Estudantes de Palmeira dos Índios são beneficiados com laboratórios de informática

| Redação Rádio Sampaio


Governo já destinou recursos para 100% das escolas da rede estadual no município, além de reformas e equipamentos.

O Governo do Estado garante mais um importante benefício aos estudantes da rede estadual em Palmeira dos Índios. Trata-se do laboratório de informática para três unidades de ensino: Humberto Mendes, Graciliano Ramos e Almeida Cavalcante. A entrega foi feita pelo vice-governador e secretário da Educação, Luciano Barbosa na segunda-feira (20), após cerimônia da aula inaugural do Colégio Tiradentes unidade agreste, em Arapiraca.

 

“Estamos passando por todo o Estado para renovar o parque tecnológico, que precisa ser atualizado para acompanhar o desenvolvimento e melhorar o ensino dos estudantes, além de tornar a escola ainda mais atrativa para eles. O trabalho é muito importante porque traz a tecnologia de informação, melhorando a unidade para os estudantes, professores e diretores”, explica o secretário Luciano Barbosa.

 

Gestão 

“Princesa do Sertão”, berço de renomados escritores, Palmeira dos Índios tem recebido tratamento à altura pelo governo do Estado nestes primeiros anos de gestão. Em 2016, quase meio milhão de reais em recursos descentralizados para 100% das escolas da rede estadual no município, reformas em mais de 50% das unidades, além de construção de quadra poliesportiva e envio de equipamentos.

 

Por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em 2016, quase meio milhão de reais em recursos do programa “Escola da Hora” foram descentralizados para as dezenove unidades escolares da rede naquele município, seis delas indígenas. Os valores ofereceram condições necessárias para o fortalecimento da gestão do ambiente escolar.

 

Os recursos foram destinados a diversas frentes: manutenção e conservação da unidade, aquisição de material e serviços necessários ao desenvolvimento de programas e ações pedagógicas; aquisição de material e serviços de custeio; aquisição de bens permanentes e até pequenos investimentos que garantam o funcionamento administrativo da unidade.

 

Ensino Integral

Desde 2016, os estudantes palmeirenses também contam com o Ensino Integral na Escola Estadual Graciliano Ramos, no bairro São Cristovão, o qual oportuniza a formação de Ensino Médio aliada a cursos profissionalizantes a centenas de jovens da cidade e região.

Para 2017, outra novidade também é a oferta do Ensino Médio Integrado à Educação Profissional no horário noturno. Nesta modalidade, o estudante cursa os três anos do Ensino Médio integrado aos cursos de Ludoteca ou Secretário Escolar. No entanto, ao contrário do Ensino Médio Integral, o aluno não estuda em jornada ampliada.

 

“Tanto no Ensino Médio Integral, quanto no Integrado, estaremos oferecendo uma formação ampla para os nossos alunos, preparando-os não apenas no aspecto acadêmico, mas também para a vida”, explica a diretora-geral Mérita de Cássia Ferro.

 

Em toda a região que compreende Palmeira dos Índios e municípios vizinhos – área atendida pela 3ª Gerência Regional de Educação (Gere) – foram quase cinco mil vagas disponibilizadas pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) para a matrícula de novatos da rede estadual em 2017.

 

Obras

Reformas e construções estiveram entre as ações promovidas pelo governo em Palmeira dos Índios no ano passado. Por meio da Seduc, mais de 50% das escolas da rede e a sede da Gere foram reformadas, oferecendo qualidade e segurança a estudantes, servidores e população em geral. Uma nova quadra poliesportiva foi outro benefício concedido aos palmeirenses.

 

Na Escola Estadual Antônia Macedo, uma das mais antigas da cidade, a reforma foi motivo de dupla comemoração para o aluno Rogério Antônio da Silva. Além de ver a unidade de ensino onde estuda ser reformada, ele está sendo um protagonista deste processo, visto que trabalha como servente de pedreiro na obra de recuperação do espaço.

 

“Sou aluno da Educação de Jovens e Adultos e tenho dois filhos que também estudam aqui. Para mim, é uma sensação muito boa trabalhar na reforma da minha escola, pois tenho professores excelentes e muitos amigos”, conta Rogério.

 

Além de obras e descentralização de recursos, escolas da rede estadual no município receberam laboratório de robótica, 64 ares-condicionados e 627 carteiras escolares, e agora laboratórios de informática.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: