82 99641-3231

Mulher é presa ao transportar maconha e cocaína em caixa de presente em Messias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na noite dessa segunda-feira (15), durante fiscalizações de rotina em trecho da BR-101, em Messias, uma passageira de transporte por aplicativo que vinha do Recife (PE) com destino ao município do Pilar.

Ela carregava uma caixa de presentes consigo e demonstrou nervosismo com a abordagem policial. Dentro da caixa, em vez de um presente para a filha, como ela havia relatado, havia maconha e cocaína, que foram apreendidas.

Agentes da PRF faziam o policiamento ostensivo num trecho de Messias, na BR-101, quando abordaram um Fiat/Siena, de cor branca. O condutor apresentou aos policiais a documentação solicitada e se apresentou como motorista de aplicativo, dizendo que havia sido acionado pela passageira para pegá-la no Recife e trazê-la para Pilar.

A mulher demonstrou nervosismo com a abordagem policial. Ela carregava em seu colo uma caixa embalada com papel de presente e laços de fita. Ao ser questionada sobre o que tinha na caixa, ela disse que era um presente para a filha, mas não soube dizer o que era o conteúdo, entrando em contradições.

Desconfiados, os policiais decidiram abrir a caixa e se depararam com 2kg de maconha e 200g cocaína dentro dela. A mulher acabou confessando que estava recebendo R$ 250 para fazer o transporte da droga, que seria entregue no Pilar.

Ela afirmou ainda que tinha ido ao estado vizinho de van e havia contratado o motorista apenas para trazê-la de volta a Alagoas. Eles não se conheciam. A mulher foi presa em flagrante e encaminhada junto com a droga para a Central de Polícia, em Maceió.


Casal de Alagoas é assassinado em Caruaru

Um casal, possivelmente natural de Alagoas, foi morto a tiros na noite do domingo (14) na zona rural de Caruaru, Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, as vítimas identificadas como Rosimeire Machado, de 36 anos, e Carlos André da Silva, de 30 anos, estavam jantando quando criminosos invadiram a residência da mulher e efetuaram os disparos.

Ainda segundo a polícia, a mulher morreu no local, enquanto o homem, que morava em Bezerros, foi socorrido para o Hospital Regional do Agreste (HRA), mas não resistiu aos ferimentos. As primeiras informações colhidas pela polícia revelam que as vítimas namoravam, no entanto, o caso ainda não foi esclarecido. A autoria e motivação do crime também são desconhecidas.

É da Polícia Militar da cidade a informação de que o casal é natural de Alagoas. No entanto, até o final da manhã nenhum familiar ou amigo teria aparecido para ajudar a esclarecer algumas questões.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil de Caruaru.


Casal é assassinado a tiros na porta de terreiro de candomblé

Um casal foi assassinado a tiros na porta de um terreiro de candomblé localizado no bairro do Poço, em Maceió. O crime ocorreu na noite de segunda-feira (15), por volta de 22h.

Militares do 1º Batalhão estiveram no local onde Joana Dark da Conceição Santos, 33, foi morta com dois tiros, um na cabeça e outro na mão; e Moises Correia da Costa, de aproximadamente 29, atingido na cabeça e tórax. Joana foi presa no mês passado por tráfico de drogas.

De acordo com o tenente Carlos Henrique, do 1º Batalhão, a dupla estava bebendo na porta do terreiro quanfo foi morta. Os suspeitos chegaram em um veículo Fiesta de cor prata com placa de Recife e efetuaram os disparos. A motivação do crime não foi divulgada.

“As vítimas participavam de um ritual religioso quando os autores perguntaram por Cláudio Moisés. Ele se aproximou e a esposa tentou evitar a ação, e ambos foram atingidos por disparos de pistola 380, vindo a óbito”, disse o tenente Carlos Henrique.

Estiveram no local os institutos de Criminalística (IC) e de Medicina Legal (IML) que fizeram a perícia e recolheram os corpos. A Delegacia de Homicídio vai investigar o caso.


Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro

O Palácio do Planalto informou nesta terça-feira (15) que o início do horário de verão será mantido no dia 4 de novembro, cancelando um novo adiamento.

Geralmente, o horário começa em outubro, mas foi adiado para novembro em virtude do segundo turno das eleições. No começo do mês, o governo federal chegou a anunciar que adiou o início do horário de verão para o dia 18 de novembro por causa de um pedido feito pelo Ministério da Educação para não prejudicar os candidatos do Enem. O exame será aplicado em dois domingos. O primeiro deles será o dia 4 de novembro.

O ministro da Educação, Rossieli Soares, já contava com o adiamento e chegou a comemorá-lo. “Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas! Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes”, disse nas redes sociais no início de outubro.

A negativa do Planalto ao pedido veio após estudo de viabilidade feito pelos ministérios de Minas e Energia e Transportes. Segundo a assessoria do Planalto, a análise dos ministérios concluiu a inviabilidade de nova mudança no horário de verão, sem detalhes da decisão.

Na época em que foi anunciado o adiamento para 18 de novembro, a medida foi criticada pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). Segundo a associação, a mudança da data acarretaria “sérias consequências” ao planejamento das operações e, consequentemente, para quem adquiriu passagens antecipadamente, afetando 3 milhões de passageiros.

Ajustar o relógio

No horário de verão, os relógios devem ser adiantados em uma hora. O horário é adotado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.


Agente de polícia tem complicações cardíacas e morre em Maceió

No mesmo dia em que sepultava o delegado Nilson Alcântara, outro integrante da Segurança Pública de Alagoas morreu em decorrência de complicações cardíacas. O policial civil Fernando Antônio Acioli Batista tinha 49 anos, trabalhava na Delegacia de Santa Luzia do Norte e passou mal nesta segunda-feira (15).

O delegado da Polícia Civil de Alagoas Nilson Alcântara, 59 anos, morreu, na manhã de ontem (14), em decorrência de um infarto. Com cerca de 30 anos de atuação o delegado atuou em diversas delegacias na capital e no interior, além da direção da instituição.

Nilson Alcântara estava numa praia em São Miguel dos Milagres, de folga, quando passou mal. Ele foi levado até um posto de saúde de Porto da Rua, mas não resistiu.

Também neste domingo (14), o policial militar de Alagoas identificado como Fernando morreu ao entrar de serviço em grupamento no interior do Estado, em Porto Real do Colégio. Ele tinha 33 anos. O soldado chegou para trabalhar normalmente, quando foi ao banheiro passou mal e os colegas de farda chegaram a atendê-lo, mas não conseguiram reanimá-lo.

Em nota, a Delegacia Geral da Polícia Civil de Alagoas comunicou o falecimento do agente de polícia Fernando Antônio. “O delegado-geral Paulo Cerqueira apresenta sentidas condolências pela perda precoce do policial e destaca o excelente trabalho prestado junto a Instituição e à sociedade.O corpo será velado na Central de Velórios, onde familiares e amigos prestam as últimas homenagens. As informações sobre o local de sepultamento serão divulgadas em breve”.


PRF registra nove acidentes e uma morte durante o feriadão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) reforçou o efetivo e aumentou as fiscalizações de trânsito nos principais trechos de rodovias federais que cortam o país, desde a última quinta-feira (11) até esse domingo (14), devido ao feriado de Nossa Senhora Aparecida. Nesse período, em Alagoas, foram registrados nove acidentes de trânsito, sendo um deles grave e tendo como consequência um morto.

Embora tenha acontecido o mesmo número de acidentes do último feriado prolongado do ano, feriadão de 7 de setembro, percebe-se uma redução significativa no registro de sinistros graves, aqueles que deixam pelo menos uma vítima gravemente ferida ou morta.

Neste último feriadão, o órgão registrou apenas um acidente grave, enquanto que na Operação Independência 2018 houve atendimentos a quatro sinistros desse tipo, ou seja, houve uma redução de 75% nesse quesito.

O único acidente considerado grave e que ocasionou um óbito aconteceu na noite de ontem (14), último dia da Operação. Um motociclista sem capacete acessou a contramão de direção, numa pista dupla, da BR-101, em Flexeiras, colidindo frontalmente com um caminhão. Suspeita-se que o condutor que causou o sinistro havia ingerido maconha, pois tinha diversos papelotes da droga em seu bolso.

Como em 2017, o feriado de 12 de outubro aconteceu em uma quinta-feira, diferenciando a quantidade de dias da operação desse ano, por isso, o comparativo desse trabalho foi feito com a última operação realizada neste ano, Independência 2018.

Fiscalizações de Trânsito

Durante os quatro dias de intensificação nos trabalhos de fiscalização, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) fiscalizou em Alagoas 1.358 veículos e 1.229 pessoas. Quase 500 testes de etilômetro foram realizados.

Como consequência desses trabalhos, mais de 300 autos de infração foram extraídos pelos agentes federais. Seis condutores embriagados foram flagrados, sendo um deles preso por causar um acidente de trânsito sem vítimas e conduzir veículo com teor alcoólico de 0,84mg/l.

O combate à criminalidade também foi intensificado nesse período, e o resultado disso é que quatro pessoas foram detidas no feriadão, por crimes diversos.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey