82 99641-3231

Prefeito de Palmeira institui Conselho Municipal de Meio Ambiente

Da Assessoria

O prefeito Júlio Cezar assinou nesta sexta-feira (4), a portaria que institui o Conselho Municipal de Meio Ambiente (CMMA) do município de Palmeira dos Índios, para o mandato de dois anos. O CMMA é composto por 12 membros titulares, além de suplentes, que buscam debater e buscar soluções para o uso dos recursos naturais e a recuperação de danos ambientais.

O Conselho é composto de representantes do Poder Público, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarhpi) e da Sociedade Civil. O presidente do Conselho é o servidor público Luiz André Coelho Netto. Ele trabalha na Semarhpi e é uma escolha do prefeito, como estabelece o Código Ambiental.

O Conselho Municipal de Meio ambiente tem a função de opinar e assessorar a prefeitura, as secretarias e o órgão ambiental municipal nas questões relativas ao meio ambiente. Ele funciona também como um fórum para tomar decisões e possui caráter deliberativo, consultivo e normativo. As reuniões do CMMA de Palmeira dos Índios acontecerão no prédio da antiga DIPAL, na Avenida Governador Muniz Falcão, bairro São Francisco.


Júlio Cezar e secretário Álvaro Vasconcelos discutem agricultura familiar

O prefeito Júlio Cezar e a secretária municipal de Agricultura Manuella Barbosa se reuniram na última segunda-feira (24), em Maceió, com o secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) Álvaro Vasconcelos. No encontro foram discutidos vários assuntos relacionados à agricultura familiar, programa de melhoramento genético, transferência de embriões, cisternas, sistema de irrigação, produção de alimentos, entre outros pontos.

O secretário Álvaro Vasconcelos garantiu ao prefeito Júlio Cezar que os pleitos feitos ao governo de Alagoas, por meio da Seagri, terão prioridades e que os programas vão beneficiar diretamente as famílias que vivem do campo. “O propósito do governo Renan Filho é fortalecer ainda mais a agricultura familiar em todos os municípios, e Palmeira dos Índios também terá atenção especial no setor agrícola”, afirma o secretário.

Para o prefeito Júlio Cezar a receptividade do secretário da agricultura Álvaro Vasconcelos e, as reivindicações acatadas por ele para o município de Palmeira dos Índios, beneficiarão diretamente as famílias dos pequenos produtores rurais. “A parceria com a Seagri, além de estreitar a relação com o governo do Estado, também vai fortalecer ainda mais o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Secretaria de Agricultura de Palmeira dos Índios, que é levar ações às famílias da zona rural”, destacou o prefeito.

E continuou. “Também solicitamos ao secretário Álvaro Vasconcelos a implantação de programas como o de melhoramento genético, transferência de embriões, sistema de irrigação, máquinas e implementos agrícolas, entre outros. Quero aproveitar a ocasião para agradecer pela doação de sementes de feijão e milho aos pequenos produtores rurais. Temos uma boa expectativa para a safra este ano”, finalizou Júlio Cezar.

Na próxima semana, a Prefeitura de Palmeira dos Índios vai realizar um seminário e uma visita técnica para discutir a importância do Bálsamo para o município, com a participação de técnicos das duas Secretarias da Agricultura.


Baleia encalha viva na praia de Duas Barras, no Litoral Sul

Uma baleia encalhada foi encontrada viva, na manhã desse domingo (23), na praia de Duas Barras, no município de Jequiá da Praia, Litoral Sul de Alagoas.

Uma equipe do Instituto Biota foi até o local e, por volta das 15h30, conseguiu reintroduzir o mamífero, que seria um filhote da espécie Jubarte, na natureza. O bebê ainda tinha o cordão umbilical preso ao corpo.

“Conseguimos na terceira tentativa. Nas duas primeiras, como a maré estava baixa, ela não conseguiu atravessar a arrebentação das ondas”, conta Bruno Stéfanis, presidente do instituto.

Ele disse que as equipes avistaram animais adultos nas proximidades, subindo para respirar. “Talvez, eles estivessem se comunicando com o filhote”, destacou Bruno. Segundo ele, ao passar da arrebentação, o animal nadou, perpendicularmente, em direção ao Norte. Por isso, os técnicos do Biota estão percorrendo praias do Litoral Sul para certificarem-se de que o bebê baleia não encalhará em outro ponto do litoral Sul.

Segundo o Projeto Baleia Jubarte, essa espécie habita todos os oceanos e, assim como algumas outras baleias, a jubarte realiza uma migração anual. Durante o verão, ela se dirige às águas polares para se alimentar e, durante o inverno, migra para águas tropicais e subtropicais para acasalar e dar à luz.

“Assim, no Hemisfério Sul, as jubartes chegam por volta de junho/julho e permanecem até novembro/dezembro, quando retornam para as áreas de alimentação. As áreas de reprodução da espécie são tipicamente próximas a ilhas ou continentes e/ou associadas a ambientes coralíneos. A espécie se reproduz ao longo da costa Nordeste do Brasil e o Banco dos Abrolhos é o maior berço reprodutivo do Atlântico Sul”, diz texto do projeto em seu site.


Confira a previsão do tempo para próximos dias

A Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) disponibilizou a previsão do tempo para os próximos dois dias em Alagoas.

De acordo com os meteorologistas da Sala de Alerta, as chuvas começaram a se intensificar na noite na última quarta-feira (19) e a previsão é de que as elas permaneçam até a noite desta quinta-feira (20) nas regiões do Litoral, Zona da Mata e Baixo São Francisco.

Para hoje (20), a previsão é de chuva durante todo o dia nas regiões do Litoral, Zona da Mata e Baixo São Francisco. No Agreste, o tempo estará instável com chuvas isoladas. Já no Sertão, a previsão é de chuvas passageiras, intercaladas com tempo seco.

Na sexta-feira (21), a previsão se mantém de tempo chuvoso no Litoral, Zona da Mata e Baixo São Francisco. No Agreste e Sertão, existe a possibilidade de chuvas isoladas, intercaladas com momentos de tempo seco.

No sábado (22), a previsão é de tempo instável com possibilidade de chuvas nas regiões do Litoral, Zona da Mata, Baixo São Francisco e Agreste. No Sertão, existe a possibilidade de chuvas passageiras intercaladas com momentos de tempo seco.

As chuvas previstas não trazem risco de transbordamento nas principais bacias hidrográficas do Estado, bem como nas lagoas. É necessário manter a atenção às áreas de risco, pois o solo encontra-se saturado e instável.


Sala de Alerta prevê intensificação da chuva em Alagoas

A Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) divulgou que as condições atmosféricas estão favoráveis a intensificação da chuva à partir da noite desta quarta-feira (19) nas regiões do Litoral, Zona da Mata e Baixo São Francisco em Alagoas. A estimativa é que o quadro chuvoso permaneça até a noite de quinta-feira (20).

As chuvas deverão ter intensidade moderada, com possibilidade de pancadas em pontos isolados destas regiões. No Agreste, Sertão e Sertão do São Francisco, as chuvas deverão ser de intensidade fraca à moderada, sem risco para a população. Equipes da Sala de Alerta está monitorando as condições sinóticas e novas atualizações poderão ser enviadas a qualquer momento.

Segundo a previsão da Semarh, essas chuvas previstas, não trazem risco de transbordamento nas principais bacias hidrográficas do estado e também não impactarão significativamente nos níveis das lagoas. No entanto, pancadas intensas poderão provocar pequenos alagamentos em áreas vulneráveis com deficiência de drenagem, principalmente em áreas urbanas impermeabilizadas.

Ainda de acordo com a previsão, é necessário manter a atenção às áreas de risco de deslizamentos, pois o solo encontra-se saturado e instável.


BPA apreende pássaros e animais silvestres em feiras de Maribondo

Militares do Batalhão da Polícia Ambiental (BPA) apreenderam, neste domingo (16), dezenas de pássaros e animais silvestres nas feiras livres de Maribondo e Arapiraca. De acordo com o subtenente Pedro, apesar da apreensão em grande volume, ninguém foi preso.

“O problema neste tipo de trabalho é que ao perceber a presença da polícia os criminosos abandonam os animais e fogem. Quem vende aves e animais silvestres sabem que estão cometendo crimes”.

Entres os animais apreendidos estão espécies raras. Entre as aves foram aprendidas galos de campina, sanhaçu, rolinha, azulão, sofreu, papa-capim, caboclinho e até coruja. Ainda foram apreendidos na ação iguanas e saguis.

“A pessoas que for flagrada com animal silvestres pode ser condenada a pagar multar com valor que varia de acordo com o animal e quantidade das espécies, assim como, a prisão que pode ir de 6 meses a 1 ano de detenção”, completou o subtenente Pedro.

Os animais apreendidos foram trazidos para a sede do BPA, em Satuba, e depois serão encaminhados para a sede do Ibama, em Maceió, onde passarão por triagem antes de serem devolvidos para natureza.

 


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey