Em estreia no Alagoano 2017, CSE e CRB ficam no empate de 1×1 no Juca Sampaio

| Redação Rádio Sampaio


Gols só saíram na etapa complementar. Galo abriu o placar com o atacante Neto Baiano. Também atacante Etinho marcou para o tricolor xucuru

Na estreia das duas equipes no Campeonato Alagoano 2017, CSE e CRB ficaram no empate de 1×1 jogando na tarde deste domingo no Estádio Juca Sampaio. Os gols só saíram na etapa complementar. Atacante Neto Baiano, para o visitante CRB, abriu o placar. E o também atacante Etinho evitou a derrota para o CSE.

Na próxima rodada o CSE vai a Olho D’Água das Flores para enfrentar o CEO enquanto que o CRB pega o Miguelense. Estes jogos vão ser no domingo, dia 29.

O jogo

O jogo começou com o CSE tomando a iniciativa de ataque com Ila, que subiu pela ponta direita até fazer o centro e a defesa do CRB cortar para lateral. Mas logo o Galo domou as rédeas da partida ao adiantar seus jogadores e ganhar, na maioria das vezes, a segunda bola. Apesar do domínio territorial regatiano, a chance de maior emoção no 1º tempo foi do tricolor palmeirense com o lateral-esquerdo Diego Costa, que deslocado pelo meio soltou a bomba, obrigando o goleiro Juliano a se esticar e dar um tapa para escanteio a bola que ia entrando no ângulo esquerdo.

 

Na volta para o 2º tempo o treinador Givanildo Sales deixou seu time mais ofensivo ao trocar o armador Sorato pelo atacante Rhuann. Mas foi o CRB que primeiro chegou ao fundo da meta quando aos 10 minutos o estreante Jocinei finalizou rasteiro da entrada da área e contar com o desvio de Neto Baiano para abrir o placar no Estádio Juca Sampaio.

Por dez minutos o CSE sentiu o impacto. A partir daí foi pra cima em busca ao menos do empate. E acabou conseguindo igualar o placar aos 29 minutos através de escanteio batido pela direita. Houve bate-rebate na área regatiana até que Etinho pegou a sobra para tocar para o fundo da meta e comemoração da torcida local.

O CSE criou outra boa oportunidade para virar o marcador aos 43 minutos, quando o atacante Ila deu outra arrancada pela direita até ser derrubado pelo zagueiro Gabriel perto da área, na chamado escanteio de mangas curtas. Porém, na cobrança desta falta a bola foi para a linha de fundo, sem perigo para o arqueiro Juliano.

 

No último lance da partida o CRB pôde ter confirmado a vitória, mas em cobrança de falta, frontal, Maxwell, que havia sofrido carga faltosa do zagueiro Emerson, e que rendeu cartão amarelo para este, bateu para o goleiro Adilson segurar firme. Não houve mais tempo pra nada e o árbitro deu o apito final aos 48 minutos.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: