82 99641-3231

PF cumpre mandados e investiga corrupção na Casa da Moeda

Policiais federais cumprem nesta sexta-feira (14), no Rio de Janeiro, dois mandados de busca e apreensão nas casas de investigados em esquema de corrupção na Casa da Moeda do Brasil, onde são confeccionadas cédulas do Real.

A Operação Vícios II investiga lavagem de dinheiro e atuação de ex-diretores da estatal em fraude de licitação.

Segundo a Polícia Federal, o esquema beneficiou uma empresa privada durante um procedimento licitatório para a compra de equipamentos no valor de R$ 300 milhões.

A primeira fase da Operação Vícios foi desencadeada em julho de 2015, quando foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão no Rio, São Paulo e Brasília. Em março deste ano, mais seis mandados foram cumpridos no Rio, São Paulo, São José dos Campos (SP), Itajubá (MG) e Brazópolis (MG).

A operação Vícios conta com o apoio da Corregedoria-Geral do Ministério da Fazenda.


Adolescente morre após acidente em gravação de série da Globo

A Rede Globo emitiu nesta quinta-feira (13/9), uma nota para confirmar um acidente ocorrido durante as gravações de sua nova série, “Aruanas”, uma coprodução com a Maria Farinha Filmes, que está sendo filmada na Amazônia.

De acordo com o comunicado, o barco que dava apoio à Maria Farinha nas gravações na Amazônia colidiu com outra embarcação. Os dois ocupantes, Paulo Henrique Xavier Cardoso e Lucas Henrique Xavier Cardoso, foram socorridos imediatamente no local, mas Lucas morreu.

Na nota, a Maria Farinha Filmes e a Globo dizem lamentar profundamente o ocorrido e que estão ao lado da família e dos envolvidos, “para providências e apoio com todo o necessário”. Ainda segundo a rede de televisão, “as autoridades locais estão apurando o acidente e as gravações do dia foram canceladas.”

A série, ainda sem previsão de lançamento, terá as atrizes Débora Falabella, Leandra Leal e Tais Araújo como protagonistas, vivendo ativistas de uma ONG da Amazônia.


Caminhoneiros desistem de paralisação prevista para está quarta-feira

Após o reajuste da tabela dos fretes e a promessa de fiscalização nas estradas pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), os caminhoneiros autônomos afirmaram que irão à Brasília nesta quarta-feira (12), porém apenas para conversar e entender melhor as medidas anunciadas nos últimos dias pela agência.

“A ANTT começou a se posicionar antes de irmos lá e nós precisamos reconhecer isso”, afirmou Wallace Landim, conhecido como Chorão, um dos líderes dos caminhoneiros autônomos, e que ganhou destaque durante as paralisações de maio.

Logo após o anúncio de alta de até 14% no preço do diesel pela Petrobras, caminhoneiros voltaram a se mobilizar para novas paralisações. Um ato em frente ao prédio da agência foi marcado e uma invasão chegou a ser cogitada caso os interesses dos motoristas não fossem atendidos.

Segundo Landim, apenas as lideranças dos estados irão a Brasília para conversar com a agência e entender melhor como funcionará a fiscalização da tabela do frete. “Estamos tentando agendar, mas se a gente estiver lá na porta, eles falam com a gente. Nunca negaram nos receber”, afirmou.

No grupo de Facebook União dos Caminhoneiros do Brasil, Santiago Edmilson Carneiro, disse em vídeo que a mobilização havia sido momentaneamente suspensa, mas que poderia haver atos em Brasília no dia 9 de outubro. Data da audiência pública que irá debater a fiscalização.

A Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros) afirma ser contrária a novas paralisações e diz que está negociando uma reunião com a Casa Civil para falar sobre o preço do combustível e a tabela do frete.


Tiroteio dentro de McDonald’s deixa um morto e quatro feridos nos EUA

Um possível confronto entre criminosos rivais deixou uma pessoa morta e quatro feridas, na madrugada deste domingo (9), dentro de um restaurante do McDonald’s no Alabama, ño Sudeste dos Estados Unidos.

Ainda não se sabe quantas pessoas estariam envolvidas no crime. A identidade de nenhuma das vítimas foi revelada. A única informação divulgada foi da pessoa que morreu. Ela tinha 20 anos e era natural de Tuskegee.

Três dos quatro feridos são homens, de 16, 19 e 21 anos. A outra vítima é uma adolescente, de 17 anos. O autor dos disparos ainda não foi encontrado e encontra-se foragido.A polícia investiga o caso.


BNDES vai lançar edital de R$ 25 milhões para apoio a museus

Após críticas sobre a falta de repasses federais para a preservação de acervos, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai lançar um novo edital no valor de R$ 25 milhões para patrocinar projetos de segurança, prevenção contra incêndios e modernização de instalação de museus e instituições para a proteção do patrimônio histórico.

O anúncio ocorreu dois dias após um incêndio de grandes proporções destruir o Museu Nacional, o mais antigo do país. O edital será viabilizado pela Lei Rouanet e qualquer instituição pública ou privada que esteja responsável pela preservação de acervos do patrimônio cultural nacional pode se inscrever. A previsão é de que o edital fique pronto até o final deste mês de setembro.

A decisão foi tomada em reunião ampla que contou com a presença do presidente Michel Temer, dos ministros da Cultura, Educação e Casa Civil, e presidentes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

O presidente do BNDES, Dyogo Oliveira, explicou que os recursos serão disponibilizados como doações e que o edital visa prevenir e evitar novos episódios como o que aconteceu na noite de domingo com o Museu Nacional:

— Essa ação visa a prevenir e evitar novos episódios dessa natureza. O edital será para todas as instituições que têm acervo e focado em ações voltadas para a segurança e proteção desse patrimônio. Não é empréstimo, são doações que o BNDES faz e que estão abarcadas pela Lei Rouanet — afirmou Dyogo Oliveira.

Segundo ele, o presidente Michel Temer determinou que outros bancos públicos também viabilizem editais com a mesma função. Nesta quarta-feira, Temer se reunirá com outros bancos e empresas interessadas em contribuir.

— O presidente Temer determinou que outros bancos acompanhem esse movimento e isso será objeto de sugestão pata outras empresas públicas e privadas — concluiu.

 


Lava Jato cumpre mandados contra fraudes na exportação de pedras preciosas

A Operação Lava Jato cumpre cinco mandados de prisão na manhã desta terça-feira (4). Três deles são no Rio de Janeiro e outros dois na Bahia. Este é um desdobramento da Operação Câmbio Desligo.

O Ministério Público Federal (MPF) investiga um possível esquema de evasão de divisas, sonegação fiscal envolvendo pedras preciosas de uma empresa que movimentou R$ 44 milhões no banco paralelo do doleiro Dario Messer, que segue foragido.

Segundo os investigadores, esta fase da Lava Jato não possui relação direta com políticos ou outros agentes públicos.

Os agentes chegaram no começo da manhã ao prédio onde mora uma das investigadas, Daisy Tsezanas, no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

As investigações desta fase da Lava Jato têm como base as delações de Vinícius Claret, conhecido como Juca Bala, e Cláudio Fernando Barbosa, o Tony, doleiros que foram presos no Uruguai por envolvimento no esquema de corrupção do ex-governador Sérgio Cabral.

A empresa Comércio de Pedras O S Ledo LTDA exporta pedras preciosas, principalmente esmeraldas, para países como Índia e China. De acordo com o MPF, a companhia compra as pedras na cidade de Campo Formoso, no interior da Bahia.

A Lava Jato suspeita que o preço declarado pelas exportações, pago oficialmente à empresa brasileira pelos compradores estrangeiros, era subfaturado. Os investigadores analisam se o excedente, que completaria o preço real da compra pelas pedras, seria pago “por fora” pelas empresas estrangeiras e transferido para os operadores da rede de offshores de Messer.

O dinheiro excedente ficava no exterior e seria repatriado quando a empresa responsável pela venda das pedras preciosas precisava dele para pagar fornecedores e garimpeiros, por exemplo.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey