Foi preso, na manhã desta sexta-feira (14), o empresário Victor Pontes de Mendonça Melo, suspeito de comandar um esquema de sonegação fiscal que causou quase R$ 12 milhões aos cofres públicos.

Victor Pontes se apresentou para o delegado Filipe Caldas, na Central de Flagrantes, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal, para exame de corpo de delito, e levado para o Sistema Prisional. Ele é apontado como dono de 17 empresas envolvidas no esquema de sonegação fiscal.

Victor Pontes é acusado de falsificação de documentos públicos, organização criminosa e falsidade ideológica.

Os outros dois envolvidos no esquema, o técnico de contabilidade Sérgio de Farias de Oliveira e o advogado Silvano Santos Pereira, foram presos durante a Operação Perfídia, desencadeada pelo Ministério Público Estadual (MPE/AL) na madrugada de terça (11). Na ocasião, foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital e pedidos de prisão preventiva.

Vitor Pontes havia prometido se entregar à polícia na terça-feira, mas não cumpriu e já estava sendo considerado foragido da justiça.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *