82 99641-3231

Restaurante põe em conta mensagem contra política migratória de Trump

‘Imigrantes fazem a América grande de novo. Eles também cozinharam sua comida e a serviram hoje’, diz o texto

Um restaurante fundado por um chef neo-zelandês em Nova York está usando seus recibos de conta para criticar a política migratória mais rigorosa do governo de Donald Trump;

O Kiwiana, que fica no Brooklyn e é tocado pelo chef Mark Simmons, colocou a seguinte mensagem no final da conta apresentada aos clientes:

“Imigrantes fazem a América grande de novo. Eles também cozinharam sua comida e a serviram hoje.”

Uma conta foi postada pela freguesa Mary Emily O’Hara.

Segundo os funcionários, a mensagem foi uma ideia do dono do restaurante.


Ellen Pompeo planeja deixar de atuar após Grey’s Anatomy

Atriz que interpreta a protagonista Meredith Grey quer focar na sua própria produtora para se sentir desafiada.

Ellen Pompeo (Divulgação/ Grey’s Anatomy)

Ellen Pompeo, que interpreta a médica Meredith Grey em Grey’s Anatomy, está pensando seriamente em encerrar a carreira de atriz assim que seu trabalho na série acabar. “Definitivamente não tenho um desejo forte por atuar depois de ‘Grey’s'”, contou ela nesta quarta-feira, 44, ao BuzzFeed.

 

“Sinto que estou em transição”, falou Ellen, que disse não querer mais trabalhar para outras pessoas e que pretende se dedicar a sua própria produtora, a Calamity Jane. “Sinto que atuar tem sido uma oportunidade incrível e eu já fiz tanto disso nos últimos 11 anos… ‘Grey’s’ está em 97 países e nós tivemos a benção de ter todos esses fãs maravilhosos que ainda nos amam mesmo depois de 10 anos. Sinto que fiz e não tenho que provar mais nada e que gostaria de me desafiar. Talvez parte de minha personalidade é ter algo para me provar às vezes. E com atuação, eu não sinto que tenha mais nada para provar, mesmo sabendo que não tenho nenhum prêmio”, explicou.

 

A atriz está confirmada para nas duas próximas temporadas de Grey’s Anatomy.


Brasileiros entre 15 e 29 anos podem viajar de graça pelo país

As vagas são liberadas mediante a apresentação da Identidade Jovem, um documento virtual que é emitido pela internet

(Ilustração)

Se você tem entre 15 e 29 anos, pode viajar de graça pelo Brasil. Isso não é mentira! A medida está prevista no Estatuto da Juventude e foi regulamentada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). O benefício é parte do Direito à Cultura e o Direito ao Território e à Mobilidade, do Estatuto da Juventude (Lei nº 12.852/2013).

De acordo com o site Mundo Conectado, em todas as viagens interestaduais feitas de ônibus, dois lugares devem ser destinados aos jovens, gratuitamente. Caso sejam ocupados, é preciso que a empresa libere mais dois e o viajante paga 50% do valor da passagem.

As vagas são liberadas mediante a apresentação da Identidade Jovem, um documento virtual que é emitido pela internet e, também, um documento de identificação. Mas não são todos que podem se cadastrar. A reportagem apurou que o candidato deve ter renda de até dois salários-mínimos e ser inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal).


Escolha de substituto de Teori abre discussão jurídica

Com a morte do ministro Teori Zavascki, o futuro da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) ficará inicialmente nas mãos da presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, que é a responsável pelas decisões urgentes no período de recesso do Judiciário, que vai até 1º de fevereiro.

As normas do Supremo abrem algumas possibilidades sobre a sucessão de Teori na relatoria do maior caso de corrupção da história do País. O regimento interno diz que, em caso de morte, o relator é substituído pelo próximo nomeado para o cargo. A escolha cabe ao presidente da República, Michel Temer (PMDB), que não tem prazo para uma definição.

O provável é que o Supremo tente uma solução provisória para que um ministro assuma os casos mais urgentes até a nomeação de um substituto. Entre eles está a homologação das 77 delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht.

A expectativa era de que Teori fizesse isso na primeira semana de fevereiro. Uma equipe de juízes designados por Teori já estava desde dezembro analisando o material, composto por 950 depoimentos.

Cármen Lúcia, como presidente do Supremo, poderá ainda determinar a redistribuição de processos caso a relatoria fique vaga por mais de 30 dias. Conforme o regimento, esse procedimento vale para mandados de segurança, reclamações, extradições, conflitos de jurisdição e de atribuições, diante de “risco grave de perecimento de direito ou na hipótese de a prescrição da pretensão punitiva” ocorrer em seis meses após a vacância. Em casos excepcionais, diz a norma, também pode ser estendido a outros tipos de processo.


Ex-espião britânico foi autor de relatório polêmico sobre Trump na Rússia

Presidente eleito e seus assessores disseram que as informações eram falsas. Autoridades russas também negaram

O presidente eleito dos EUA, Donald Trump, fala à imprensa em sua primeira entrevista coletiva desde sua eleição, em Nova York, na quarta

FOTO: Seth Wenig/AP

Christopher Steele, que escreveu relatórios sobre suposto material comprometedor que agentes russos teriam coletado sobre o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, é um ex-oficial do Serviço Secreto de Inteligência do Reino Unido.

Ex-autoridades britânicas de inteligência disseram que Steele passou anos sob disfarce diplomático trabalhando para a agência –conhecida como MI-6– na Rússia e em Paris, assim como no gabinete de Relações Exteriores e da Comunidade Britânica, em Londres.

Após ter deixado a agência de espionagem, Steele forneceu à polícia federal dos EUA, o FBI, informações sobre corrupção na Fifa. Foi seu trabalho sobre corrupção na entidade que administra o futebol internacional que lhe deu relativo crédito para sua pesquisa sobre os assuntos de Trump na Rússia, disseram autoridades na quarta-feira.

E-mails vistos pela Reuters indicam que, em meados de 2010, membros do FBI em Nova York, designados para investigar “Crime Organizado na Eurásia”, encontraram-se com Steele em Londres para discutir alegações de possível corrupção na Fifa.

Pessoas familiares com as atividades de Steele disseram que a sua companhia sediada em Londres, a Orbis Business Intelligence, foi contratada pela Associação de Futebol da Inglaterra para investigar a Fifa. À época, a associação esperava sediar a Copa do Mundo em 2018 ou 2022. Registros mostram que a Orbis foi constituída em março de 2009.

Em meio a diversas alegações de corrupção, a Copa do Mundo de 2018 foi concedida a Moscou, e a de 2022 foi para o Qatar.

Uma equipe do FBI, cujos membros encontraram-se com Steele outras vezes, abriu uma grande investigação sobre corrupção no futebol, a qual levou a dezenas de indiciamentos nos Estados Unidos, incluindo de proeminentes figuras internacionais do esporte.

Steele foi inicialmente contratado pela FusionGPS, uma empresa de pesquisa política sediada na capital dos EUA, para que investigasse Trump em nome de republicanos não identificados que queriam acabar com a campanha presidencial do magnata de Nova York ainda nas primárias.

A rede britânica BBC relatou que Steele foi inicialmente contratado por Jeb Bush, um dos 16 oponentes de Trump na primária republicana de 2016. A Reuters não conseguiu verificar essa informação.

O investigador foi mantido na missão pela FusionGPS após Trump ter conquistado a nomeação do partido para disputar a Presidência, e sua informação foi circulada entre figuras do Partido Democrata e membros da imprensa.

O contato de Steele com o FBI sobre Trump foi iniciado em julho. No entanto, Steele cortou comunicação com a agência um mês antes das eleições de 8 de novembro, por frustração com o lento progresso dos agentes federais norte-americanos.

O FBI abriu investigações preliminares sobre Trump e as ligações de pessoas próximas a ele com russos, em parte baseadas nos relatórios de Steele, de acordo com pessoas familiares.

O site BuzzFeed publicou os relatórios de Steele sobre Trump em seu site na terça-feira, mas o presidente eleito e seus assessores disseram que as informações eram falsas. Autoridades russas também negaram.

Pessoas próximas a Steele disseram, na quarta-feira, que ele não estava disponível para comentários.


Papa Francisco diz estar preocupado após massacre em presídio de Manaus

Pontífice fez apelo para que prisões sejam locais para reabilitação e reintegração social. Motim em presídio deixou 56 mortos entre domingo e segunda

 

Após expressar pesar sobre o massacre em presídio de Manaus, o Papa Francisco fez um apelo instituições prisionais sejam locais de reabilitação e reintegração social (Foto: Filippo Monteforte / AFP)

 

Papa Francisco manifestou nesta quarta-feira (4) sua dor e preocupação após as 56 mortes durante uma rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) de Manaus, no Amazonas, de acordo com agência France Presse.

“Quero expressar tristeza e preocupação com o que aconteceu. Convido-vos a rezar pelos mortos, pelas suas famílias, por todos os detidos na prisão e por aqueles que trabalham nele”, disse o papa durante uma audiência-geral no Vaticano.

“Eu gostaria de renovar o meu apelo para instituições prisionais sejam locais de reabilitação e reintegração social e que as condições de vida dos detidos sejam dignas de seres humanos”, disse o pontífice. O Papa Francisco já recebeu detidos no Vaticano e, em suas viagens ao exterior, muitas vezes visitou prisões.

Críticas internacionais

 Entidades internacionais também criticaram a omissão das autoridades brasileiras, de acordo com o Bom Dia Brasil. O Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos cobrou uma investigação imediata e independente. A ONU afirma que os detidos estão sob custódia do estado e, por isso, as autoridades têm a responsabilidade sobre o que acontece com elas. A ONU fez um apelo para que os responsáveis respondam judicialmente.

Já Anistia Internacional atribuiu o massacre à negligência das autoridades e à superlotação dos presídios brasileiros. A ONG ainda lembrou que as condições da unidade prisional já tinham sido denunciadas pelo Conselho Nacional de Justiça, mas as medidas necessárias para corrigir o problema não foram tomadas.

Motim

Durante uma rebelião de 17 horas, presos do Família do Norte (FDN) , braço do Comando Vermelho no Norte do país, invadiram uma ala em que ficavam detentos do Primeiro Comando da Capital (PCC). O resultado foram corpos esquartejados, decapitados, e com olhos, corações e vísceras arrancados, jogados em carrinhos de levar comida e queimados. Mais 112 presos fugiram antes da rendição dos detentos que pôs fim à rebelião – 54 já foram recapturados. As buscas pelos foragidos continua.

O processo de identificação de todos os corpos pode levar até um mês devido às condições dos corpos. A Polícia Civil confirmou que já foram identificados 36 corpos das vítimas do massacre no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). Desse número, 30 morreram degolados.

Fonte: G1


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey