Homem aciona Samu, diz que foi baleado em assalto, mas é reconhecido como assaltante, em Arapiraca

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionada para atender a uma ocorrência de disparo de arma e fogo no Residencial Agreste, situado na rodovia AL-115, próximo à Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em Arapiraca, na noite desta segunda-feira (15).

Segundo informações colhidas no local, a vítima de disparo de arma de fogo, ao solicitar socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), informou que teria sido vítima de um assalto e levado um tiro.

Em apoio à equipe de socorro, uma guarnição da Polícia Militar seguiu até o residencial. Ao chegar ao local do fato, um caminhoneiro – condutor de um guincho-, vítima de assalto, acabou abordando os militares. O motorista informou aos PMs que o homem que estava baleado, na verdade, teria cometido um assalto contra ele instantes antes, levando sua carteira e alguns pertences.

O caminhoneiro reconheceu o homem baleado como sendo um dos assaltantes. Segundo ele, havia um comparsa em uma motocicleta.

Ainda de acordo com a vítima de assalto, o outro criminoso mencionou que deveria matá-lo, mas o parceiro que estava baleado não permitiu, dizendo que poderiam se complicar.

A Polícia Militar realizou os devidos procedimentos e realiza diligências em busca do segundo suspeito.


Deixe uma resposta