82 99641-3231

Joelma revela que foi agredida brutalmente por Ximbinha e arrastada pelos cabelos

A cantora Joelma fez graves revelações sobre Ximbinha, seu ex-marido, em entrevista à revista Marie Claire. Segundo ela, nos bastidores da banda Calypso, ela era vítima do guitarrista, quando estava sob efeito de álcool. Apesar de nos palcos parecer feliz e animada, só ela sabe o que passava às escondidas.

“Ele reclamava que profissionalmente me respeitavam mais do que ele. Isso o deixava irado. Sentiria muita vergonha se vissem meu rosto coberto por hematomas“, lamenta a artista, que ficou três dias trancada no quarto de um hotel após a primeira agressão, logo no início dos anos 2000.

Eles foram casados durante dezoito anos e o comportamento abusivo veio depois de alguns meses juntos, segundo Joelma. “Ele prometeu que nunca mais faria aquilo. Que se eu desse uma chance, provaria. Era o que ele sempre dizia: que não repetiria a agressão. Parecia mesmo arrependido. Acreditei“, relata.

No entanto, ela voltou a ser agredida dois anos depois: “Naquela tarde ele já estava bebendo havia uns dois dias, virado. Pedi pra alguém avisar que estava passando do limite. E essa pessoa foi chamá-lo. Estávamos numa casa em Recife, que tinha um segundo andar com uma varanda sem proteção, e lá embaixo havia um muro com umas armações de ferro. Ele veio transtornado porque eu tinha mandado chamá-lo e começou a bater a própria cabeça na parede“.

“As pessoas escutaram e pensaram que ele estava batendo a minha cabeça na parede. Uma pessoa dizia pra outra: ‘poxa, eu queria ir lá, mas estou com medo’. Até que um cantor da banda foi. Quando ele chegou, [Ximbinha] pegou o meu cabelo, saiu me arrastando e ia me jogar lá embaixo, nos ferros. O cantor o impediu. Não sei o que aconteceria comigo. Se perderia minha vida, se ficaria aleijada”, contou ela.

“Descobri que ele estava havia quase três anos com outra mulher. E que nesse mesmo tempo, desviava dinheiro da nossa empresa. E, apesar dos episódios de agressão anteriores, eu não sentia desconfianças ou ciúmes, não era do tipo que olhava o celular do marido. Sabia a senha e não olhava. Então um dia mandaram uma mensagem pra mim: ‘Quer saber a verdade? Olha o celular dele’. E realmente, quando peguei o celular descobri que me traía. A partir daí, parei de sorrir. Decidi na hora que me separaria“, revela.

Em um dos episódios, seu filho Yago, que estava com 20 anos, jogou o próprio pai no chão para sair em defesa da mãe: “Graças a Deus que meu filho não fez nada com ele. Mas o menino ficou traumatizado com a cena, porque gostava muito do pai [adotivo, Ximbinha]. Quando vi meu filho naquele estado, eu disse ‘não, acabou‘”.

“Meu medo era continuar naquele casamento. E, graças a esses históricos de agressão, consegui uma medida protetiva, uma distância mínima de cem metros”, disse ela, que após o fim da medida, a pediu novamente: “Eu disse: ‘Olha, não confio’. Entrei com outro pedido. Estou aguardando agora”.

“A Natalia, minha filha mais velha, também pediu a medida. Passei a temer pelos meus filhos. Pelas consequências que eles podiam ter por assistir à violência. Já estava cansada também e a história da traição foi como a última gota. A verdade é que chegou um ponto em que a violência que vivia me deixou como um zumbi. Era visível que eu não era mais a mesma“, conta.

Por fim, ela explica que a relação de Ximbinha parecia ser mais profissional, pelo dinheiro: “Eram muitos shows, quase todo dia. O objetivo dele parecia mais financeiro do que familiar“.

“Esse foi o segundo perdão mais difícil da minha vida. Fiquei três noites em claro, chorando de joelhos, pedindo pra Deus tirar o ódio de dentro de mim, que era muito forte. Não foi fácil. Não consegui logo. Mas quando consegui, foi como se tivesse me voltado o ar”, lamenta ela na entrevista, que foi a primeira com detalhes do ocorrido ao longo desses anos.


Erika Januza sofre ataque racista na web: ‘Até quando seremos alvo?’

A atriz Erika Januza, de 33 anos, sofreu ataques racistas nas redes sociais e publicou um vídeo, nesta segunda-feira (29), desabafando sobre o caso.
Ela contou que uma internauta chamada Amanda Souza republicou uma foto sua dizendo: “Eu odeio a Erika Januza quem acha ela feia e fedida curti e comenta (sic)”. O post, assim como o perfil da mulher, foram deletados do Instagram.

“O sentimento é de tristeza e de cansaço. Toda vez que isso acontece, me pergunto até quando seremos alvo de ataques, até quando teremos que falar em respeito. Alguns ainda acham que é o tal do Mimimi”, desabafou a atriz da Globo ao site da revista “Glamour”.


Após acidente, atriz da TV Globo é internada no Rio de Janeiro

A atriz Rosi Campos sofreu um acidente doméstico e está internada em um centro de saúde no Rio de Janeiro.

De acordo com o colunista Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”, Rosi sofreu uma queda dentro de casa. Ela está em observação e passa bem.

Assim que estiver recuperada, Rosi poderá voltar às gravações da novela “O tempo não para”, da TV Globo. Na trama, ela vive a personagem Dona  Agustina.


Anitta conquista o Latin American Music Awards 2018 com clipe de “Medicina”

Los Angeles – Anitta foi um dos destaques do Latin American Music Awards 2018, na noite desta quinta-feira (25) vencendo na categoria “Vídeo Favorito” pelo clipe de “Medicina”. A nossa brasileira desbancou nomes como Juanes (“Pa Dentro”), Nacho (“No te Vas”), Residente & Dillon Francis com iLe (“Sexo”) e Ricardo Arjona (“El Cielo a Mi Favor”).

“Estou muito surpresa com isso. Primeiro quero agradecer a todos que fizeram parte deste vídeo, que foi pensado no momento em que eu estava fazendo a canção no estúdio. E também quero agradecer por representar meu país, o Brasil”, disse a carioca.

Poucos minutos antes de ser premiada, Anitta fez uma performance ao vivo do single que a consagrou no Latin AMA 2018.

Gravado em seis países diferentes- Colômbia, Hong Kong, Índia, Estados Unidos, África do Sul e Brasil, o clipe de “Medicina acumula quase 100 milhões de visualizações em sua conta no YouTube.


‘Hater’ da mulher de Safadão é condenada a três meses de pena

A mulher de Wesley Safadão, Thyane Dantas, resolveu levar a ofensa de um hater para a Justiça e acabou ganhando o processo. A ré foi condenada por calúnia e difamação pela juíza Teresa Cristina Cabral Santana, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Santo André, em São Paulo.

De acordo com a coluna de Leo Dias, do jornal ‘O Dia’, a mulher foi acusada por dizer, nas redes sociais, que o sertanejo não era o pai do filho caçula de Thyane. A hater deverá cumprir uma pena de 96 horas de prestação de serviços comunitários durante três meses.


Gugu é condenado pela Justiça a pagar R$ 20 mil a ator

Gugu Liberato terá de pagar em R$ 20 mil por danos morais ao ator Vicente Telles, que atuou na novela “Mandacaru” (1997), da extinta TV Manchete. O apresentador ainda pode recorrer da decisão da Justiça do Rio.

Em 2015, Roberta Close deu uma entrevista ao ‘Programa do Gugu’, dizendo que Vicente se recusou a beijá-la em uma cena da novela, naquela ocasião. Em um primeiro momento, Vicente chegou a pedir R$ 1 milhão na Justiça depois que Gugu o anunciou como “o ator que não quis beijar Roberta Close”.

“Durante a exibição do programa pelos réus, em momento algum houve referência ao nome do autor. Todavia, é incontroverso que sua imagem enquanto contracenava na novela Mandacaru foi exibida por diversas vezes, envolta no mistério sobre qual o autor que teria se recusado a beijar Roberta Close”, diz trecho da sentença da juíza Márcia Correia Hollanda, da 47ª Vara Cível do Rio.

Já a defesa de Gugu diz que “não se tratou de indevido uso da imagem do ator ou exibição ofensiva, que pudesse ter causado abalo à honra ou à imagem”.

A juíza considerou o valor de R$ 20 mil razoável levando em conta os benefícios comerciais obtidos por Gugu e sua empresa com “a conduta ilícita”.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey