82 99641-3231

Após fazer limpeza de praça pública, vereador reclama que população continua jogando lixo

Pedrinho Gaia, vereador de Palmeira dos Índios (Foto: assessoria/Câmara)

Cayo César

O vereador Pedrinho Gaia (PMDB), usou a tribuna da Câmara de Vereadores para fazer um desabafo, após relembrar que na semana passada falou que teria usado recursos próprios para fazer a limpeza e pintura da Praça Pública da Maçonaria, que segundo ele, teria solicitado ao governo municipal e não teria sido atendido, Pedrinho Gaia afirmou que a população estaria jogando lixo na praça e até em sua porta fora do dia de recolhimento.

 

‘É lamentável que a gente limpa a praça, para que a população veja a praça limpa e pintada, mas a própria população está jogando lixo na praça’ afirmou o vereador e ainda continuou ‘E soube agora que estão jogando lixo na minha porta, porque disseram que vereador manda tirar o lixo’.

 

Ainda segundo o vereador essa prática já vinha acontecendo anteriormente, e com o objetivo de resolver ele estava colocando o lixo para dentro da sua própria casa, e descartando o lixo no dia certo. Revoltado com essa situação o vereador pediu conscientização da população para erradicar essa prática, que é considerado crime ambiental e passivo de multa.

 

‘Luto pela mudança daquele bairro, luto pela melhoria daquele bairro, mas a gente não pode ficar calado quando ver uma coisa dessa’ concluiu o vereador Pedrinho Gaia.


Vereador Fabiano Gomes convoca gerentes de bancos para esclarecer reclamações da população

    Gerente da Caixa Econômica Federal Virgílio Carlos, vereador Fabiano Gomes e gerente do Banco do Brasil José Patrício (Foto: Roberta Sampaio)

Cayo César

Na manhã desta quarta-feira, 29, o vereador Fabiano Gomes (PSC) convocou os gerentes do dois maiores bancos do município de Palmeira dos Índios para esclarecer as recorrentes reclamações realizadas pela população.

Os gerentes do banco do Brasil, José Patrício e da Caixa Econômica Federal, Virgílio Carlos compareceram a sessão. Algumas das principais reclamações levantadas pelo vereador Fabiano Gomes foram, a constante falta de dinheiro nos caixas eletrônicos nos finais de semana, os rotineiros defeitos apresentados pelos caixas rápidos, a acessibilidade para gestantes, idosos e deficientes físicos, como é o caso do banco do Brasil que tem todos os seus caixas na parte superior e não possui elevadores.

A vereadora Adelaide França, utilizou sua fala para lembrar de algumas leis municipais que não estão sendo cumpridas pelos bancos, entre elas, a obrigatoriedade de banheiros nas unidades, a reserva obrigatório para pessoas com autismo.

Já o vereador Cristiano Ramos afirmou que era de uma importância grande a presença dos gerentes na casa de lei, já que as reclamações são grandes. O vereador falou também que as agências precisam da autorização do município para funcionar, e não adiantava o município ceder essas autorizações se as agências atendem mal a população.

O vereador Pedrinho Gaia, afirmou que é cliente das três agências mais frequentadas, caixa, BB e Bradesco, e falou das imensas filas que a população tem que enfrentar para poder tirar seu dinheiro e as longas esperas que segundo o vereador chegam até 4 horas de espera.

Após os vereadores levarem as reclamações aos gerentes, Virgílio Carlos afirmou que dificuldades existem e fazem o possível para melhorar isso. “Temos um grande cuidados não nunca deixar os meus caixas com menos de três pessoas. Atendo no mínimo 300 fichas por dia e sua média demora até 18 minutos no caixa”. Virgílio Carlos afirmou ainda que quando está implantando mais correspondentes para diminuir as filas no caixas eletrônicos “Desde de que assumi estou trabalhando para implantar mais correspondentes em áreas distantes, mas infelizmente muitos comerciantes não tem interesse”.

O gerente do Branco Brasil, José Patrício explicou que uma solução para resolver a superlotação dos bancos seria a utilização do celular para resolver e agilizar algumas atividades que hoje são resolvidas no banco. Solicitando a fala, o vereador Fabiano Gomes afirmou que nem todos sabem utilizar ou aceitam o cartão ou celular para realizar o pagamento “Temos que trazer para a realidade do nosso povo, hoje se vou na feira não tem como pagar com cartão ou usar o celular para pagar” afirmou Fabiano Gomes.

Os gerentes após suas falas se comprometem comprometeram em fazer um estudo sobre as situações encontradas.

 

 

 

 


Toninho Garrote cobra curso de tiro para a Guarda Municipal de Palmeira dos Índios

Vereador Toninho Garrote (Foto:Assessoria/Câmara)

Portal Rádio Sampaio

O efetivo da Guarda Municipal (GM) de Palmeira dos Índios poderá passar por um curso de armamento e tiro, que vai permitir que os agentes se tornem aptos a portarem arma. A inciativa foi do vereador Toninho Garrote (PP) que solicitou  pedido na Câmara de Vereadores.

Segundo o vereador Toninho Garrote, o curso é exigência para retirar o porte de arma de acordo com a Lei do Estatuto do Desarmamento. “O Guarda Municipal estará na rua, botando sua vida em risco para defender nossa cidade e para isso ele precisa está preparado, precisa esta equipado.” afirmou Toninho Garrote.

O objetivo geral da iniciativa é desenvolver competências, habilidades e atitudes para manejar e utilizar os revólveres, em defesa própria ou de terceiros, por meio de uso correto, seguro e eficaz da arma no desempenho de atividades funcionais. Os conteúdos que são abordados nesse tipo de curso são, ainda, sobrevivência, procedimentos e regras de segurança em meio urbano, prática no uso dos revólveres, fundamentos e particularidades do tiro defensivo.

 

Infraestrutura 

O vereador Toninho Garrote apresentou também um pedido a Secretaria Municipal de Infraestrutura e a SMTT, solicitando a construção de um quebra mola na Rua Bráulio Montenegro, próximo a Unidade de Pronto Atendimento. Segundo o vereador, o pedido foi motivado após reclamações de moradores da região que não se sentem seguros com o constante número de veículos que passam em alta velocidade pela via.

 

“Sabemos que um quebra mola não resolve todos os problemas do trânsito, mas nesse momento poderemos levar um pouco mais de segurança a população que trafegava naquela rua.” explicou Toninho Garrote.

 

Tanto a solicitação do curso de tiros para guarda municipal como a implantação do quebra mola foram levadas para a pauta da sessão e aprovados por todos os vereadores presentes.

 


Pedrinho Gaia solicita construção do Centro de Diagnóstico do Agreste

Vereador Pedrinho Gaia (Foto: Cayo- César)

Portal Rádio Sampaio

O vereador Pedrinho Gaia, que esteve reunido na última semana com o Secretário de Estado da Saude, Cristian Teixeira, solicitou na sessão desta quarta-feira, 08, na Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios, a construção do Centro de Diagnóstico de Palmeira dos Índios.

 

Segundo o vereador Pedrinho Gaia, o município de Palmeira dos Índios tem uma magnitude muito grande em relação a demanda de exames, e além disso atende os outros municípios circuvizinhos. “Não podemos mais ficar mandando nossa população para Arapiraca ou Maceió para realizar uma tomografia, uma ressonância magnética. Precisamos do nosso Centro de Diagnóstico” afirmou Pedrinho.

 

Ainda segundo o vereador o Centro de Diagnóstico já foi conversado com o Secretário de Estado, Cristian Teixeira, ao qual Pedrinho Gaia participou de sua recepção no Hospital Santa Rita, ao lado de seu Pai, o Provedor Licenciado Dr. Pedro Gaia.

 

Em entrevista o secretário Cristian Teixeira o Centro de Diagnóstico é um marco para o agreste alagoano, já que sem sair de sua região a população realizará exames de imagem de alta complexidade, entre eles, Tomografia Computadorizada, Resonância Magnética de Alta escala, e exames simples como Raio X, Ultrassonografia entre outros.

 

O projeto do vereador foi levado a pauta e aprovado por todos os vereadores presentes.


‘O Procon em Palmeira não existe, é uma simples piada’ afirma vereador Fabiano Gomes

Vereador por Palmeira dos Índios, Fabiano Gomes (Assessoria/Câmara)

Cayo César

Após inúmeras reclamações da população, o vereador do município de Palmeira dos Índios, Fabiano Gomes (PSC), realizou uma visita ao Serviço de Proteção ao Consumidor, Procon, e constatou que a devida instituição não funciona na sua real função, assim prejudicando aqueles consumidores que recorreram do seus direitos.

 

Segundo Fabiano Gomes, o atual Procon que é administrado pelo Governo do Estado, apenas conta com uma funcionária que é cedida pelo município, em outras palavras, o município que sustenta o Procon. Ainda segundo o vereador, por ter apenas uma única funcionária, ela não pode sair para fiscalizar e nem autuar já que para isso precisaria fechar a sala de atendimento da unidade.

 

“Palmeira não pode deixar sua população a mercê, a população não tem a quem recorrer quando tem seu direito cessado em alguns ambientes comerciais de nosso município”, afirmou Fabiano Gomes e continuou. “Infelizmente o Procon do estado, que é o Procon de direito, não funciona”

 

Procon Municipal

Preocupado com essa situação, o vereador Fabiano Gomes tomou a frente e decidiu apresentar na manhã desta quarta-feira, 01, no retorno das Sessões da Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios, a indicação de nº 282/2018, solicita da prefeitura um projeto de lei que implanta um Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor Municipal.

 

Meu compromisso é com o povo! o objetivo de criar o Procon municipal é para fiscalizar e atender as demandas da população palmeirense, foi para isso que fui eleito vereador!

Afirmou Fabiano quando questionado sobre o objetivo da criação do projeto.

 

A iniciativa do vereador Fabiano Gomes, pode levar um alívio para muitos consumidores que realizam compras no comércio da cidade. E apesar de ser uma instituição municipal, o Procon municipal  poderá atuar em relação a qualquer empresa, mesmo aquelas com sede fora da capital.

 

“Com o Procon Municipal, essa instituição terá todos os direitos e deveres, e mais ele poderá notificar e multar o estabelecimento comercial que não se adeque ao código de defesa do consumidor” justificou Fabiano Gomes sobre seu projeto.

 

A indicação do vereador Fabiano Gomes, foi colocada em pauta e aprovada por todos os vereadores presentes na sessão.


Pedrinho Gaia cobra conclusão da obra da Praça do São Vicente

Vereador Pedrinho Gaia. Foto: Assessoria/Câmara

Portal Rádio Sampaio

Mesmo de férias, o vereador Pedrinho Gaia (MDB), cobrou a conclusão da obra da famosa praça localizada de fronte a Igreja de São Vicente, no bairro Jardim Brasil, em Palmeira dos Índios.

 

A obra que foi iniciada há mais de 2 anos, teve como objetivo transforma a área em uma Praça da Saúde, porém a parte que fica localizada entre as ruas Sergipe, Pernambuco e a avenida Brasília não teve nenhuma intervenção.

 

Nossa equipe esteve no local e ouviu a opinião dos moradores. Segunda Maria Célia, moradora da região há 30 anos, o local tem pouca iluminação e está abandonado. “A muito tempo não se faz obra nessa praça, já fui assaltada três vezes nesse local, sem falar que o povo ainda coloca lixo. É uma praça bonita, com árvores bonitas e que deveriam ser cuidadas.” afirmou.

 

Pedrinho Gaia, que levantou o assunto em debate, explicou que a praça vice Prefeito Vicente Targino – nome oficial da praça do jardim Brasil – está divida em duas, uma onde está a praça da academia da saúde e na parte de baixo a praça da comunidade. “Temos que cuidar do que é nosso, a praça é um lugar onde a população pode praticar exercício, conversar, se distrair e não se pode deixar ela como está hoje.” afirmou Pedrinho, e continuou. “Recebi várias reclamações de moradores da localidades, eles apenas querem um lugar seguro, limpo e onde possam passar a tarde.”

 

A solicitação de Pedrinho Gaia foi aprovada e encaminhada para a Prefeitura de Palmeira dos Índios.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey