Maior escola de enfermagem do estado está com vagas abertas em Palmeira dos Índios

Foto: Divulgação/ Escola de Enfermagem Santa Juliana

A Escola de Enfermagem Santa Juliana está com  vagas abertas para o curso de nível técnico de enfermagem. A instituição de ensino é considerada a maior do estado, com unidades em Maceió e Palmeira dos Índios e por esse motivo é a instituição que mais envia profissionais para o mercado de trabalho.

No total, são apenas 50 vagas por turma. E os alunos terão aulas práticas e teóricas com um moderno simulador de hospital dentro da própria instituição, além disso a escola conta com estágio hospitalar para o desenvolvimento real dos alunos.

A instituição apenas exige que os alunos tenha finalizado o ensino médio e ter 18 anos ou completa-los até o início do estágio supervisionado. A mensalidade custa R$ 150.

O interessados precisa comparecer na secretaria da Escola de Enfermagem Santa Juliana, localizada na Rua Pedro Barbosa, 271/291 – São Cristóvão, Palmeira dos Índios – AL, no prédio que funciona o Santo Agostinho. Mais informações ligue (82) 99934-2835 / (82) 99925-6827.


Confira calendário de matrícula para aprovados no Exame do Ifal em Palmeira dos Índios

Na tarde desta, terça-feira, 03, a espera dos oito mil inscritos no Exame de Seleção do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) 2018.1 terminou, afinal a Comissão Permanente de Exames de Seleção (Copes) divulgou a relação dos aprovados no certame. Em Palmeira dos Índios, foram oferecidas 240 vagas dos cursos técnicos integrados ao ensino médio (Edificações, Eletrotécnica e Informática) e 40 no subsequente (Segurança do Trabalho).

Os classificados deverão comparecer à sala 22, no primeiro andar do campus, bloco administrativo, munidos da relação dos documentos constantes no edital do exame.

Confira as datas:

Curso subsequente – Segurança do Trabalho

22 e 23/01/2018 das 13h às 20h

Cursos Integrados:

Edificações – 16/01/2018 das 8h às 13h

Eletrotécnica – 17/01/2018 das 8h às13h

Informática – 18/01/2018 das 8h às13h

Para mais informações entre, em contato com a Coordenadoria de Registros Acadêmicos: 2126-6371 ou acesse o site: https://exame3.ifal.edu.br/

Fonte: IFAL Palmeira dos Índios

Joelma Toledo é homenageada em formatura do ABC em Palmeira dos Índios

A professora e vereadora Joelma Toledo (MDB), foi homenageada como madrinha da turma de formatura do ABC do Colégio Diocesano Sagrada Família, em Palmeira dos Índios.

A vereadora que compôs a mesa ao lado do diretor Pe. Leandro e do vice diretor, Jorge falou que se sentiu muito lisonjeada em ter sido convidada para ser a madrinha da turma. “Fico muito agradecida por lembrarem de mim nesse momento especial, parabenizo o Pe. Leandro o vice diretor Jorge e todos os coordenadores e professores pelo belíssimo trabalho e por uma educação de qualidade!” disse Joelma Toledo.

Joelma que está como vereadora, mas seguiu os passos de sua mãe, Dona Jocelina, e se tornou professora, assumiu também os cargos de secretária adjunta de educação, articuladora do selo UNICEF e coordenadora pedagógica. Sempre enfatizou a importância da educação para dá um futuro melhor aos jovens.

A alguns dias a vereadora teve um projeto que premia os melhores professores do ano aprovado na Câmara, mostrando assim sua preocupação com a classe profissional.

SEMPRE COM A EDUCAÇÃO

Apesar de não está na ocupação de professora, Joelma Toledo não se afasta do oficio, sempre está presente nas ações na área da educação, principalmente da educação pública. Em outro momento a vereadora participou de uma amostra pedagógica das salas de AEE, na Escola Municipal Gerson Jatobá.

O atendimento educacional especializado (AEE) é um serviço da educação especial que identifica, elabora, e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade, que eliminem as barreiras para a plena participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas.

O ensino oferecido no atendimento educacional especializado é necessariamente diferente do ensino escolar. Algumas das atividades desenvolvidas no atendimento educacional especializado são: o ensino da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e do código BRAILLE, a introdução e formação do aluno na utilização de recursos de tecnologia assistiva, como a comunicação alternativa e os recursos de acessibilidade ao computador, a orientação e mobilidade, a preparação e disponibilização ao aluno de material pedagógico acessível, entre outros.

 

 


Vereador Cristiano Ramos faz balanço positivo das ações durante o ano

Vereador Cristiano Ramos (PDT) (Foto: Assessoria/Câmara)

O vereador Cristiano Ramos (PDT) fez um balanço positivo das ações desenvolvidas ao longo do ano na Câmara Municipal de Palmeira dos Índios. Durante entrevista a Rádio Sampaio, o parlamentar disse que 2017 foi um ano de muita luta, mas também de várias conquistas e aprendizado.

 

De acordo com Cristiano Ramos, as ações do mandato foram desenvolvidas tomando por base alguns importantes pilares de atuação, como por exemplo a produção legislativa, participação popular, fiscalização e ação social.

 

“Este foi um ano de muita luta, um ano de crise no Brasil inteiro, no entanto um ano de bastante esperança para a cidade de Palmeira dos Índios, porque todos nós temos trabalhado para conseguir melhorias para a nossa cidade. Todos os vereadores tem travado um debate qualificado neste Plenário”, avaliou Cristiano Ramos.

Ainda Cristiano, a parceria com o poder executivo facilitaram a realização de vários projetos em Palmeira dos Índios. “O prefeito Júlio é um parceiro quando o assunto é melhorar Palmeira, ele tem dado o seu melhor  estamos aqui trabalhando para que nosso município avance.” afirmou o vereador.

INFRAESTRUTURA

Deputado Federal Ronaldo Lessa e Vereador Cristiano Ramos

Na infraestrutura vários locais foram contemplados pelas indicações de calçamento do vereador Cristiano Ramos, como por exemplo o Sabiá, Parque das Mangueiras, Juca Sampaio, Loteamento Vegas, Povoado Criminoso, Povoado Cabaceiro, Povoado Batingas, Bairro São Luís, São Cristóvão e muitos outros.

Além o vereador solicitou ao prefeito a construção de praças e espaços de lazer para o Sabiá, que segundo o vereador era um bairro muito esquecido pelo poder público. Cristiano informou também que conseguiu junto com apelos feito pelo empresário Gileninho Sampaio, uma emenda de r$ 1 milhão com o Deputado Federal Ronaldo Lessa, para o ano de 2018, onde essa emenda será destinada ao calçamento do Sabiá.

EDUCAÇÃO

Já na educação Cristiano Ramos teve várias indicações aprovadas, mas as mais importantes segundo o vereador foram a de nº 077/2017 que indica a criação de uma Escola Agrotécnica, nº 401/2017 que solicita do prefeito o reparo no prédio da Escola do povoado Bem-Te-Vi, onde é utilizada por alunos do EJA, nº440/2017 que objetiva a doação de terrenos para as Escola Estadual Graciliano Ramos e a Escola Djanira Santos para construção de ginásios e a considera mais importante que é de nº593/2017 que solicita a doação de terreno para a construção do Hospital Universitário onde será implantado o curso de medicina, fisioterapia e odontologia pelo CESMAC.

Vereador Cristiano Ramos visitando Posto de Saúde na zona rural de Palmeira dos Índios

SAÚDE

Na área da saúde o vereador apresentou vários projetos, entre eles o de nº 629/2017 que solicita a criação de um Centro de Zoonose, requerimento nº 033/2017 solicita a presença de um técnico em nutrição nas escolas e creches públicas, indicação nº 261/2017 implantação de uma Unidade de Suporte Avançado do SAMU, indicação nº 400/2017 reforma do prédio da associação da Lagoa de Canafístula onde é realizado para atendimento médico, indicação nº 678/2017 mutirão de saúde no povoado Moreira e a disponibilização de mais um médico para a comunidade, indicação nº 016/2017 instalação de uma extensão do PSF para o povoado Canafistula do Moreira.

 

EMPREGO, RENDA E AGRICULTURA

Um dos projetos considerados mais importante para gerar emprego e renda segundo o vereador, é o projeto do Shopping Popular. No projeto o shopping popular seria em um local estratégico, ou seja, no terminal de embarque e desembarque de vans intermunicipal, assim todos os passageiros que entram ou saem de Palmeira passaria pelo shopping.

Para gerar emprego e renda o vereador através da indicação nº106/2017 solicitou a criação do Restaurante Popular, na de nº105/2017 solicitou o cadastros de profissionais autônomos, artesãos e costureiras e a implantação de APLs, com a indicação 379/2017 solicitou a viabilidade da barragem do Bálsamo para a piscicultura, indicação nº 260/2017 solicitou medidas para a criação de fruticultura e horticultura próximo ao Balsamo, indicação nº 491/2017 o vereador solicitou a implantação da cadeia produtiva de tilápia em cativeiro, indicação nº 037/2017 aquisição de um veículo para locomoção de técnicos da agricultura, indicação nº038/2017 solicita a aquisição de tratores para aração e plantio, indicação nº036/2017 solicita a substituição das casas de taipa de famílias que vivem em condições precárias.

 

 


Renan Filho autoriza pagamento do rateio do FUNDEB para professores

Edvaldo Júnior

Em 2015 o rateio do Fundeb para os professores da rede pública estadual de Alagoas foi o maior da história: R$ 73,5 milhões, valor que era equivalente a 3 folhas mensais para os servidores. Em 2016, o valor das “sobras” foi menor: cerca de R$ 53,5 milhões, correspondente a 2,3 folhas mensais.

O governo do estado ainda não anunciou o valor, mas já confirmou que vai pagar o rateio relativo ao ano de 2017. O pagamento pode sair no final deste ano, mas provavelmente será no começo de 2018.

O governador Renan Filho confirmou que o anteprojeto de lei está na Procuradoria Geral do Estado. “Será enviado para a Assembleia Legislativa o mais breve possível e pretendemos fazer o pagamento após sua aprovação pelos deputados”, aponta.

O secretário de Educação e vice-governador de Alagoas, Luciano Barbosa, avisa que já adotou todas as medidas, incluindo o envio para o Palácio dos Palmares do processo em que solicita o envio de projeto de lei para a Assembleia Legislativa do estado autorizando o pagamento do rateio do Fundeb, para assegurar o pagamento a mais de 15 mil professores – entre efetivos e contratados.

O secretário do Gabinete Civil adianta que o projeto deve ser enviado para a ALE até esta quarta-feira, 20: “o projeto está na tramitação interna e vai ser encaminhado para apreciação dos deputados já nesta terça-feira ou no mais tardar na quarta-feira”, adianta Fábio Farias.

O que se espera é um valor menor para rateio do Fundeb do que foi pago no passado. Mas ninguém, ninguém mesmo, sabe quanto será. Isso porque os repasses do fundo foram iguais ou menores, na maior parte do ano, do que os de 2016.

Mas tudo pode acontecer, até porque ainda faltam duas parcelas e – boa notícia – desde novembro as transferências federais estão em alta. Como explica o Luciano Barbosa, “ainda é muito prematuro” para definir os valores.

O que é

O pagamento do rateio (divisão das sobras da aplicação de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB com os servidores em efetivo exercício no magistério da educação básica) depende de lei específica.

Dependendo da tramitação do projeto de lei na ALE, o pagamento poderá ser feito no final deste ano ou no começo de 2017.

Aqui, algumas informações “pescadas” no site do Sindicato dos Trabalhadores na Educação de Alagoas:

O rateio é baseado na lei 11.494 (Lei do Fundeb) que prevê em seu artigo 22 a aplicação de pelo menos 60% dos recursos anuais do fundo para o pagamento dos profissionais do magistério em efetivo exercício na rede pública. Quando essa aplicação ao longo do ano não atinge sua totalidade, o gestor deve distribuir essa sobra com aqueles que recebem pela folha dos 60%.

Quem são os profissionais que terão direito ao rateio?

Os profissionais do magistério da educação: docentes, profissionais que oferecem suporte pedagógico direto ao exercício da docência: direção ou administração escolar, planejamento, inspeção, supervisão, orientação educacional e coordenação pedagógica, desde que estejam em pleno exercício na educação e sendo pagos pela folha dos 60% do FUNDEB.

Os monitores têm direito ao rateio?

Sim, os monitores prestam serviços de docência e recebem pelos 60% do FUNDEB.

Resumindo: Tem direito ao rateio todas e todos que estão recebendo pelos 60%.

E quando e quanto será pago o rateio?

Após o encerramento do ano no que diz respeito ao fechamento por parte do MEC dos recursos do FUNDEB do ano em questão, conferindo com o que está previsto para aplicação no ano e o que realmente foi recebido como total de recursos do Fundeb pelo estado ou município. Ao fechar as contas, se não chegar a atingir com pagamento do salário de professor os 60%, a “sobra” deverá ser, dentro do que diz a Lei do FUNDEB, repartida entre aqueles que têm direito proporcional à folha, podendo chegar ao correspondente a 01 (uma) folha/salário ou mais.


Projeto de lei pretende premiar professores da rede pública em Palmeira dos Índios

Vereadora Joelma Toledo (PMDB) (Foto: Assessoria/Câmara)

A vereadora de Palmeira dos Índios, Joelma Toledo, apresentou a Câmara Municipal de Vereadores um projeto de lei de Nº 075/2017 que cria o prêmio “Professores Excelência do Ano”, destinado a premiar os professores da rede pública com melhor desempenho no ano letivo.

Para a vereadora, o projeto de lei foi criado visando a necessidade de melhoria de qualidade da educação a elevação dos indicadores educacionais de Palmeira, a valorização dos profissionais da educação, para incentivar o aumento da qualidade de ensino na rede municipal e pela necessidade de estabelecer políticas de estímulo aos professores que fazem a diferença em sala de aula.

Desta forma, com o projeto de lei aprovado, será mais um incentivo para o desenvolvimento de ações e projetos voltados a melhoria da qualidade do ensino das escolas.

“Sempre me dedico à educação, pois acredito no futuro de nossos jovens. Lugar de criança é na escola e vamos incentivar aos profissionais da educação para que eles trabalhem com amor e dedicação para ensinar as nossas crianças. Os melhores professores serão premiados coma Medalha de Mérito Educacional.”, comentou a vereadora e também professora.