82 99641-3231

Vereadores de Palmeira dos Índios participam de Congresso em Brasília

aqui achei

Os vereadores, Madson Monteiro (PHS), Fábio Targino (PEN) e Abraão do BMG (PRTB), estão em  Brasília para participar do V Congresso Nacional de Legislativos Municipais, que acontece de 22 a 25 de agosto. O evento está sendo realizado no Hotel Brasília Imperial.

O evento objetiva preparar as lideranças das câmaras municipais para os principais desafios da gestão legislativa 2017/2020. Temas como, Informatização no legislativo, transparência aproximando o cidadão do vereador, A importância da comunicação no mandato, “A importância da participação popular no enfrentamento à Corrupção e no fortalecimento das Instituições Democráticas de Estado”, Formação Legislativa: Funções do Vereador, Noções básicas do Processo Legislativo ,  Inovação na transparência pública com a primeira rede social parlamentar do Brasil, Municipalismo Brasileiro e Brasil qual é o caminho e a Reforma Politica, Políticas Públicas de Saúde e a participação do Legislativo serão abordados nos painéis ministrados por servidores das três esferas públicas de diversas instituições do país.

Sobre a  participação no evento o vereador Madson Monteiro destaca o “conhecimento dos processos de como se trabalha um vereador e da real importância que se tem para o Município, bem como as suas obrigações”.

Segundo Madson, ao retornar para Palmeira dos Índios o intuito é repassar o conhecimento aos demais vereadores da Casa. “Agora vamos estar colocando em prática”, disse.


Lula chega a AL nesta terça e participa de atos em Penedo, Arapiraca e Maceió

aqui achei

Depois de passar pelos estados da Bahia e de Sergipe, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desembarca em Alagoas nesta terça-feira (22). A cidade ribeirinha de Penedo será a porta de entrada para a caravana que vai cruzar os nove estados da região Nordeste.

A previsão é que Lula cruze de balsa o Rio São Francisco e chegue à Penedo por volta de 16h, quando deverá ser recebido por militantes e participar de um ato público na região Sul. Em seguida, o ex-presidente segue para a cidade de Arapiraca, onde passa a noite.

Na região Agreste, Lula será homenageado pela Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) com o título de doutor honoris causa – honraria dada a personalidades “que tenham se distinguido, seja pelo saber, seja pela atuação em prol das artes, das ciências, da filosofia, das letras, ou do bem-estar e melhor entendimento entre os povos”.

A cerimônia está prevista para acontecer a partir das 8h, no Ginásio João Paulo II, no Parque Ceci Cunha, e será conduzida pelo reitor Jairo José Campos da Costa. O título foi aprovado em 2012, após aprovação pelo Conselho Universitério (Consu) da Uneal.

Após a cerimônia em Arapiraca, o ex-presidente segue para Maceió. Lula será recepcionado pela militância do partido e deve participar de um ato no Clube Fênix.

Na semana passada, o presidente estadual do PT, Ricardo Barbosa, disse que na caravana servirá para Lula “ouvir a classe trabalhadora e ver de perto como está o povo nordestino”. Ele garante que a caravana não tem caráter eleitoreiro.

“A campanha eleitoral de 2018 se dará em 2018. A caravana é uma incursão de Lula como dirigente político-partidário. Ele tem esse direito de viajar pelo Brasil. O Lula tem o direito de conhecer a realidade do povo brasileiro no pós-golpe. O Lula quer saber o que se passa. Até porque ele vem promover uma ampla discussão e debates com a sociedade civil, para elaborar um programa e apresentar como alternativa”, explicou Barbosa.


Gestão Doria: alunos são marcados em escola para não repetirem merenda

aqui achei

 

O jeito João Doria (PSDB) de administrar apareceu novamente. Uma escola municipal de São Paulo adotou a prática de marcar os alunos que comem a merenda para que eles não repitam o lanche, quando são servidos alimentos industrializados. As informações são da repórter Regiane Soares, do Agora São Paulo.

Desde o início do mês, quando as aulas retornaram, os estudantes da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) João Amós Comenius, na Brasilândia (zona norte da capital paulista), recebem uma bolinha ou um risco na mão, feito com um canetão, quando se servem da merenda industrializada. Assim, eles não podem pegar mais.

A avó de um estudante, que preferiu não se identificar, revelou que na semana passada o menino de 11 anos chegou em casa com uma bolinha pintada na mão dizendo que, com ela, não podia mais repetir o lanche. “Ele não costuma comer na escola. Justo no dia que era um lanche que ele gostava, quis repetir e não pôde”.

A estudante Brenda Soares, de 19 anos, disse que o irmão, de 10 anos, também chegou em casa com a mão marcada com uma bolinha. “Fizeram uma bolinha nele. É ruim isso porque muitas crianças fazem a principal refeição na escola”.

Justificativa
A Secretaria Municipal da Educação, sob a gestão João Doria (PSDB), disse que “condena essas práticas”. Afirmou que “já tomou providências para que a marcação dos alunos não se repita e para que eles possam receber a alimentação de qualidade oferecida pela rede”. O órgão disse que a mudança no cardápio da merenda foi adotada em escolas onde o preparo dos alimentos é feito por terceirizadas e que começaram há 15 dias, sendo natural a necessidade de ajustes.


OAB aciona STF para que Maia analise pedidos de impeachment contra Temer

aqui achei

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entrou nesta quinta-feira (17) com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), analise pedidos de impeachment pendentes contra Michel Temer.

Atualmente, há 25 pedidos de impeachment pendentes, 22 deles referentes à delação de executivos do grupo J&F, que apontaram um esquema de pagamentos de propina para políticos do qual, segundo os delatores, Temer faria parte.

Pela Constituição, cabe ao presidente da Câmara dar ou não prosseguimento aos pedidos de impeachment do presidente da República. Se ele aceitar, o pedido é analisado em comissões da Câmara e Senado e nos plenários das duas casas.

Um dos pedidos pendentes de análise de Rodrigo Maia foi apresentado pela própria OAB, em 25 de maio, poucos dias depois de se tornarem públicas as delações da J&F.

Segundo a ordem, a postura de Maia de não analisar os pedidos configuram um ato “omissivo, abusivo e ilegal”. A OAB também alega que Maia “viola” a Constituição ao não permitir que a Câmara se manifeste sobre os pedidos de impeachment apresentados na Casa.

“Certamente é competente o Presidente da Câmara dos Deputados para efetuar o juízo prévio de admissibilidade, contudo não o é competente para, ignorando seu dever legal, não dar efetivamente uma decisão”, afirmou a OAB no mandado.

 (Foto: ) <!– [if IE 9]><![endif]–>


Prefeitura em Ação chega ao bairro de São Cristóvão, em Palmeira

aqui achei
Depois de muita espera, agora, os moradores do prolongamento da Travessa Antônio Ribeiro e da Rua Luíza Tereza da Conceição, no bairro de São Cristóvão, têm um motivo para comemorar. Nesta quarta-feira (16), o prefeito Júlio Cezar, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, assinou a Ordem de Serviço (OS) que dará início às obras de drenagem e pavimentação das duas ruas, além da calçada do cemitério São Gonçalo. A obra, que faz parte do programa Prefeitura em Ação, já contemplou outros bairros e ainda continuará em muitas ruas da cidade.

O pastor Pedro Góes, que proferiu a benção cristã durante a assinatura da OS, disse que tudo acontece no tempo determinado por Deus. Até mesmo o calçamento de uma rua.  “Tudo tem seu tempo determinado por Deus e, agora, chegou a vez destas duas ruas. O governo do Júlio Cezar será um governo relevante, cercado de muita união, pois em tão pouco tempo já tem vinte obras que estão em andamento, lançando outras e muitas ainda virão. Um governo comprometido com o povo Deus abençoa e a cidade só tende a crescer”, afirmou o pastor.

Daniel Góes, que há 15 anos mora na Rua Luíza Tereza da Conceição, falou que hoje foi um dia ímpar na vida de cada morador das duas ruas. “Há muito tempo sonhávamos em ver as duas ruas calçadas, para sairmos da lama e da poeira. Dizem que a esperança é a última que morre, pois afirmou que ela é a única que permanece. E hoje a nossa esperança foi renovada, pois nunca perdemos o sonho de vermos estas ruas calçadas. Pagamos, durante todo esse tempo, os nossos impostos e o IPTU para vermos algum benefício neste lugar. Um governo é eficiente quando mostra os resultados e aqui estamos vendo isso. Uma cidade bem administrada é um eterno canteiro de obras e agradecemos por estarmos vendo isso aqui”, declarou.

Para o prefeito Júlio Cezar o que falta, muitas vezes, é vontade política de um governo trabalhar em benefício da população. “Em pouco tempo de governo, estamos dando andamento a muitas obras que estavam paralisadas e iniciamos outras. Quando a gente quer, apesar da crise econômica, a gente faz. Os moradores destas duas ruas merecem respeito e também merecem ver o sonho de ter drenagem e pavimentação nas ruas. Com isso, ganham mais qualidade de vida”, finalizou o prefeito.

O vice-prefeito Márcio Henrique, vereadores, secretários municipais e a comunidade participaram do evento.


Presidente da Câmara de Vereadores abre sessão e encerra sem a quantidade mínima de vereadores

aqui achei
Vereadores que estavam na Câmara em reunião com o Secretário de Articulação do Prefeito. (Foto: Cayo César/Rádio Sampaio)

 

Um fato inusitado aconteceu na manhã desta quarta-feira (16), na Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios. O Presidente do poder legislativo, Vereador Júnior Miranda (PSL), iniciou a sessão e, em seguida, encerrou. O chefe do legislativo municipal deu início a sessão com a presença de apenas quatro vereadores, Ana Adelaide (PMDB), Fabiano Gomes (PSC), Toninho Garrote (PP) e o próprio presidente, sendo o número insuficiente para o quórum legal que é de oito edis, ferindo o regimento interno.

 

O que chama a atenção é que 8 dos 15 vereadores estavam  presentes na Câmara em reunião com o Secretário de Articulação Política, Emílio Silva, mas, mesmo assim, foram considerados como faltosos.

 

Nossa equipe esteve na Câmara e encontrou os vereadores Agenor Leôncio (PSB), Cristiano Ramos (PDT), Madson Monteiro (PHS), Val Enfermeiro (PMN), Pedrinho Gaia (PMDB), Joelma Toledo (PMDB), Ronaldo Raimundo (PROs)e Maxuel Feitosa (PMN), sentados em seus respectivos locais, porém com a mesa diretora vazia. “O presidente iniciou a sessão e logo após botar falta na gente, mesmo estando na câmara, ele encerrou a sessão e se retirou sem nenhuma explicação.” Falou o vereador pelo PDT, Cristiano Ramos.

 

Revoltado com a atitude do Presidente Junior Miranda o Vereador Agenor Leôncio disse que: “O presidente agiu de forma arbitraria e com total desrespeito ao regimento interno, desrespeitando até o Prefeito Julio Cezar e o Secretário de Articulação Politica que estava presente em reunião com os vereadores”.

 

A população que estava assistindo na plenária ficou sem entender a ação do presidente, “Na mesma velocidade que ele conduz a sessão, ele iniciou e encerrou sem explicar nada” citou uma senhora que assistia na plenária e preferiu não se identificar.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey