82 99641-3231

Cavalo é ‘preso’ e passa a noite em delegacia

Um cavalo foi ‘preso’ pela Policia Militar na cidade de Nossa Senhora Aparecida (SE), após dar um coice em um veículo durante a realização de uma cavalgada no início na noite deste domingo (12). A informação foi confirmada pelo comandante do policiamento no município.

Segundo o engenheiro civil e proprietário do animal, Wiliam Francisco dos Santos, ele estava com o cavalo quando outras pessoas pediram para passear com o animal. “Como sou conhecido de muitas pessoas, não vi problema em emprestar. Um rapaz saiu para dar uma volta e o cavalo se assustou e deu um coice, que atingiu o veículo de uma mulher da cidade de Ribeirópolis. Em seguida, um policial pegou o cavalo e o levou para a delegacia”.

Wiliam diz que se ofereceu para levar o animal, mas o policial se recusou e informou que ele só seria liberado nesta segunda-feira (13). “Quando eu cheguei na delegacia o cavalo estava em uma cela, como se fosse um marginal. Ele estava sem comida, sem água e em um espaço onde não podia ser mexer. A noite eu levei comida, mas hoje de manhã não me deixaram alimentá-lo”, desabafou.

“Não existe nenhum procedimento contra mim, mas prenderam o meu cavalo. Estou registrando um Boletim de Ocorrência e vou entrar na Justiça. Precisei pedir ajuda para uma ONG de proteção aos animais para tentar soltá-lo. O que só aconteceu na tarde desta segunda-feira. Ele foi liberado, mas está mancando de tanto ficar sem se mexer”, denuncia.

A representante da ONG Educação Legislação Animal (Elan), Nazaré Morais, registrou um Boletim de Ocorrência referente aos maus tratos em virtude do cavalo ter ficado em um local inadequado.

Sobre os danos causados pelo coice do cavalo no veículo, William informou que nesta terça-feira (14) vai comparecer à delegacia no município de Ribeirópolis, onde a dona do carro reside para acertar o pagamento dos danos


Filho de Neguinho Boiadero é indiciado por tentativa de homicídio

Um dos suspeitos de disparar contra José Emílio Dantas, no tiroteio registrado na última quarta-feira (09), em Batalha, é considerado foragido pela Polícia Civil. Trata-se de José Márcio Cavalcante, o “Baixinho Boiadero”, filho do vereador Adelmo Rodrigues, o “Neguinho Boiadero”, morto durante o confronto registrado na última semana.

De acordo com a Polícia Civil, a comissão de delegados responsável pela investigação informa que na noite da última quinta-feira (10), as forças policiais tentaram prender o suspeito em flagrante, mas o mesmo não foi localizado. Com isso, nesta segunda-feira (13) ele passa a ser considerado oficialmente foragido.

“Como não foi localizado, nós o indiciamos e representamos a prisão no mesmo dia da tentativa de homicídio e a juíza Vilma Renata Jatobá  decretou no dia seguinte”, diz o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira.

A comissão é formada pelos delegados Cícero Lima, que preside o inquérito, Rosivaldo Vilar e Gustavo Xavier. O delegado Rômulo Monteiro, da 3ª Delegacia Regional de Batalha, foi substituído pelo delegado Gustavo Xavier, que é titular da 4ª Delegacia Regional de Arapiraca (4ª DRP).


Após perseguição, acusado de assalto é preso pela polícia

PM

Policiais do 3º BPM prenderam, nesta segunda-feira, 13, um homem, ainda sem identificação, que é acusado de roubar uma mulher no bairro Planalto, em Arapiraca, agreste alagoano.

Testemunhas contaram que o acusado estava em uma motocicleta, com placa não anotada, quando assaltou um mulher e levou sua bolsa. As guarnições policiais foram avisadas e iniciaram a perseguição ao assaltante.

Na tentativa de despistar os policiais, o acusado abandonou a bolsa da vítima e a motocicleta em um matagal e seguiu a pé. Contudo, ele foi localizado e preso pelos militares.

O jovem foi detido e encaminhado à Central de Polícia para os devidos procedimentos. Participaram da ação guarnições da Força Tática, Rocam e Pelopes.


Dupla é presa enquanto carregava roubo em carro de mão

Uma dupla foi presa enquanto transportava produtos roubado em um carro de mão durante a madrugada desta segunda-feira, 13. O caso foi registrado pelas forças de segurança pública no bairro Brasília, na cidade de Arapiraca, no agreste alagoano.

As informações da assessoria da PM dão conta que Diego Gomes de Albuquerque, 26 anos, e Manoel Robson dos Santos, 35 anos, foi preso por uma guarnição enquanto fugia de uma residência empurrando um carrinho com vários eletrodomésticos e roupas.

Durante a abordagem, os acusados teriam confessado que roubaram os produtos de uma casa. Os acusados e os materiais apreendidos foram conduzidos para a Central de Polícia da cidade.


Guarda municipal morre após grave acidente na AL-115

Um motociclista morreu, na manhã desta segunda-feira, 13, durante um grave acidente, registrado em um dos trechos da AL-115, nas imediações da cidade agrestina de Lagoa da Canoa, a 133 km de Maceió. Informações de testemunhas dão conta que a vítima, Edvan Pereira Canuto, 28 anos, não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito antes do atendimento médico.

A vítima – que seria Guarda Municipal da cidade de Pilar – estava em uma motocicleta XRE 190 vermelha, placa MUA1842, quando colidiu com a traseira do Uno Mille,  de placa MUA1842, que havia reduzido a velocidade para passar em um buraco.

Com o impacto, o motociclista foi arremessado para a pista contrária, onde foi atingido pelo veículo Gol prata, de placa OWI 6756, que passava pelo local. O Ford KA preto, placa OHH 0025, que seguia logo atrás, não conseguiu parar e colidiu com a traseira do Gol.

Populares destacaram a imprensa que a vítima seguia da cidade de São Miguel dos Campos para Girau do Ponciano, onde morava. Ele era casado e deixou um filho.

Equipes do Batalhão de Policiamento Rodoviário está no local para controlar o fluxo de veículos. Equipes do Instituto de Criminalísticas e Instituto Médico Legal são esperadas no local para os devidos procedimentos.


Idoso morre afogado após pescaria no Agreste

Um idoso, de 74 anos, morreu afogado na tarde deste sábado (11), após uma pescaria, na Lagoa Preta, em Limoeiro de Anadia, no Agreste alagoano.

Manoel Sérgio dos Santos, mais conhecido como Mané Galo, que residia em Junqueiro, num assentamento MST, teria se sentido mal e caído dentro da lagoa, se afogando. Os amigos que o acompanhavam tentaram salvá-lo, mas quando o tiraram da água ele já estava morto.

Segundo familiares, Manoel tomava remédios para pressão arterial, e não se sabe ao certo se o afogamento foi o motivo da morte.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado e esteve no local para realizar os procedimentos cabíveis e executar a retirada do corpo, que deve ser levado para o IML de Arapiraca.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey