82 99641-3231

Atleta carioca morre em acidente de carro em São Miguel dos Milagres

Um jovem de 23 anos morreu em um acidente de carro na tarde desta quarta-feira (16), São Miguel dos Milagres, Litoral Norte de Alagoas. A vítima, um atleta do Rio de Janeiro, seguia viagem com os outros esportistas para a Paraíba.

O atleta, identificado como Arthur Rodrigues da Costa, seguia viagem com os outros esportistas para a Paraíba quando bateu o veículo em uma mureta de proteção, em um trecho da ponte próxima ao Povoado Riacho.

Naturais da cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, Luan da Silva Mosa, de 22 anos, Pedro Lins, de 28 anos, Lucas Brasil e Arthur estavam a caminho de um campeonato de Hand Beach no Estado da Paraíba.

Segundo informações da Assessoria do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o grupo foi socorrido e encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE), e durante o percurso, Arthur não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com a assessoria, Lucas Brasil já recebeu alta e os outros jogadores seguem em observação. Arthur foi vice-campeão brasileiro com a equipe do Niterói Rugby em 2018.


Dentista mente sobre agressões de ex-marido e é acusada de sequestro de menor

Na tarde de ontem, terça-feira (15), o advogado criminalista João Victor Almeida e Silva, de 27 anos, procurou a nossa redação para contar a sua versão do caso em que foi acusado pela ex-mulher, a dentista Mariana Gonzaga de Farias, 30 anos, de agressão.

João Victor contou que foi amasiado com Mariana durante três anos e deste relacionamento nasceu uma menina que hoje tem três anos. Há dois anos, o casal se separou e a menor ficou aos cuidados do pai, já que Mariana foi morar fora do país, no Paraguai.

Segundo João Victor, ficou combinado entre eles que quando Mariana estivesse em Arapiraca de férias, poderia passar uns dias com a filha. No dia 26 de dezembro de 2018, por volta das 11h50 da manhã, Mariana foi buscar a menor na casa do advogado, sem ter avisado previamente, porém, o pai da menina disse que a filha não iria com Mariana porque naquele dia participaria de uma confraternização da equipe de Jiu-Jitsu da qual a menor e o advogado fazem parte.

Ainda de acordo com João Victor, Mariana proferiu diversas palavras de baixo calão, instigando-o a agredi-la. “Mas isto não ocorreu”, garantiu o advogado. Segundo ele, Mariana foi até a delegacia especializada da cidade de Arapiraca e o acusou de agressão e ameaças, inclusive com a utilização de uma arma de fogo. Então, o advogado foi intimado a comparecer à delegacia no dia 03 de janeiro.

Quando João Victor tomou conhecimento da intimação, solicitou as imagens do circuito interno de segurança da AABB Arapiraca (Associação Atlética Banco do Brasil), que se localiza em frente a sua casa. De posse das imagens de tudo que aconteceu na porta da sua casa no dia em que Mariana foi buscar a menina, o advogado as entregou à autoridade policial competente, que pode comprovar que não houve agressão.

“Além de mentir e destorcer os fatos, Mariana registrou um Boletim de Ocorrência contra a minha pessoa, informando que queria apenas o documento, mas não desejava prosseguir com os procedimentos inquisitoriais, ou seja, quis o Boletim de Ocorrência apenas para o tornar público e tentar manchar a minha reputação como advogado criminalista”, destacou João Victor.

Segundo ele, no dia 27 de dezembro, a sua filha foi levada para passar as festas de fim de ano com Mariana. Porém, ficou combinado que, após as festividades, Mariana devolveria a menor para ficar aos cuidados do pai, que agora tem a guarda da filha.

João Victor contou que, nesse mesmo dia, Mariana enviou mensagens para o pai dele informando que levaria a filha para morar com ela, sem o consentimento do pai da menor.

Diante do sumiço de Mariana, levando consigo a menina, João Victor tomou todas as medidas judiciais e extrajudiciais para localizá-las. A alternativa mais apropriada foi buscar o auxílio da Justiça.

“Foi expedido um mandado de busca e apreensão com o objetivo de localizar a minha filha. O mandado foi cumprido com o auxílio da Polícia Militar, o oficial de justiça e uma equipe do Concelho Tutelar, mas não teve êxito, pois a família de Mariana não sabia do paradeiro dela”, relatou João Victor.

De acordo com ele, após diversas diligências policiais, a delegada responsável pelo caso pediu a prisão preventiva de Mariana por sequestro de menor e cárcere privado.

“Com a notícia da possível prisão, familiares da Mariana conseguiram localizá-la no estado do Maranhão, então, alguém foi até lá buscar a minha filha e a levaram para minha casa, 20 dias depois do sumiço”, ressaltou João Victor.

O advogado disse que sua filha voltou para casa na manhã de ontem, terça-feira (15). Ele enfatizou que o mandado de prisão contra Mariana continua vigorando.


Homem fica ferido após colisão de carro em árvore na AL-110

Um homem ficou ferido após uma colisão de um carro de passeio em uma árvore, no Povoado Belisca Pau, na AL 110, sentido a cidade de São Sebastião, na noite de ontem, quarta-feira (16).

Segundo populares, o homem estava conduzindo um veículo Fiat Uno, de cor cinza e placa de Arapiraca. Ele perdeu o controle a direção, sobrou na curva e colidiu com a árvore.

Devido à colisão, alguns galhos caíram em cima do veículo. O homem ferido foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado para a Unidade de Emergência do Agreste.


Homem é morto a tiros em Quebrangulo

Lucicleiton Ribeiro Cavalcante, de 32 anos, foi morto a tiros, na noite dessa terça-feira (15), na Rua 16 de Setembro, conhecida como Rua da Cachoeira, na região central da cidade de Quebrangulo, no Agreste de Alagoas.

Segundo informações do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), Cleiton Ribeiro, como era conhecido, respondia pelos crimes de receptação, roubo, ameaça, desacato e receptação qualificada.

As informações sobre o crime são escassas. Segundo o 10º Batalhão de Polícia Militar (10º BPM), que atendeu a ocorrência, a polícia foi acionada por populares que davam conta de uma vítima alvejada com disparos de arma de fogo. O crime ocorreu a poucos metros da casa da vítima, onde residia com a família.

A autoria do crime, assim como as suas motivações devem ser investigadas pela delegacia local.

O corpo de Cleiton Ribeiro foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca para ser submetido à necropsia e posteriormente será liberado para sepultamento.


Vereador de Dois Riachos fica ferido após capotamento de veículo em Santana do Ipanema

O vereador de Dois Riachos, conhecido como Silvino ficou ferido após um acidente de trânsito, registrado na manhã desta quarta-feira (16), no município de Santana do Ipanema, no Sertão de Alagoas.

Segundo testemunhas, o vereador estava conduzindo um veículo Fiat Punto, de cor branca e placa ORE 7352, por um trecho da BR 316, próximo ao Fórum de Santana do Ipanema, quando perdeu o controle da direção e capotou na pista.

O vereador foi socorrido por populares, que acionaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Regional Clodolfo Rodrigues de Melo.

Não há informações sobre o estado de saúde de Silvino, mas populares disseram que a vítima estava consciente, porém, se queixava de dores no peito.


Receita Federal exclui 5,19 mil empresas alagoanas devedoras do Simples Nacional

A Receita Federal excluiu 5.199 micro e pequenas empresas alagoanas com débitos no Simples Nacional, regime especial de tributação para as pessoas jurídicas de menor porte. Juntas, essas empresas acumulam um débito de R$ 91,347 milhões.

Segundo os dados da Receita, a Bahia foi o estado do Nordeste com o maior número de empresas excluídas, com 26.707 unidades. Em seguida aparecem Pernambuco (14.738), Ceará (13.669), Maranhão (9.535) e Piauí (5.907). Sergipe registrou o menor número de empresas excluídas, com 5.199.

Em todo o País, a Receita Federal excluiu 521.018 micro e pequenas empresas que não quitaram os débitos com o Simples Nacional. Em setembro, 732.664 empresas haviam sido notificadas de débitos previdenciários e não previdenciários com a Receita e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Quem não regularizou a situação foi excluído em 1º de janeiro. Juntas, as empresas excluídas devem R$ 14,46 bilhões ao Simples.

Em nota, a Receita informou que a empresa excluída pode solicitar nova opção no Portal do Simples Nacional até 31 de janeiro de 2019, desde que regularize seus débitos antes desse prazo.

“A regularização pode ser efetuada com pagamento à vista ou por meio de parcelamento”, informou o órgão. “As instruções referentes ao parcelamento estão disponíveis no menu Simples – Serviços do Portal do Simples Nacional”.

Número de empresas excluídas do Simples Nacional no Nordeste:

BA 26.707

PE 14.738

CE 13.669

MA 9.535

RN 6.267

PI 5.907

PB 5.567

AL 5.199

SE 2.698


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey