante. Em 2017, o município gastou R$ 294,46 com a saúde de cada cidadão.

Arapiraca, em 2013, gastou R$ 188,39, mas em 2016 o valor subiu para R$ 305, 46. Já em 2017, segundo aponta o relatório do CFM, a gestão municipal gastou R$209, 16 com ações de serviço de saúde por pessoa

Em todo o país, nas cidades com menos de 5 mil habitantes, as prefeituras gastaram em média R$ 779,21 na saúde, por habitante, quase o dobro da media nacional identificada. Os municípios das regiões Sul e Sudeste foram os que apresentaram maior participação no financiamento do gasto público em saúde – consequência, segundo o CFM, de sua maior capacidade de arrecadação.

O município de Borá (SP) lidera o ranking de gastos per capita na saúde, com R$ 2.971,92 gastos em 2017. Em segundo lugar aparece Serra da Saudade (MG), cujas despesas em ações e serviços de saúde alcançaram R$ 2.764,19 .

A lista completa, do levantamento, com os dados por município pode ser acessada aqui.

 

*Com informações Agência Brasil


Deixe uma resposta