Toninho Lins, Ex-Prefeito de Rio Largo

Uma nova ação penal contra o ex-prefeito Totinho Lins será julgada no Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) julga, nesta terça-feira (10). A ação pelo Ministério Público Estadual e ainda atinge os ex-secretários municipais, ex-servidores e particulares. Eles são acusados de cometer fraudes, simulações e falsificações em processos licitatórios. O relator do processo é o juiz convocado Maurílio Ferraz.

 

As irregularidades estariam em três licitações, uma destinada à locação de caminhões para limpeza das fossas de escolas, postos de saúde e casas da população em geral; outra para a execução de serviços de limpeza das caixas d’águas e cisternas de escolas, postos de saúde e demais órgãos municipais; e a última para a aquisição de material elétrico para uso da Secretaria Municipal de Obras.

PUBLICIDADE

 

De acordo com o processo, havia o envolvimento fictício de empresas reais, com a efetivação de empenhos e pagamentos sem que os serviços tenham sido efetivados ou os produtos tenham sido adquiridos. Ou, ainda, empresas contratadas davam ao dinheiro público uma destinação lucrativa para os envolvidos.

Envolvidos

 

Os outros acusados na ação penal são Genivaldo de Holanda Cavalcante, ex-secretário municipal de Obras e Urbanismo; Daniel Lima Fernandes, ex-secretário de Finanças; Josefa Petrúcia Melo Morais, ex-servidora pública da prefeitura; José Cícero Ramalho Gomes e Dijanete Ferreira de Lima, que eram integrantes da Comissão Permanente de Licitação da Cidade de Rio Largo; e, por fim, Alexandre Laranjeira Leite e Morgana Pedrosa de Barros Torres, ambos, à época, assessores no Município.

Matéria referente ao processo nº 0500035-18.2013.8.02.0000

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *