Fezes, lixo e mau cheiro incomodam moradores de ruas que ficam próximos do CESMAC em Palmeira dos Índios.

Rua João Farias da Silva, ao lado do CESMAC – Foto: Radio Sampaio

Moradores da Rua João Farias da Silva, uma das principais do bairro Vila Maria, localizada ao lado do CESMAC em Palmeira dos Índios, se manifestaram na manhã desta quarta-feira pelo programa Nosso encontro da 94.5 rádio Sampaio FM, para denunciarem o descaso em que as autoridades municipais estão tratando essa artéria, tomada por acumulo de detritos e alagamentos pelo volume de água em dias de chuvas.

Na reclamação moradora disse à reportagem que quando chove a água invade e joga fezes e lixo nas dependências das residências além de provocar prejuízos com a destruição de móveis e eletrodomésticos distribuídos no piso ou suportes nas salas, cozinha e quartos das casas prejudicadas.

“Nossa reivindicação é para que o prefeito Julio Cesar, que foi eleito pelos pobres, tome uma providencia para desobstruir a nossa rua para a água escorrer sem problemas, pois além disso ainda convivemos com buracos, lama e lixo em torno do percurso da artéria”, denunciou uma moradora.

A Rua João Farias da Silva fica ao lado do CESMAC – Faculdade que dispõe de vários cursos de nível superior e umas das mais conceituadas de Alagoas. A moradora que pediu para não ser identificada afirmou  ainda que o mal cheiro é insuportável e as crianças estão impedidas de brincarem no leito publico, pois algumas delas já foram diagnosticadas com doenças originarias de fezes, lama e lixo, por causa do esgoto que escorre a céu aberto sem que nenhuma providencia seja tomada pelas autoridades que tem conhecimento do problema há mais de três anos.

 

Vídeos :

 

 

 


Deixe uma resposta