82 99641-3231

Classificada, França aguarda adversário para final da Copa do Mundo

França derrotou a Bélgica por 1 x 0 e está na final da Copa do Mundo. O time do técnico Didier Deschamps adotou a estratégia de esperar a Bélgica, que mudou seu estilo de jogo em relação ao que fez contra o Brasil.

E foi justamente ao tomar a iniciativa do ataque que os belgas perderam os espaços para as jogadas em velocidade. Lukaku, que infernizou a seleção brasileira nas quartas de final, nada fez hoje.

De Bruyne, autor do gol que eliminou o Brasil, errava passes, sobretudo após o gol francês, surgido da cabeçada de Umtiti aos cinco minutos do segundo tempo. O nervosismo tomou conta do meio-campista, que teve poucas chances. O melhor jogador da Bélgica foi Hazard. No primeiro tempo, o camisa 10 belga criou várias chances pela esquerda do ataque, mas o último passe não chegava limpo para os companheiros, que estavam bem marcados pelos franceses.

Copa 2018, Bélgica e França, Início de jogo

Já os franceses tinham Mbappé, que foi muito importante, principalmente depois do gol. O atacante era a principal opção em velocidade. Além disso, Pogba, Kanté, Matuidi e Griezmann eram eficientes no meio campo francês. Marcavam quando estavam sem a bola e ligavam contra-ataques com bons passes e avanços em velocidade. Três jogadores belgas foram punidos com cartão amarelo por parar com falta os contra-ataques da França.

“Foi duro hoje. Parabéns aos jogadores. Sinto muito orgulho em relação ao meu grupo”, disse o treinador Didier Deschamps. O treinador da Bélgica, o espanhol Roberto Martinez, também se mostrou satisfeito com o desempenho dos seus jogadores, apesar da derrota. “O jogo de bola parada que resolveu. Foi um jogo muito apertado, equilibrado. Eu não podia pedir mais dos meus jogadores. No futebol, um time ganha e outro perde. O jeito que os [meus] jogadores jogaram é que foi importante”.

Pressão no primeiro tempo

O primeiro tempo mostrou uma Bélgica mais agressiva, propondo o jogo. Os belgas chegavam com perigo, principalmente pela esquerda do ataque, com Hazard. O camisa 10 belga infernizava a defesa da França por aquele lado. Aos 6 minutos, ele invadiu a área e cruzou rasteiro, mas o zagueiro Umtiti afastou. Dez minutos depois, Hazard recebeu de De Bruyne na entrada da área, bateu cruzado. A bola passou rente à trave de Lloris, assustando a torcida francesa.

A França apostava nos contra-ataques em velocidade. Pogba e Griezmann foram as principais válvulas de escape na primeira etapa, acionando Mbappé. Quem destoou no ataque foi Giroud. O centroavante francês não conseguiu aproveitar as poucas chances que teve. A melhor chance da França foi com Pavard. O lateral recebeu um lindo passe de Mbappé, que furou a defesa e o deixou cara a cara com Courtois. O goleiro belga, no entanto, fez uma defesaça.

Gol no segundo tempo

O segundo tempo trouxe a Bélgica novamente no ataque, mas sem precisão. E quando os Diabos Vermelhos tentavam retomar o ritmo ofensivo, a França fez seu gol, com o zagueiro Umtiti. O gol saiu após um escanteio conseguido por Giroud. O centroavante, que tinha errado tudo que tentava até então, recebeu a primeira bola com condições claras de dominar e bater para o gol. Courtois fez a defesa e jogou para escanteio. Mas, na cobrança, o goleiro não pôde evitar a cabeçada certeira do zagueiro francês, que ganhou de Fellaini no alto e fez o único gol do jogo.

A Bélgica sentiu o gol e começou a errar passes que, até então, eram trocados de pé em pé com facilidade. Recuada, a França aproveitava os contra-ataques e teve mais chances claras de ampliar do que a Bélgica de fazer o seu gol de empate. Nos últimos minutos, os franceses gastaram o tempo e os belgas já não conseguiam recuperar a bola e avançar.

Já garantida na final, a França espera o vencedor de Inglaterra e Croácia, que se enfrentam amanhã (11), na outra semifinal. A Bélgica, por sua vez, enfrentará o perdedor do jogo de amanhã, na decisão do terceiro lugar.


França x Bélgica: onde assistir ao jogo de semifinal da Copa do Mundo

França x Bélgica se enfrentam nesta terça-feira, às 15h (horário de Brasília), em São Petersburgo, pelas semifinais da Copa do Mundo Rússia 2018.

A partida será transmitida por FOX Sports (tv fechada), SporTV (tv fechada) e Rede Globo (tv aberta). O EL PAÍS também fará a cobertura ao vivo da partida, minuto a minuto.

A semifinal marca o encontro de duas badaladas gerações que eliminaram Argentina, Uruguai e Brasil, as principais seleções sul-americanas, no mata-mata do Mundial.

Os belgas, que passaram pelos brasileiros nas quartas (2 a 1) com grande atuação do trio De Bruyne, Hazard e Lukaku, enfrentam o ataque francês formado por Mbappé, Griezmann e Giroud, que desbancou os uruguaios ao ganhar por 2 a 0.

O vencedor do confronto decide o título mundial com Inglaterra ou Croácia, que duelam na outra semifinal.


PSG faz oferta de R$ 1,2 bilhão por Philippe Coutinho, do Barcelona

O Brasil não chegou muito longe na Copa do Mundo e os torcedores brasileiros tiveram motivos para ficar decepcionados. Philippe Coutinho, porém, foi o que menos decepcionou.

Principal jogador do Brasil na competição, Coutinho aparenta estar com moral elevada na Europa. Segundo ‘El Mundo Deportivo’ (jornal catalão), o PSG ofereceu 270 milhões de euros (cerca de R$1,3 bilhão) para contratar o jogador brasileiro e reeditar a dobradinha com Neymar no clube francês.

A proposta que, inclusive, já teria sido enviada ao agente de Coutinho, não agrada o Barcelona. Isso porque o clube não tem a intenção de vender o jogador, que acabou de ser comprado junto ao Liverpool por 160 milhões de euros.

Nesta Copa, o meia participou dos cinco jogos que o Brasil disputou, marcou dois gols e deu duas assistências, sendo o melhor jogador da Seleção na fase de grupos.

No Barcelona seu desempenho também foi satisfatório na sua primeira temporada com o clube blaugrana: em 22 partidas, Coutinho marcou dez gols e deu seis assistências.


Após eliminação, seleção brasileira se prepara para deixar a Rússia

Um caminhão estacionou na porta do Mirage Hotel, onde a seleção brasileira está hospedada em Kazan, na manhã deste sábado (7), já tarde na Rússia, para carregar as malas da delegação brasileira ao aeroporto na viagem de volta para casa.

Até o momento, quase 10 horas após o elenco deixar a Arena Kazan depois de ser eliminado da Copa do Mundo, nenhum membro da delegação circulou pelos arredores do Mirage.

O clima na saída do estádio foi de velório, com Renato Augusto comparando a queda “à morte de alguém querido”.

A seleção deixa o local às 9h45 com destino ao aeroporto de Kazan. O voo de volta sai às 11h, faz escala em Madrid e chega no Rio de Janeiro às 5h deste domingo (8).

Alguns jogadores sairão antes em voos próprios ou desembarcarão em Madrid. A tendência é que a maior parte dos atletas que mora fora do Brasil não volte ao país neste momento.

A seleção foi eliminada da Copa do Mundo nesta sexta-feira (6) após derrota por 2 a 1 contra a Bélgica, pelas quartas de final.


Seleção Brasileira perde para a Bélgica e dá adeus à Copa do Mundo

A geração belga é verdadeira. Nesta sexta-feira (6), o time de Hazard, Lukaku e Kevin De Bruyne fez 2 a 1 na Seleção Brasileira e está na semifinal da Copa do Mundo. Na terça-feira, às 15h, os belgas enfrentam a França tentando garantir a vaga em sua primeira final da história. O Brasil dá adeus à competição.

O começo de jogo bem que deu a impressão de que a tarde seria brasileira. Logo aos sete minutos, Neymar cobrou escanteio da esquerda, Miranda escorou no primeiro pau e Thiago Silva, sozinho, desviou com a coxa e a bola morreu na trave.

Dois minutos depois, a defesa adversária não conseguiu afastar e Paulinho apareceu livre para finalizar, mas o chute saiu sem força e Courtois fez a defesa.

Não demorou para o pesadelo brasileiro começar. Aos 12, Chadli bateu escanteio e Fernandinho desviou contra a própria meta e pegou Alisson de surpresa. Gol contra brasileiro em Kazan.

Em desvantagem, a Seleção se atirou para o campo de ataque em busca do empate, mas esbarrou em um paredão vermelho e amarelo montado pelo técnico Roberto Martínez em frente à área e começou a dar espaços para o contra-ataque.

Aos 30, Lukaku ganhou de Fernandinho no campo de defesa, deixou o brasileiro para trás e rolou para para De Bruyne soltar a bomba da entrada da área. Alisson tentou, mas não conseguiu chegar na bola. Dois para a Bélgica, zero para o Brasil.

No segundo tempo, Tite colocou Roberto Firmino no lugar de Willian, Douglas Costa no de Gabriel Jesus e Renato Augusto no de Paulinho. O resultado apareceu aos 30 minutos. Após belo levantamento de Philippe Coutinho, Renato Augusto surgiu livre entre os zagueiros belgas para diminuir.

No final do jogo, mais duas chances: na primeira, Coutinho serviu Renato Augusto, que bateu para fora. Depois, o próprio Coutinho recebeu belo passe de Neymar dentro da área, mas bateu por sobre o gol.


Lateral direito, Danilo se lesiona em treino e está fora da Copa do Mundo

A seleção brasileira sofreu uma baixa para a partida desta sexta-feira (06) contra a Bélgica e para os possíveis dois últimos jogos da Copa do Mundo.

O lateral direito Danilo se machucou durante o treino de véspera pelas quartas de final em Kazan e não tem mais condições de jogar a principal competição do futebol.

Ele machucou o tornozelo esquerdo após entorse durante a atividade e foi realizar exames ao lado do médico Rodrigo Lasmar depois de retornar à concentração.

Segundo a CBF, os resultados “confirmaram a lesão” ligamentar e o jogador do Manchester City “não possui tempo suficiente de recuperação no período de disputa da Copa do Mundo”.

Com isso, apenas Fagner é o lateral direito de ofício restante no elenco.

Por outro lado, Danilo solicitou e permanecerá junto ao elenco, tendo iniciado o tratamento com o departamento médico da seleção.

O lateral direito começou a Copa na Rússia como titular após a lesão grave que tirou Daniel Alves do torneio. No entanto, após o jogo contra a Suíça na estreia, ele sofreu uma lesão no quadril e perdeu a posição para Fagner.

Assim, o jogador do Corinthians – terceira opção para a lateral antes da Copa – será o único atleta de ofício na posição para as eventuais três partidas do Brasil na Rússia. Marquinhos e Fernandinho são possíveis substitutos.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey