82 99641-3231

Segurança Pública apresenta dados das eleições 2016

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP) vai apresentar hoje (03) um balanço das ocorrências e registros feitos durante o período eleitoral em Alagoas. Nos dias que antecederam as eleições e também durante a votação ontem várias equipes da Segurança Pública realizaram diversas diligências e ações em todo o estado para coibir práticas de crime eleitoral.

A decisão é para que tudo seja catalogado com precisão, sem que nenhum dado passe despercebido. Os gestores farão exposição individualizada de suas instituições e, por fim, será apresentado o somatório. Eles também comentarão a participação dos seus efetivos durante o período eleitoral.

“Não adianta passarmos parciais, porque se torna mais cansativo e podemos deixar de apresentar algum dado. Então, amanhã, tudo será apresentado conjuntamente com todos os órgãos”, afirma o secretário da Segurança, coronel Lima Júnior.


Famílias da política de Alagoas vencem onze municípios; veja quais

A renovação política em algumas cidades de Alagoas mostra que famílias tradicionais irão seguir com seus representantes no comando de vários municípios. A maior expressividade ficou com a família Beltrão que venceu em cinco municípios de Alagoas.

Há nomes que possuem grande influência não só nos municípios como também fora do estado, como o caso da família Calheiros, que tem o senador Renan Calheiros, o governador Renan Filho e o deputado estadual Olavo Calheiros.

Porém quem mostrou força e poder político foi a família Beltrão, que ganhou onde disputou. Os dados foram coletados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com 100% das urnas apuradas.

Família Beltrão

Com grande influência no Litoral Sul do Estado, a família do deputado federal Marx Beltrão pode comemorar os resultados obtidos. Em Coruripe Joaquim Beltrão (PMDB) foi eleito com 69,74% dos votos contra Zé Enéas (PPS), que obteve 20,60% dos votos. Em Jequiá da Praia, Jeannyne Beltrão (PRB) foi eleita com 55,49% dos votos contra Clóvis Torres (SD), que teve 44,51% dos votos.

Em Feliz Deserto, Rosiana Beltrão (PMDB) foi eleita com 57,50% dos votos contra Geraldo Simões (DEM) 42,50% dos votos.

Já em Piaçabuçu, Djalma Beltrão (PRB) foi eleito com 49,57%. Ele disputou contra Dra Lúcia (PSDB) e Dr. Paixão (PRP). E em Penedo Marcius Beltrão (PDT) foi eleito com 41,78% dos votos. Disputou contra Ivana Toledo (PP), que teve 40,09% dos votos.

Família Calheiros

Em Murici, Olavo Calheiros Neto (PMDB) foi eleito com 62,10% dos votos. Ele disputou a prefeitura com Caubi (PSB), que teve 37,73% dos votos.

Já em Messias, o candidato era Pedrinho Calheiros (PHS), que ficou em terceiro lugar. Jarbinhas (PSDB) foi eleito com 54,68% dos votos.

Família Albuquerque

Em Limoeiro de Anadia, a família do deputado estadual Antônio Albuquerque o candidato foi Arthur Albuquerque (PMDB), que perdeu para Marcelo Rodrigues, que foi eleito com 57% dos votos.

Em Maravilha, Conceição Albuquerque (PMDB) foi eleita com 55,21% dos votos. Ela disputou as eleições contra Luizinho, que teve 44,79% dos votos.

Família Pereira

Em Teotonio Vilela, o candidato da família da deputada estadual, Jó Pereira (DEM), foi Joãozinho Pereira (PSDB), que foi eleito com 63,21% dos votos. Ele disputou com Hermínio, que teve 36,79% dos votos.

Em Campo Alegre, Pauline Pereira (PSDB) foi eleita com 82,63% dos votos. Ela disputou com Djalma Sampaio (PTB), 16,58%, e Genaldo Gama (PSOL) 0,79%.

Já em Junqueiro, Carlos Augusto (PMDB) foi eleito com 49,51% dos votos.  Leandro Silva (PPS) teve 49,49% dos votos e Onaldo Tavares (PMN) 1%.

Família Cavalcante

Em São Luiz do Quitunde, a candidata apoiada pelo deputado estadual Cícero Cavalcante foi Fernanda Cavalcante (PMDB). Ela foi eleita com 40,05% dos votos. Fátima Cordeiro (PP), que disputou o cargo, teve 33,21% dos votos, Junior Pedro (PSDB) 26,13% e Mago (PHS) 0,6%.

Família Toledo

A família do deputado estadual Bruno Toledo (Pros), teve como candidato em Cajueiro Lucila Toledo (PSDB), que perdeu para Palmery (PMDB). Ele foi eleito com 51,59% dos votos e Lucila teve 48,41% dos votos.

Em Penedo a família Toledo também perdeu. Ivana Toledo (PP) perdeu para Marcius Beltrão (PMDB).

Família Freitas e Loiola

O deputado Inácio Loila perdeu a eleição na cidade de Piranhas para Maristela Sena Dias (PP), que ocupou o cargo de vice-prefeita no governo de Mellina Freitas e agora é sua opositora.

Ela obteve 6.921 votos, o que representa 50,58% do eleitorado, contra os 6.651 de Loila.

Família Madeira

O ex-prefeito Marcos Madeira (PMDB) perdeu a eleição para Fernando Sérgio Lira (PP) que obteve 57,25% dos votos.


Representantes do MPE, da Justiça Eleitoral e da OAB acompanham lisura da eleição

Representantes do Ministério Público Eleitoral, da Justiça Eleitoral e da Ordem dos Advogados do Brasil acompanham urnas paralelas que atestam confiabilidade do processo eleitoral através de urnas eletrônicas neste domingo (2). A votação paralela acontece na sede do Tribunal Regional Eleitoral, em Maceió.

Três urnas eletrônicas foram sorteadas, ontem (1), para comprovar a integridade das eleições na capital e no interior. Duas urnas foram enviadas para Limoeiro de Anadia e Cacimbinhas, enquanto outra foi para a 54ª zona eleitoral de Maceió. Estas urnas coletaram votos de eleitores tanto por meio de cédula, quanto eletronicamente. O acompanhamento e a correspondência entre os votos físico e digital atestam a impossibilidade de manipulação dos dados.

O Tribunal Regional Eleitoral convocou representantes de instituições relacionadas ao processo eleitoral, como o Ministério Público Eleitoral e a Comissão de Combate à Corrupção Eleitoral, bem como representantes de partidos políticos, para acompanharem a apuração das urnas paralelas neste domingo. No entanto, nenhum partido político enviou representantes. Pela OAB está presente João Odin Gomes Ribeiro.

Para o procurador regional eleitoral em Alagoas, Marcial Duarte Coêlho, estas eleições são as mais fiscalizadas da história, o que pode indicar um novo momento no combate à corrupção. “Este processo de acompanhamento de urnas paralelas é importantíssimo para que os cidadãos acreditem e confiem no processo eleitoral e no sigilo das urnas eletrônicas”, afirmou o procurador.

Raquel Teixeira, procuradora eleitoral, ressaltou o papel das instituições democráticas na fiscalização do processo eleitoral como forma de assegurar que a vontade do cidadão eleitor seja respeitada e as garantias constitucionais asseguradas. “O Ministério Publico Eleitoral atua como olhos do próprio cidadão, ele faz a ponte entre a Justiça e o eleitor. Espero que estas eleições continuem tranquilas e sem maiores intercorrências”.

oab2


Rui Palmeira: “Eu tô pronto pra ganhar a eleição, se vier hoje, melhor”

Apontado como líder nas pesquisas e com a possibilidade de assegurar a reeleição ainda no primeiro turno, o candidato Rui Palmeira disse estar pronto para vencer a eleição, independente do turno em que ela ocorrerá.

Palmeira votou no centro comunitário localizado no bairro das Piabas, no Jacintinho, e se disse confiante na vitória porque a população que desconhecia os avanços da capital passou a saber a partir da sua campanha.

O candidato classificou a campanha como “positiva” apesar dos ataques sofridos, inclusive durante os debates. “A gente não precisa estar vociferando para mostrar o que faz”, avaliou sobre a sua postura considerada por adversários como ‘passiva’.

Questionado sobre sua relação com o governador Renan Filho, Rui disse que no âmbito político-partidário eles estão em campos opostos, mas institucionalmente nunca impedirá que Renan Filho trabalhe por Maceió. O mesmo se aplica a deputados federais de qualquer legenda, que podem enviar emendas para a capital.

O candidato promete, ainda, que caso sua reeleição se confirme irá a Brasília tentar agilizar a liberação dos recursos para agilizar os projetos que são promessas de campanha.


PM e mais quatro são presos fazendo segurança armada de prefeito em Limoeiro de Anadia

Um policial militar foi autuado e outras três pessoas foram detidas na manhã deste domingo (02) na cidade de Limoeiro de Anadia. O PM estaria armado, fazendo segurança da família do candidato a prefeito que é apoiado pela atual administração e foi encaminhado para a Delegacia Regional de Arapiraca.

Segundo informações, o militar que não teve o nome informado, estava em uma caminhonete e fazia segurança da esposa do atual prefeito de Limoeiro de Anadia, Marlan Ferreira. Outras três pessoas que também faziam segurança armada do gestir foram presas.

O PM foi encaminhado para a Delegacia de Limoeiro, que apresentou alguns problemas com internet e por isso, seguiu para a Regional de Arapiraca, onde foi realizado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Apesar de ser policial militar, o homem detido estaria descumprindo uma resolução do Conselho Estadual de Segurança (Conseg), que impede o trabalho de segurança para candidatos, podendo atuar apenas na segurança do pleito de uma forma geral.

Momento da prisão
Momento da prisão

Cabo eleitoral é preso por não ter dinheiro para pagar ‘compra de voto’ em Palmeira

As irregularidades envolvendo o pleito deste domingo, 2, seguem sendo flagrados nos quatro cantos do Estado. Reforço no policiamento, tropas federais, ações da Polícia Federal não parecem ter inibido a ação de candidatos e eleitores corruptos.

Nesta sexta, 30, a PF prendeu em flagrante uma pessoa identificada pelas iniciais VSL por crime eleitoral. O suspeito teria prometido dinheiro em troca de votos a um determinado vereador por Palmeira dos Índios.

Os eleitores ficaram esperando no local por cinco horas, mas o candidato não apareceu com o dinheiro para cumprir a promessa. Quando alguns dos eleitores estavam saindo da casa, a PF fez a abordagem. O preso não tinha dinheiro para pagar a fiança, então o Juiz Eleitoral concedeu a liberdade provisória sem fiança.

Em Penedo

A PF também deu voz de prisão em flagrante a um policial civil em Penedo por crime de prevaricação. A formalização dos fatos se deu em razão de o policial ter realizado abordagens de veículos e pessoas numa das ruas da cidade, por motivos eleitorais. Por fim, teve a postura de conduzir uma pessoa, sem qualquer materialidade nem em situação flagrancial, para a delegacia de polícia. Outras vítimas também foram ouvidas. O promotor eleitoral estava presente na oportunidade. O policial é lotado em Coruripe e agia, sem ordem de missão, no Município de Penedo.

Como o crime é de menor potencial ofensivo, foi lavrado TCO e o policial foi liberado. O fato foi devidamente comunicado à Direção da PC.

Ambos os fatos ocorreram na sexta, dia 30.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey