82 99641-3231

Fies do segundo semestre de 2019 abre inscrições nesta terça

Começa nesta terça-feira (25) o período de inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2019. O programa oferece financiamento para estudantes pagarem cursos de graduação em universidades privadas. O prazo para se candidatar é 1º de julho.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), serão oferecidos 150 mil contratos, dos quais 50 mil terão juro zero.

Na modalidade “Fies”, são oferecidas vagas com juro zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos.

Já a modalidade “P-Fies” se destina a estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. Eles podem receber um empréstimo a juros relativamente baixos, variando de acordo com o banco que atua como agente financeiro.

As inscrições são feitas pela internet no endereço: http://fiesselecaoaluno.mec.gov.br. Basta inserir CPF, data de nascimento, o código de verificação que aparece na tela e, se o candidato tiver tirado uma nota suficiente no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), pode dar continuidade à inscrição.

Para participar, o estudante tem de ter feito o Enem a partir de 2010, não pode ter zerado a redação e tem de ter feito pontuação mínima de 450 pontos na média aritmética das provas. Veja o edital.

Fies 2º semestre 2019

  • Inscrições: 25 de junho a 1º de julho
  • Pré-seleção: 9 de julho
  • Contratação: 10 a 12 de julho
  • Chamada da lista de espera: 15 de julho a 23 de agosto

 

Fonte: G1 Globo


Analfabetismo recua em Alagoas, mas ainda é o maior do país


Alagoas apresenta um índice de analfabetismo de 17,2%, o mais alto do país – Foto: Valdir Rocha

Dados da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (Pnad), divulgados nesta quinta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelam que Alagoas reduziu o índice de analfabetismo entre as pessoas que têm mais de 15 anos e menos de 60, mas ainda é o estado com pior desempenho nesse indicador.

Segundo o levantamento feito de 2016 a 2018, o estado apresenta um índice de analfabetismo de 17,2%. Apesar de alta, a taxa apresentou queda em relação ao ano anterior, quando registrou 18,3%.

Em 2018, a taxa foi de 17,2%, seguido por Piauí (16,1%) e Maranhão (16,3). Porém, mesmo com a evolução, quando se analisa a taxa de analfabetos em 2018, conclui-se que o estado tem o pior desempenho. Nas pessoas de 60 anos ou mais, a taxa declinou. Saiu de 46,1% em 2016 para 42,2% em 2017. Na PNAD Educação referente a 2018, ela ficou em 41,1%.

O estudo do IBGE investiga dados sobre população, migração, educação, trabalho, famílias, domicílios e rendimento.

 

Fonte: Todo Segundo


Ministro da Educação empossa Carlos Guedes como novo Reitor do Instituto Federal de Alagoas

Carlos Guedes, novo Reitor do Instituto Federal de Alagoas

Nesta quarta-feira, 19/6, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, deu posse a um novo dirigente máximo de instituição da Rede Federal de Educação. Carlos Guedes de Lacerda vai coordenar as atividades do Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

A solenidade foi realizada no Ministério da Educação (MEC), em Brasília, com a participação de outros cinco reitores de universidades federais e dois reitores de institutos federais que também foram empossados. A partir desta data, o professor Carlos Guedes de Lacerda passa a atuar como conselheiro do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).

Em seu discurso, o ministro ressaltou a capacidade das instituições em mudar a realidade regional de onde estão inseridas, possibilitando a mudança da realidade nacional. “Esses senhores e essa senhora que aqui estão toparam o desafio. Vão entregar o resultado e plantar a semente para o futuro: o Brasil vai ser o principal país da América Latina em termos de pesquisa acadêmica, em termos de eficiência na formação de alunos”, disse Weintraub.

Carlos Guedes e sua Família – Foto: Redes Socias

No seu discurso de posse, Guedes agradeceu o apoio da comunidade do Ifal, dos colegas servidores e dos alunos que acreditam no projeto de fortalecimento da instituição e que consolidará o ensino, a pesquisa, a inovação e a extensão, além do compromisso com a melhoria das condições de vida das pessoas e em prol da qualidade de vida no trabalho.

Guedes foi eleito em dezembro de 2018 após processo eleitoral para escolha do titular da instituição e de mais 15 diretores-gerais de Campi. “Lembro que um dos meus compromissos de campanha foi o de pensar ações estratégicas para atingir a missão institucional com responsabilidade com o futuro”, destaca o Guedes, após 24 anos de relevantes serviços prestados à instituição.

Carlos Guedes de Lacerda é graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Paraíba e em Direito pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió, mestre em Educação pela Universidade Federal da Paraíba.


Carlos Guedes, novo reitor do IFAL, toma posse nesta quarta-feira (19)

Professor Carlos Guedes de Lacerda foi eleito reitor do Ifal no período de 2019-2023, em dezembro do ano passado

Acontece nesta quarta-feira (19), às 10 horas da manhã, a tão aguardada posse do novo reitor do Instituto Federal de Alagoas (IFAL) Carlos Guedes. A posse ocorrera em Brasília com o ministro da educação Abraham Weintraub.

Carlos Guedes participou de uma entrevista hoje no programa Nosso Encontro da Rádio Sampaio 94,5 FM, onde agradeceu a Deus pela oportunidade de continuar contribuindo para o crescimento e fortalecimento do IFAL, agradeceu também aos alunos e servidores da instituição por confiarem no seu trabalho.

“Esse será um grande desafio do ponto de vista pessoal e profissional na minha vida, tenho a clareza dessa responsabilidade com o futuro da nossa instituição. Acordarei cedo e dormirei tarde todos os dias, para que a gente possa continuar lutando e promovendo a transformação social nas regiões de nossa atuação de mais de 50 municípios de nosso estado” disse o novo reitor.

O IFAL possui 16 unidades além da reitoria em Maceió, mais de 20 mil alunos matriculados e quase 2 mil servidores.

Carlos Guedes disse que sonha e deseja que a transferência de cargo, que deve ser anunciada na próxima semana, ocorra na cidade de Palmeira dos Índios.


Pré-matrícula para Educação de Jovens e Adultos começa a partir do dia 21


EJA traz novas oportunidades para retomada de estudos – Foto: Agência Alagoas

Buscar conhecimento, qualificação e um diploma. Esse é o desejo de muitos jovens e adultos alagoanos que, por algum motivo, não concluíram o ensino fundamental ou médio. Esse desejo pode se concretizar a partir do dia 21 com a pré-matrícula da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede estadual. O cadastro deve ser feito pelo site www.matriculaonline.al.gov.br/ até o dia 30 de junho.

Serão ofertadas vagas para o Ensino Fundamental – 1º e 5º períodos do turno diurno e 1º e 6º períodos noturno – com idade mínima de 15 anos para a pré-matrícula e EJA Médio (1º período) com idade mínima de 18 anos. Para quem não possuir computador ou acesso a internet, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) vai disponibilizar pontos de apoio nas Gerências Regionais de Educação.

No ato da pré-matrícula, o interessado deverá informar os seguintes dados do estudante: nome completo, data de nascimento, sexo, CPF, endereço completo com CEP, telefones fixo e móvel, endereço de e-mail, nome do pai, mãe ou responsável legal (se for menor de idade) e rede escolar de origem. Ele também deve declarar se o mesmo possui algum tipo de deficiência e apontar o período e o turno pretendidos, selecionando até três opções de escola para estudar.

Confirmação – Após a efetivação da pré-matrícula, o interessado deve voltar ao site www.matriculaonline.al.gov.br no período de 1 a 5 de julho para conferir o resultado e saber para qual escola foi selecionado, assim como o local e data para a confirmação da matrícula, que também ocorre no período de 1 a 5 de julho.

Na EJA, o estudante conclui o Ensino Fundamental 1 em dois anos e meio, dividido em cinco períodos e o Ensino Fundamental 2 em dois anos e meio, dividido em cinco períodos. E o Ensino Médio em dois anos, dividido em quatro períodos. A idade mínima para ingressar na EJA é 15 anos completos para o Ensino Fundamental e 18 anos completos para o Ensino Médio.

 

Fonte: Todo Segundo


Candidatos a vagas no Sisu do 2º semestre de 2019 devem efetivar a matrícula até esta segunda

Candidatos aprovados para uma das vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2019 têm até esta segunda-feira (17) para efetivar a matrícula na instituição de ensino. Se a matrícula não for feita, o estudante perde a vaga.

Esta segunda (17) também é o último dia para o estudante indicar se quer entrar na lista de espera de algum curso. Para manifestar interesse, o candidato deve acessar a página http://sisu.mec.gov.br/

Ao todo, são 59,2 mil vagas disponíveis em 1,7 mil cursos em 76 instituições de ensino por todo o Brasil.

O Sisu é um sistema de seleção que usa a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como critério de seleção para universidades públicas de todo o país.

Calendário

Matrículas: 12 a 17 de junho

Lista de espera: manifestar interesse de 11 a 17 de junho

Resultado da lista de espera: 19 de junho (na instituição escolhida)

Fonte: G1 Globo


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey