82 99641-3231

Mulher é presa após investigação da DEIC

Foi presa nesta quarta-feira (17), a acusada de integrar uma organização de criminosa especializada em roubos a residência e extorsão. A prisão foi efetuada após uma investigação da Seção de Capturas da GRE/DEIC que descobriu o esquema comandado por um presidiário.

Com um mandado de prisão expedido pela 17ª Vara Criminal, Leylane Soares de Santana, 23 anos, foi detida acusada nos crimes de roubo e organização criminosa, pois agia dando suporte logístico na fuga dos criminosos e auxiliava nas vendas dos objetos roubados das vitimas.

De acordo com o delegado Fábio Costa, Leylane é suspeita de participar de um grupo especializado na prática de roubos a residências e extorsão, tendo como chefe da organização Paulo Felipe Victor Mendonça, conhecido como “Rabico”, que já se encontra preso no sistema penitenciário.

De acordo com as investigações, o grupo atuava sempre com emprego da violência e intimidação para consumação dos delitos.


MP publica quatro novas investigações contra São Sebastião

O Ministério Público de Alagoas está investigando, novamente, o município de São Sebastião. Quatro ações novas foram abertas pela Promotoria da cidade; maior parte está relacionada a irregularidades ambientais.

Uma das publicações, divulgadas no Diário Oficial do estado desta terça (16), diz respeito às escolas de tempo integral de São Sebastião. De acordo com a promotora Viviane Karla, o preparatório de inquérito civil trata de uma denúncia sobre instituições de ensino que deveriam funcionar nos dois turnos, e que isto, de fato, não estaria acontecendo.

Um ofício da Promotoria foi enviado à Prefeitura no início de 2018, e teve como resposta que o funcionamento em tempo integral seria retomado em maio. A nova investigação visa garantir que as recomendações foram acatadas.

Os outros três casos estão relacionados a irregularidades ambientais, como averiguações sobre os problemas apontados na FPI de 2017. Um dos casos diz respeito a uma avícola, já desativada, acusada de descarte irregular de dejetos sólidos. O Ministério Público investiga a parcela de responsabilidade do Município neste caso.


Mulher é presa ao transportar maconha e cocaína em caixa de presente em Messias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na noite dessa segunda-feira (15), durante fiscalizações de rotina em trecho da BR-101, em Messias, uma passageira de transporte por aplicativo que vinha do Recife (PE) com destino ao município do Pilar.

Ela carregava uma caixa de presentes consigo e demonstrou nervosismo com a abordagem policial. Dentro da caixa, em vez de um presente para a filha, como ela havia relatado, havia maconha e cocaína, que foram apreendidas.

Agentes da PRF faziam o policiamento ostensivo num trecho de Messias, na BR-101, quando abordaram um Fiat/Siena, de cor branca. O condutor apresentou aos policiais a documentação solicitada e se apresentou como motorista de aplicativo, dizendo que havia sido acionado pela passageira para pegá-la no Recife e trazê-la para Pilar.

A mulher demonstrou nervosismo com a abordagem policial. Ela carregava em seu colo uma caixa embalada com papel de presente e laços de fita. Ao ser questionada sobre o que tinha na caixa, ela disse que era um presente para a filha, mas não soube dizer o que era o conteúdo, entrando em contradições.

Desconfiados, os policiais decidiram abrir a caixa e se depararam com 2kg de maconha e 200g cocaína dentro dela. A mulher acabou confessando que estava recebendo R$ 250 para fazer o transporte da droga, que seria entregue no Pilar.

Ela afirmou ainda que tinha ido ao estado vizinho de van e havia contratado o motorista apenas para trazê-la de volta a Alagoas. Eles não se conheciam. A mulher foi presa em flagrante e encaminhada junto com a droga para a Central de Polícia, em Maceió.


Imóveis do Minha Casa Minha Vida são negociados ilegalmente em Arapiraca

Imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida estão sendo negociados de forma ilegal nos municípios de Penedo, no Baixo de São Francisco, e de Arapiraca, no Agreste de Alagoas. A investigação foi divulgada no AL TV 2ª Edição desta segunda-feira (15).

Segundo a comissão de sindicância de Penedo, 456 residências estão em situação irregular na cidade. Desses, 340 estariam desocupados, 47 teriam sido cedidos, 44 alugados, 19 vendidos e seis trocados.

“Fizemos todo o levantamento de campo. Esse levantamento levou quase 90 dias. Foram feitos nos meses de outubro até janeiro de 2018 e estamos aguardando as informações dos bancos do Brasil e da Caixa Econômica com a relação dos mutuários para que a gente possa nominar quem, efetivamente, são as pessoas que estão com os imóveis fechados ou abandonados ou alugados”, disse Francisco Guerra, presidente da comissão.

Em casas do conjunto residencial Velho Chico I e do residencial Vale do São Francisco é possível observar placas de vendas e até do anúncio pintado no muro.

A moradora de uma das casas, que não teve a identidade revelada, contou à reportagem que quer vender o imóvel por R$ 16 a R$ 17 mil.

“Tem um uns 7 anos que eu moro aqui. Não estou pagando nada, não vou mentir. Não estou pagando nadinha”, falou a dona do imóvel.

De acordo com as regras do programa, os beneficiários da faixa 1 do programa, com renda mensal de até R$ 1.800, não podem vender ou alugar os imóveis antes do final do prazo do contrato, que é de dez anos.

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil disseram à TV Gazeta que não localizou o requerimento da Comissão de Sindicância e Investigação dos imóveis do Minha Casa, Minha Vida e que o aluguel ou venda de imóvel do programa, sem a respectiva quitação, é nula e não tem valor legal.

Agreste

Em Arapiraca, os imóveis chegam a ser anunciados através das redes sociais em vários grupos de compra e venda. No município, várias casas estão abandonadas.

“Tem várias para vender. Tem várias que o dono não precisa. Várias abandonadas, várias aí que o dono, quando sabe que a fiscalização vem, cai em cima”, falou uma moradora do residencial Brisa do Lado.

A Prefeitura de Arapiraca informou que não tinha conhecimento desta situação e que apenas tem a função de cadastrar e selecionar as famílias beneficiadas, mas que quando recebe alguma denúncia de irregularidades nos imóveis do programa, encaminha a informação para a instituição financeira responsável.


Motocicleta é furtada na feira livre de Santana do Ipanema

Uma motocicleta – Honda Pop 110i, de cor vermelha e placa ORM3666 Santana do Ipanema/AL – foi furtada na manhã do sábado (13), na feira livre da cidade de Santana do Ipanema.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência (BO), a vítima teria estacionado o veículo às 7h30min ao lado de um empreendimento e foi fazer um lanche na feira. Ao retornar para o local onde deixou a motocicleta, foi surpreendida quando não encontrou o veículo, porém tinha uma moto idêntica a sua no mesmo local. A vítima chegou a pensar que se tratou de um engano, mas foi descartado.

A Polícia Militar do 7º Batalhão foi acionada para realizar buscas, no entanto sem êxito.

Imagens de câmeras de segurança de um dos estabelecimentos próximo ao local mostram um indivíduo pilotando o veículo furtado.

O caso foi registrado na 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil (2ª DRP) como furto qualificado e o delegado Hugo Leonardo será o autor das investigações.

Quem tiver informações que levem a polícia até o paradeiro do veículo furtado ou do autor deve ligar para o disque denúncia, por meio do número 181. O sigilo é garantido.


Policial sergipano é espancado e tem pertences roubados em Penedo

Um policial militar de Sergipe, que reside em Penedo, no Baixo São Francisco alagoano, foi espancado e teve pertences roubados na madrugada do sábado para o domingo nas imediações da quadra de esportes do Raimundinho, no Centro do município ribeirinho.

De acordo com as informações colhidas por nossa redação, o militar passava pela referida localidade quando foi abordado por elementos ainda não identificados que já se aproximaram da vítima anunciando o assalto.

Ainda segundo as informações sobre o caso, mesmo depois de terem conseguido roubar o aparelho celular e cerca de R$ 400 que estavam com a vítima, os criminosos espancaram o policial, deixando-o com vários hematomas pelo corpo, e fugiram em seguida tomando destino ignorado.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey