82 99641-3231

Uncisal divulga 2ª chamada de aprovados no Vestibular 2017

Matrículas acontecem nos dias 7, 8 e 9 de fevereiro


A Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), divulgou  nesta sexta-feira, dia 03, a lista de convocados na 2ª chamada do Vestibular 2017.

A lista pode ser acessada aqui.
O chamamento é para preenchimento de vagas existentes no corpo discente da Universidade, por desistência de candidatos aprovados no Vestibular 2017.

Documentos

Os convocados devem se apresentar à Controladoria Acadêmica, situada no térreo do prédio da Uncisal, nos dias 07, 08 e 09 de fevereiro, das 8h às 12h, para matrícula, portando a seguinte documentação: Histórico Escolar do Ensino Médio (original e cópia); Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou equivalente (original e cópia); Cédula de Identidade (original e cópia); Título de Eleitor com comprovante de votação na última eleição (original e cópia); Certidão de Nascimento ou Casamento (original e cópia); Prova de quitação com o serviço militar, para maiores de 18 anos, se do sexo masculino (original e cópia); 01 (uma) foto 3×4 e  CPF (original e cópia).

O não comparecimento caracterizará a desistência da vaga.


Inscrições para as 214 mil bolsas do Prouni terminam nesta sexta-feira

As inscrições para a edição do primeiro semestre do Programa Universidade para Todos (Prouni) teminam às 23h59 desta sexta-feira (3), pelo site http://siteprouni.mec.gov.br. O resultado será divulgado na próxima segunda-feira (6).

O Prouni distribui bolsas de estudo totais e parciais na rede particular de ensino superior de acordo com o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e leva em conta a situação socioeconômica da família do candidato. É uma alternativa para quem não conseguiu uma vaga na rede pública de ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Também ainda há a opção de aderir a lista de espera até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 10 de fevereiro.

No total, são oferecidas 214.110 bolsas de estudos na rede particular de ensino superior pelo Prouni. É possível pesquisar a oferta de bolsas pelo site http://prounialuno.mec.gov.br//consulta/publica filtrando por nome do curso, insitituição ou município. Para disputar as bolsas é necessário preencher solicitação com senha e número de inscrição na edição 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Financiamento Estudantil (Fies)

  • Inscrições: 7 a 10 de fevereiro
  • Para que serve: Sistema on-line que reúne vagas de financiamento estudantil em cursos de graduação em universidades particulares.
  • Como funciona: Os estudantes que já estão matriculados em cursos de instituições participantes podem pleitear um contrato de financiamento estudantil custeado pelo governo federal.
  • Número de vagas: Ainda não foi divulgado pelo MEC. O ministro da Educação, Mendonça Filho, porém, garantiu que o número de novos contratos do Fies no ano de 2017 deverá ser pelo menos o mesmo que em 2016.

Dúvidas

O MEC orienta se o candidato tiver dificuldades para se inscrever deve ligar para o 0800-616161.


Diretora Renilda Ribeiro é a nova coordenadora da 3ª GERE em Palmeira dos Índios

 

Diretora Renilda Ribeiro (Foto: Divulgação/Facebook)

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) publicou em portaria no Diário Oficial desta quarta-feira (1º) o resultado do processo seletivo para a escolha dos 13 novos Gerentes Regionais de Educação da rede pública estadual. As Gerências Regionais de Educação (Geres) funcionam como minirepresentações da Seduc em todo o Estado e possuem, dentre outras atribuições, a responsabilidade de gerenciar as escolas de sua jurisdição e promover articulações e parcerias com as demais redes de ensino.

Representando o município de Palmeira dos Índios, onde fica a 3ª Gere a Diretora da Escola Municipal Drº Gerson Jatobá Leite, Renilda Pereira de Oliveira Ribeiro que a frente da diração da escola obteve um IDEB de 4,2.

Para cada Gere, foram convocados, em média, quatro candidatos, os quais eram gestores das escolas com as melhores pontuações no IDEB 2015 nos anos inicias e finais do Ensino Fundamental em sua região. Durante o processo seletivo, os candidatos foram submetidos  à entrevista e análise de currículo e tiveram que apresentar de plano de gestão para a sua regional.

Critérios como a experiência como gestor e a capacidade de articulação com os municípios tiveram peso na seleção dos 13 novos gerentes.


‘Absurdo’, diz aluna nota mil inscrita por hacker em produção de cachaça

Estudante que queria cursar medicina não acessava o Sisu desde sexta. Ela soube de conta ‘furtada’ e senha alterada apenas nesta terça-feira (31)

A estudante Tereza Gomes, 23 anos, de João Pessoa, teve a conta no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) hackeada e foi inscrita no curso de produção de cachaça, no Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG). No período de inscrição do Sisu, Tereza tentava aprovação para o curso de medicina, mas na sexta-feira (27) viu que estava longe da aprovação – mesmo tirando nota mil na redação – e parou de acessar o sistema. “É um absurdo, fiquei muito nervosa”, destacou.

O IFNMG, no perfil oficial no Facebook, reprovou a ação de hackers e exigiu respeito ao curso de produção de cachaça, oferecido na cidade mineira de Salinas. “Tanto os alunos quanto o curso Produção de Cachaça merecem o nosso respeito. Para quem não sabe, Salinas é uma cidade do Norte de Minas reconhecida mundialmente pela produção de cachaça, e o curso é o único do país oferecido por instituição pública na área. Quem tirou nota mil pode cursar o que quiser. Afinal, quem é nota mil terá sucesso em qualquer área. E a cachaça de Salinas é nota mil!”

Em nota, o Ministério da Educação esclareceu que “os sistemas do MEC e do Inep não registraram, até o momento, indício de acesso indevido a informações de estudantes cadastrados, que configure incidente de segurança”.

Tereza foi uma das 77 pessoas que conseguiram nota mil na redação em todo o Brasil, no entanto, o desempenho geral não foi suficiente para conseguir a aprovação no curso de medicina. Mesmo assim, a estudante manteve a inscrição nas duas opções para medicina, mesmo sabendo que não teria chance de ser aprovada.

Na noite de segunda-feira (30), Tereza recebeu uma mensagem de uma pessoa desconhecida na rede social Facebook com um print da lista de aprovados em um outro curso, incluindo o nome dela. No momento, achou que era montagem e não se preocupou.

Nesta terça-feira (31) recebeu a notícia de que sua conta teria sido invadida e que seu nome estava mesmo na lista do curso de produção de cachaça, no IFNMG. “Imagina se eu tivesse média para passar para medicina? Além disso, prejudicou quem queria esse outro curso”, refletiu.

Sobre o caso em questão, o MEC diz que “consta nos registros do Sisu acessos nos dias 24 e 29 de janeiro, respectivamente, às 12h15 e 22h12. O sistema também apresenta três tentativas de acessos sem sucesso (nos dias 24 de janeiro, sendo dois deles às 20h06 e o último às 20h07). A única opção de escolha de curso que consta é a de Produção de Cachaça […], realizada no dia 29 de janeiro às 22h14, conforme consta no último acesso registrado no Sisu”.

Fórum em rede social

Um fórum anônimo na internet mostra que internautas disseminaram dicas para “roubar” a senha de estudantes que se destacaram no Enem 2016 e manipular as inscrições no Sisu, que usa a mesma senha.

Tereza confessou que ficou desapontada com o acontecido, mas que já se matriculou em um cursinho preparatório para o Enem 2017 e vai tentar novamente ser aprovada no curso de medicina.

Esclarecimento do MEC

O Ministério da Educação afirmou que o sistema do Sisu tem um nível de segurança elevado, onde qualquer ação realizada nos perfis pessoais são registradas em um histórico. Porém, a pasta ainda não confirmou se as denúncias de roubo de senha procedem.

Em nota, o MEC destacou ainda que há “casos pontuais de acesso indevido a dados pessoais de candidatos, que teriam possibilitado mudança de senha e de dados de inscrição, como opção de curso. A senha é sigilosa e só pode ser alterada pelo candidato ou por alguém que tenha acesso indevidamente a dados pessoais do candidato”.

A nota cita que “casos individuais que forem identificados e informados ao MEC como suposta mudança indevida de senha e violação de dados, o MEC vai remetê-los para investigação da Polícia Federal.  Nos dois casos citados pela imprensa, o Inep já identificou no sistema data, hora, local, operadora e IPs de onde partiram as mudanças de senha. Os dados serão encaminhados para a Polícia Federal”.


Calçadas esburacadas e com entulhos atrapalham a vida dos pedestres em Palmeira dos Índios

A responsabilidade das calçadas é do proprietário, mas a Prefeitura é responsável pela fiscalização e pode ser punida por qualquer acidente que possa acontecer.

Rua Francisco Moura (imagens do Google)

Andar a pé pelas ruas de Palmeira dos Índios pode não ser uma tarefa tão simples quanto parece. Da periferia ao centro são calçadas interrompidas por postes, buracos, desníveis e degraus perigosos e até mesmo bloqueadas por entulhos e carros ou simplesmente as calçadas não existem.

Como a prefeitura não tem fiscalizado, as calçadas se transformam em armadilhas para pedestres, sobretudo para idosos, gestantes, mães com carrinhos de bebê e pessoas com deficiências ou mobilidade reduzida.

Na Rua Francisco Moura no Bairro São Luiz a calçada está totalmente “esfarelada”, irregular e com muitas pedras. Luzia Conceição, de 64 anos, já foi vítima da irregularidade do local. “Já torci meu pé após tropeçar em um buraco. Eu estava com meu carrinho que levo para a feira e ele também quebrou após a queda”, conta a idosa.

Calçada estreita e barreira de cimento ao qual é proibida pelo código trânsito. (Rua José e Maria Passos/Foto: Rádio Sampaio)
Calçada totalmente obstruída por entulhos. (Rua Mte. Jaú/Foto: Rádio Sampaio)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Indenização

A Construção e preservação das calçadas são de responsabilidade dos proprietários dos imóveis, mas a fiscalização é da prefeitura, sendo assim o cidadão que sofre algum acidente causado pela má conservação da calçada tem o direito de receber uma indenização paga pelo município segundo decisão da Suprema Corte.

“Ao Município, incumbe o dever de fiscalizar o bom estado do passeio público, cuja obrigação pela conservação é do proprietário do imóvel. Culpa caracterizada, por omissão, ensejando o dever do Município de indenizar o dano material e moral causados”.

Nem na calçada nem na rua. E agora para onde o pedestre vai?

 

Donos da “Rua”

Além do mal estado das calçadas que a população enfrenta todo dia, existem aqueles que não respeitam essa área reservada para pedestre, como mostra um vídeo publicado por Edmilson Sá em uma rede social. Edmilson é deficiente físico e precisa da utilização da cadeira de rodas para sua locomoção, além de enfrentar calçadas sem rampas e variações na altura, ele é obrigado a transitar pela estrada, competindo espaço com os carros.

Professor Edmilon Sá em um vídeo publicado em uma rede social

Nossa equipe registrou alguns flagrantes pela cidade, como entulhos nas calçadas e carros parados no lugar reservado aos pedestres.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 


Resultado do Sisu será divulgado às 10h desta segunda, diz MEC

Participação na disputa por vagas foi encerrada às 23h59 de domingo. Universidades públicas ofereceram 238 mil vagas.

resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) será divulgado nesta segunda-feira (30), de acordo com o Ministério da Educação (MEC). As inscrições terminaram às 23h59 deste domingo (29). Os resultados poderão ser conferidos no endereço no http://sisu.mec.gov.br/.

No cronograma inicial, o prazo terminaria na sexta-feira (27). Entretanto, o MEC prorrogou o prazo após estudantes relatarem problemas para acessar a plataforma. O ministério admitiu que seus sistemas sofrem ‘dificuldade’ diante da grande demanda.

Com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Sisu funciona como um sistema para que os participantes disputem uma das mais de 230 mil vagas de graduação em universidades, institutos de tecnologia e centros tecnológicos federais e estaduais em todo o Brasil

Antes de prorrogar o Sisu, o ministério já tinha decidido alterar o cronograma do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa Universidade para Todos (Prouni) por “precaução técnica” para garantir o atendimento dos estudantes. Tanto o Fies quanto o Prouni tiveram datas de início e fim das inscrições adiados em um dia.

  • Prouni – inscrições: 31 de janeiro a 3 de fevereiro
  • Fies – inscrições: 7 a 10 de fevereiro

O total de contratos de financiamentos do Fies ainda não foi divulgado. Prouni do 1º semestre vai oferecer 214.110 bolsas integrais ou parciais em universidades privadas.

Falha no acesso ao Sisu

No caso do Sisu, desde que foram abertas as inscrições na terça-feira (24), estudantes reclamaram que não conseguiam fazer sua inscrição. O MEC admitiu o problema, mas não deu um balanço do total de afetados.

Na quinta, o governo disse que os problemas foram resolvidos. “As inconsistências encontradas no sistema, que dificultavam o acesso de candidatos das primeira e segunda aplicações, foram sanadas. Qualquer problema pontual é preciso que o candidato entre em contato com o MEC por meio do 0800 61 61 61 ou pelo ouvidoria@mec.gov.br”, informou em nota.

Problemas com notas do Enem

O Sisu não foi o único sistema do Ministério da Educação a ter problemas neste ano. Muitos candidatos que fizeram o Enem 2016 também tiveram problemas para acessar a nota. A consulta, que é individual e feita exclusivamente pela internet, deveria ter sido aberta no dia 19 de janeiro, mas acabou sendo antecipada para 18 de janeiro, a pedido do ministro da Educação, Mendonça Filho.

Porém, muitos candidatos só conseguiram ver seus resultados um ou dois dias depois. Boa parte deles eram participantes da segunda aplicação do Enem.

Logo após a divulgação, o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apresentou instabilidade e ficou indisponível durante algumas horas para todos os participantes. À época, a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini, justificou afirmando que o site do Enem sofria ataques. Ela não deu detalhes das supostas ações contra o sistema.

De acordo com o Inep, oito dias após a publicação dos resultados da edição 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 351.856 participantes ainda não consultaram suas notas. Às 18h desta quinta-feira, 26, o número de participantes que já tinham acessado os resultados chegou a 5.150.542 pela Página do Participante e 376.291 pelo Aplicativo Enem 2016.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey