82 99641-3231

Lideranças políticas já se articulam de olho na prefeitura de Palmeira dos Índios.

aqui achei

A eleição para prefeito e vereadores só acontece em 2020, mas lideranças políticas em Palmeira dos Índios já formalizam coligações fortes visando ocupar os cargos instituídos pela lei eleitoral pelo voto de 50 mil eleitores.

Os chamados “encontros políticos” entre conhecidos nomes da política local vem acontecendo desde janeiro deste ano e tem como objetivo costurar acordos que interessem as cúpulas e oligarquias partidárias com força suficiente para eleger o prefeito.

Nomes foram jogados as ruas e pelas redes sociais com a estratégia de sentir a reação da população, ou seja: “ se pega ou não”.

A população por sua vez, dá a entender que não está interessada nesse jogo de marketing, pois pouco comenta e quando o faz, a resposta na maioria é negativa.

Muita coisa está para acontecer, como exemplo:  nomes que serão filiados a partidos diferentes dos atuais onde estão registrados atualmente e a junção de siglas que na eleição de 2016 estavam em palanques opostos.

É apenas o inicio da corrida pela cadeira de prefeito e do vice prefeito e dos 15 assentos de vereadores na Câmara Municipal.


Vereadores do Rio aprovam iniciar processo de impeachment contra Crivella.

aqui achei

Por 35 votos a 14, a Câmara Municipal do Rio acolheu nesta terça-feira (2) um pedido de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (PRB) por suposto crime de responsabilidade envolvendo contratos de outdoors e sinalizações públicas na cidade. O processo tem até 90 dias para ser concluído a partir da data da notificação ao prefeito. Durante esse período, Crivella permanece no cargo.

(Câmara Municipal do Rio)

Ele só sairá se, ao fim do processo, o impeachment for aprovado por 34, ou seja, dois terços dos 51 vereadores. Se isso acontecer, assume por 90 dias o presidente da Câmara, Jorge Felippe (MDB), e haverá nova eleição – ainda não se sabe se direta ou indireta.

Agora, uma Comissão Processante será formada. Ela será integrada por três vereadores e iniciará os trabalhos em cinco dias. A comissão notificará o prefeito que terá o prazo de dez dias para apresentar sua defesa. Foram sorteados para a comissão Paulo Messina (PROS), Luiz Carlos Ramos (PSDC) e William Coelho (MDB). “Vou trabalhar com outros vereadores da base para entender o que está acontecendo, com o que [os vereadores] estão insatisfeitos, se a máquina não está funcionando, se eles estão sendo cobrados pelos moradores e a prefeitura não atende. É isso que a gente tem que entender e compreender”, disse Messina ao UOL logo após a votação.

(Crivella, prefeito do Rio de Janeiro)

O que diz a denúncia contra Crivella Um relato das supostas irregularidades de Crivella foi protocolado por um fiscal da Secretaria de Fazenda na tarde de ontem. Foi o segundo pedido de impeachment apresentado em menos de uma semana. De acordo com o pedido de impeachment, Crivella renovou no fim de 2018 um contrato com duas empresas, sem licitação. A medida teria beneficiado as concessionárias Adshel (controlada pelo grupo inglês More Group UK Limited) e Cemusa (cujo controle é da francesa JCDecaux). Elas tinham direito de explorar anúncios em pontos de ônibus e outdoors por 20 anos – o contrato havia sido firmado em 1999. Depois desse período, os mobiliários urbanos passariam a pertencer ao município. Crivella teria, então, renovado a concessão sem licitação – o que causou prejuízos aos cofres públicos, segundo argumentou a denúncia.

O pedido aponta ainda que a prefeitura deixou de arrecadar cerca de R$ 20 milhões de ambas as empresas, que não pagaram os valores devidos à Prefeitura do Rio, e multas em torno de R$ 5 milhões.

“Desde o início do mandato do atual prefeito, a administração municipal tem agido de forma totalmente negligente com relação a diversos alertas sobre ilegalidades cometidas, devidamente protocolados, como exemplo a utilização do site da prefeitura para promoção do atual gestor”, diz a pedido que, em seguida, descreve os fundamentos que o baseiam. “Fato é que a conduta do atual prefeito não configura apenas infração político-administrativa, mas improbidade administrativa, que deverão ser apuradas nas vias próprias”, afirma o pedido de impeachment.


Eleição do futuro presidente da câmara de vereadores está sendo articulada

aqui achei

Ainda não foi definida a data da eleição que vai escolher a mesa diretora da Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios para o biênio 2019/2020, o que deve acontecer até meados do mês de dezembro.

Existem duas correntes políticas dentro do parlamento palmeirense: uma liderada pelo atual presidente, Junior Miranda e a pelo vereador Agenor Leôncio, que se articulou na eleição passada visando a cadeira da presidência, mas em vista de acordos,seus objetivos não foram alcançados.

Atualmente, nove vereadores estão no bloco que é liderado por Agenor, podendo chegar a dez parlamentares. Uma conversa entre o prefeito Julio Cesar, o atual presidente Junior Miranda ( que almeja reeleição) , Agenor Leôncio e os 13 parlamentares que compõem o poder legislativo mirim poderá acontecer semana que vem e decidir por chapa única.

A futura mesa diretora da Câmara de Vereadores deverá assumir o comando daquele poder no dia primeiro de janeiro de 2019.


Pedrinho Gaia solicita Plano de Cargos e Carreira dos funcionários públicos de Palmeira dos Índios

aqui achei
Vereador Pedrinho Gaia. Foto: Assessoria/Câmara

Na sessão desta quarta-feira, 21, o vereador de Palmeira dos Índios, Pedrinho Gaia (MDB), solicitou ao poder executivo o envio do projeto de lei que institui o Plano de Cargos, Carreira e Salários dos funcionários das secretarias de administração, cultura e turismo de Palmeira dos Índios.

Pedrinho Gaia explica que o Plano de Cargo e Carreira permite ao trabalhador enxergar a trajetória que tem pela frente, em termos de evolução salarial e sua perspectiva de carreira.  “A carreira do trabalhador deve começar no processo de ingresso no exercício do cargo e prosseguir através do desenvolvimento profissional e de sua atuação dentro da empresa, seguindo até sua aposentadoria”.

Questionado sobre as demais áreas, Pedrinho explicou que apenas essas áreas de administração, cultura e turismo estão sem o projeto de lei que implanta o PCCS.

“Temos que valorizar o funcionários destas pastas, não podemos deixar que uns tenham o plano de carreira e outros não” concluiu Pedrinho Gaia.

A indicação do vereador foi aprovada por todos os vereadores presentes e encaminhada ao executivo.


Toninho Garrote solicita reparo de ruas com buracos em Palmeira dos Índios

aqui achei
Vereador Toninho Garrote (Foto: Assessoria/Câmara)

O vereador pelo município de Palmeira dos Índios, Toninho Garrote (PP), colocou em pauta um apelo ao poder executivo solicitando o reparo de ruas já calçadas mas que estão acometidos com inúmeros buracos.

O vereador citou algumas ruas, como por exemplo as ruas Tabelião Fernando de Barros e Deputado Jota Duarte, ruas que tem o calçamento de paralelepípedo, mas que apresentam inúmeros buracos que dificultam tanto o tráfego, como coloca em risco a vida de quem trafega por elas.

Segundo o vereador, essas ruas ligam o bairro Juca Sampaio a Br316 e acumulam bastante água e formam buracos que ficam coberto pela água danificando os veículos e causando acidente aos motoristas e motociclistas.

A indicação do vereador foi apresentada e aprovada por todos os pares presentes, agora será encaminhada ao executivo.

Caminhão Pipa 

Pela quarta vez o vereador Toninho Garrote solicitou da prefeitura a contratação de caminhões pipas para o fornecimento de água para a zona rural do município.

Demostrando bastante preocupação com a situação das famílias que precisam e não tem água, o vereador insiste com o pedido. Toninho, que deixou claro que tenta com recursos próprios ajudar a abastecer a zona rural pede ajuda do executivo para não deixar essas famílias desassistidas.

 


Pedrinho Gaia presta contas sobre seu mandato como vereador

aqui achei
Vereador Pedrinho Gaia nos estúdios da Rádio Sampaio. (Foto: Cayo César)

O vereador por Palmeira dos Indios, Pedrinho Gaia (MDB), concedeu uma entrevista a Rádio Sampaio, na manhã desta terça-feira, 20, onde prestou contas sobre seu mandato como vereador.

Pedrinho que foi o segundo vereador mais votado no município no último pleito, deixou claro seu apoio em relação ao rateio do FUNDEF aos professores e funcionários da educação. “Edvaldo, meu pai sempre me ensinou que com a educação move o mundo, e foi por isso que desde o início declarei meu apoio na luta dos professores em relação ao dinheiro do FUNDEF. Esse dinheiro foi tirado deles e deve voltar para eles” afirmou Pedrinho.

Em relação aos agentes de endemias e agentes de saúde, o vereador levou a tona a dificuldade da classe em receber o dinheiro de final de ano enviado para a categoria. “Fui procurado por aqueles profissionais, não sabia do que estava acontecendo, e quando tomei fé não pensei duas vezes e fui e sua defesa. Meu trabalho como vereador é fiscalizar e defender o povo”.

Ainda segundo Pedrinho Gaia um de seus projetos que mais tiveram repercussão esse ano foi em relação ao projeto Infância sem Pornografia que tem como objetivo proteger as crianças de livros, conteúdos e imagem pornográficas. “Lancei o projeto com o objetivo de proteger as crianças e meus filhos. A infância é a parte da vida mais pura de um ser humano e por isso temos por obrigação de ir em defesa das nossas crianças”

Por sua desenvoltura e dedicação, Pedrinho Gaia teve seu nome postulado ao cargo de presidente da Câmara por alguns meios de comunicação, o vereador que e fechado com um grupo que apoia Agenor Leoncio, tratou logo deixar claro que não era candidato. “Edvaldo, lançaram meu nome seu eu saber, sou homem de palavra, sou de um grupo de 10 vereadores e estamos fechado com Agenor, não vou mudar meu voto, me comprometi e vou até o fim”

Durante a entrevista o vereador ficou sabendo do cancelamento do processo seletivo da UPA, fato esse informado de forma exclusiva pela Rádio Sampaio, questionado sobre isso Pedrinho Gaia não fugiu da pergunta. “Vou agora procurar a secretária de saúde e a empresa que administra a UPA para saber o que aconteceu. Não podemos dá esperança de trabalho ao nosso povo e depois tirar sem da explicações”

O legislador concluiu dizendo que vai continuar seu trabalho de forma transparente e honrada, sempre prestando contas a população e lutando pelo direitos de todos.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey