82 99641-3231

Campeã da 4ª edição do BBB perde dinheiro de prêmio após golpe

A primeira vencedora mulher do Big Brother Brasil, na quarta edição do reality show da TV Globo exibida em 2004, Cida contou que foi vítima de um golpe e perdeu todo o dinheiro do prêmio que conquistou no reality.

Logo após o fim da atração, a sister se afastou das câmeras e optou por curtir os R$ 500 mil longe da mídia, mas uma declaração da ex-BBB no Domingo Show, exibido na Record TV, deixou muitas pessoas de boca aberta!

A verdade é que Cida não pôde aproveitar muito da fortuna. Ela foi vítima de um golpe da própria assessora. “Eu nem gosto de falar muito, eu conheci uma pessoa que se dizia assessora e essa pessoa me pediu pra eu ser fiadora de uma casa, alugar para ela”, revelou.

“Eu fui fiadora dessa pessoa e, resumindo, ela não pagou o aluguel da casa em que ela estava, me colocaram na justiça. Fizemos um acordo e eu gastei um dinheirão na reforma da casa. E o acordo que fizemos era ela tirar meu nome no processo. Eu gastei o dinheiro que eu tinha todo e ela não tirou. Ela agiu de má fé comigo”, desabafou, aos prantos, e completou: “Hoje em dia as pessoas só pensam em bens materiais, em dinheiro, mas tem gente que se aproveita muito dos outros. Eu perdi a casa, foi à leilão. A verdade é essa”.

Na edição da ex-participante, o apresentador ainda era Pedro Bial e, desde então, o prêmio já triplicou. A última edição, o BBB18, teve Gleici Damasceno como ganhadora e a adreana levou o prêmio de R$ 1,5 milhão.


Morre aos 78 anos o jornalista Gil Gomes

Gil Gomes morreu aos 78 anos, nesta terça-feira (16), em São Paulo. O ex-repórter policial passou mal na segunda-feira (15) e foi encaminhado desacordado ao Hospital São Paulo, na zona sul da capital paulista, mas não resistiu. A informação foi confirmada pela família do jornalista.

De acordo com a família, a morte de Gil foi comunicada pelos médicos no início da manhã. A causa não foi divulgada.

— Ele estava na casa da filha dele. Passou mal ontem e foi encaminhado ao Hospital São Paulo. Passou a noite no hospital. Hoje de manhã recebemos a notícia. Ele estava com um grau de Parkinson muito avançado. Não sabemos a causa da morte ainda.

Gil era portador de Parkinson e desde 2005 lutava para combater a doença degenerativa que o fez perder o equilíbrio, além de ter dificuldades de se mover e sofrer com tremores.

O jornalista era casado com Eliana Izzo, sua segunda mulher, com quem teve duas filhas — Flávia e Nathalie. Antes dela, Gil ficou por 14 anos com a escritora Ana Vitória Vieira Monteiro. Juntos, eles tiveram três filhos: Daniel, Vilma e Guilherme — que morreu ainda jovem vítima de uma hepatite C. O jornalista também deixou quatro netos.

Gil Gomes se tornou um dos grandes nomes do rádio e da televisão brasileira por seu trabalho no jornalismo investigativo. O ex-repórter iniciou sua carreira na extinta Rádio Marconi, na década de 1960. Entre os anos 1991 e 1997, Gil conquistou o grande público na televisão ao integrar o time de repórteres do extinto Aqui Agora, programa do SBT.

Na ocasião, ele chamou a atenção por conta da linguagem popular e da dramatização que fazia para narrar as reportagens sobre crimes. As aparições de Gil eram marcadas com um gesto característico que ele fazia com a mão.

Em 1999, o ex-repórter participou da Escolinha do Barulho, da RecordTV e também comandou um programa na Rádio Tupi.

O jornalista descobriu o Mal de Parkinson em 2005 e ficou afastado da televisão por 12 anos para tratar a doença. Em 2016, ele voltou ao trabalho quando recebeu o convite de um empresário, dono de uma farmácia, para comentar um programa patrocinado por uma rede de farmácias.

Na época, em entrevista ao R7, Gil comemorou o retorno. “Esse trabalho está me fazendo muito bem. Melhorou minha cabeça, meu entusiasmo, minha vontade de viver. Eu andava cabisbaixo, estive arrasado. Minhas pernas estão boas, mas não saia da poltrona.”

Na mesma reportagem, ele também declarou que tinha vontade de trabalhar até o último dia de vida. “Quero continuar trabalhando, honrar o nome que tive, o nome que tenho e o nome que terei. Eu sou forte.”


Morre, aos 92 anos, a escritora espiritualista Zibia Gasparetto

Morreu, aos 92 anos, em São Paulo, a escritora Zibia Gasparetto. Ela lutava contra um câncer no pâncreas. O enterro será às 15h no Cemitério de Congonhas. O velório acontece nesta manhã. Há cinco meses, ela perdeu um dos filhos, o apresentador Luiz Gasparetto, de 68 anos, que morreu de câncer no pulmão.

Em 68 anos dedicados ao espiritismo, Zibia Gasparetto publicou 58 obras e teve mais de 18 milhões de livros vendidos. Os livros dela fazem uma espécie de ponte entre os vivos e os que já morreram. Nas redes sociais, a equipe da escritora confirmou a morte.

“O astral recebe com amor uma de suas representantes na Terra”, diz o texto. “Zibia Gasparetto, 92 anos, completou hoje sua missão entre nós e parte para uma nova etapa ao lado de seus guias espirituais, deixando uma legião de fãs, amigos e familiares, que foram tocadas por sua graça, delicadeza e por suas palavras sábias”.

Em várias entrevistas, Zibia Gasparetto dizia ser médium consciente, quando recebia mensagens como se fosse alguém a sussurrar no ouvido dela sobre o que deveria ser escrito. Ela costumava escrever quatro vezes por semana, utilizando o computador.

“Esse legado será eterno e os conhecimentos de Zibia sobre as relações humanas e espirituais serão transmitidos por muitas e muitas gerações. Ela segue em paz ao plano espiritual, olhando por todos nós”, diz a equipe da escritora.


Acidente entre nove carros mata atriz e seus três filhos

A atriz norte-americana ChelseyRai S. Standberry, que ficou conhecida pela série Flags in the Field, morreu em um acidente de carro que envolveu nove veículos no Texas, Estados Unidos. Além dela, os três filhos Anthony, 10 anos, Anaiyah, 8, e Chase, 6, não resistiram aos ferimentos e faleceram no local.

Segundo site Deadline, também estavam no carro de ChelseyRai o marido, a enteada e a sogra. Eles estão no hospital e sofreram ferimentos leves.

Os passageiros dos outros veículos envolvidos no acidente passam bem.

Além da série de sucesso nos Estados Unidos, ChelseyRai S. Standberry estava trabalhando nas filmagens do longa The Delaney Chronicals.

Recentemente, pode ser vista no filme Thing My Daddy Should’ve Told Me.


Miss anuncia namoro com cantor alagoano Mano Walter

Alagoas 24 horas

Em suas redes sociais, a miss Santa Catarina 2018, Débora Silva, revelou o namoro com o cantor alagoano Mano Walter.

Em seu post, a miss destacou o jeito simples do artista. “E de mansinho você chegou! Com seu jeito simples e encantador de ser, despertou em mim o verdadeiro significado de amar! Eu só posso agradecer a Ele por ter feito com que nossos caminhos se cruzassem!”, diz Débora.

Ela ainda falou que Mano Walter é a razão de sua felicidade e citou um trecho da música “meu abrigo” da banda Melim. “Você é a razão da minha felicidade, não vá dizer que eu não sou sua cara metade, meu amor por favor, vem viver comigo… No seu colo é o meu abrigo’. Meu presente de Deus @mano_walter”.


Ex-Pânico tem prisão decretada pela Justiça

Carlinhos Silva, humorista ficou conhecido por interpretar o personagem Mendigo, comentou o mandado de prisão que recebeu por não pagar a pensão do filho Arthur Henrique, de 7 anos, fruto do relacionamento com a assistente de palco Aline Hauck. Em entrevista ao Fofocalizando desta quarta-feira (3), ele negou que esteja foragido da polícia e disse que vai pagar a dívida, de cerca de R$ 400 mil, na cadeia.

“Não estou foragido da polícia. Estou aqui na minha casa. Vamos nos informar aí”, disse ele, que explicou que não paga a pensão desde janeiro deste ano.

“Ser pai é básico. Meu filho nasceu e desde o primeiro mês fui na casa dela (Aline) e me propus a pagar a pensão de R$ 3 mil. Ela não aceitou. Me coloquei a disposição. Depois de um tempo recebi um mandado”, explica.

Além de ter uma redução no orçamento após o fim do Pânico na TV, Carlinhos alega que atrasou a pensão porque tem tido o contato com o filho negado pela ex.

“Um ano e nove meses que não conseguia conviver com o meu filho, mas pagava. Sou um cara correto. Se eu fosse um mendigo, vagabundo, não trabalhasse, não teria direito de ver o meu filho. Tentei. Fui no aniversário, Dia dos Pais, Natal e não consegui ver. Tem uma hora que você cansa de ser humilhado. Desde janeiro deste ano não pago. Não quero mandar só dinheiro, quero dar amor. Vou pagar na cadeia. Tenho meu apartamento lindo e maravilhoso. Vamos vender”, explicou.

“Não é valor, é a necessidade da criança. O que a criança precisa? Vamos dividir? Ela não quer esse acordo. Já tentei. Estou querendo fazer acordo desde que meu filho nasceu. A (Aline) conheceu a realidade do Carlinhos, que não está bem financeiramente e psicologicamente.”

Em entrevista ao programa Câmera Record, Carlinhos já havia comentado o problema com a Justiça. “Se for para ser preso, eu vou, mas não vou mais pagar pensão para não ver meu filho. Não tenho medo de cadeia. Criança virou um bem, cara. Mesmo se eu tivesse [dinheiro], não iria pagar, a não ser que ela pague o tempo que perdi com meu filho”, disse ele.

Em entrevista para o Fofocalizando, Fabiana Pólito, uma das advogadas de Aline no caso, negou que sua cliente proíba Carlinhos de ver o menino. “Por livre e espontânea vontade ele não vai ver o filho”, confirmou.

“Ele requer a revisão de alimentos, mas cabe a ele provar que a situação financeira dele mudou. Ele não provou e não provando, não vai ter revisão.”

O OUTRO LADO

Em seu Instagram, Aline Hauck lamentou tudo o que o ex disse sobre ela no programa. “As pessoas costumam falar: ‘por que você fica quieta?’ Mas o que adianta falar? Preciso falar na Justiça. Mas estou cansada! Ser injustiçada em rede nacional é o golpe mais sujo que alguém pode ter. Minha história tem muita baixaria que o outro lado faz e nunca falei nada. Mas agora estou com advogados maravilhosos que estão nessa briga comigo e que estão do meu lado e vão me proteger”, disse ela na tarde desta segunda-feira (24).

Procurada por QUEM, Fabiana Pólito garantiu que sua cliente nunca impediu que Carlinhos visitasse o filho. “O filho está à disposição para ele visitar quando quiser, ele não o visita porque não quer. Ele acha que se não visitar está isento de arcar com o dever de sustento. O que acontece é que ele está inconformado porque algumas medidas judiciais estão para estourar na imprensa a qualquer momento”, contou Fabiana.

A advogada revelou que, desde 2014, ele não cumpre a execução de alimentos, nem propôs o parcelamento da dívida, que chega a aproximadamente R$400 mil. “Ele alega não ter condições financeiras. Já demos várias oportunidades. Mas tivemos que partir para uma medida mais drástica porque é um direito da criança. Outro dia o convênio médico do menino foi cancelado e ele sequer informou sobre o cancelamento. O que ele está querendo é usar o filho para se promover. Mas ele não tem o direito de expor a criança na imprensa, ainda que seja filho dele”, concluiu Fabiana.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey