82 99641-3231

Governo de Alagoas divulga resultado final do concurso da Educação

A publicação está dividida de acordo com os cargos concorridos. Segundo o edital, as vagas são destinadas para o cargo de professor, que serão distribuídas entre as 13 Gerências Regionais de Ensino do Estado.

As vagas ofertadas no concurso foram para professores das disciplinas de Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português, Química e Sociologia.

No geral, o certame contou com duas fases: uma de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do Cebraspe; e uma segunda de avaliação de títulos, de caráter classificatório, de responsabilidade da Seduc.Oficial do Estado desta quinta-feira (21) o resultado final o resultado final na perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência e o resultado final no concurso público para provimento de 850 vagas no cargo de Professor da Secretaria de Estado da Educação de Alagoas (Seduc).

Confira aqui, a partir da página 36 

A publicação está dividida de acordo com os cargos concorridos. Segundo o edital, as vagas são destinadas para o cargo de professor, que serão distribuídas entre as 13 Gerências Regionais de Ensino do Estado.

As vagas ofertadas no concurso foram para professores das disciplinas de Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português, Química e Sociologia.

No geral, o certame contou com duas fases: uma de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do Cebraspe; e uma segunda de avaliação de títulos, de caráter classificatório, de responsabilidade da Seduc.


PF divulga edital de concurso com salário de até R$ 22 mil

A Polícia Federal divulgou nesta sexta-feira (15), o edital para o concurso público que visa encontrar 500 profissionais para ocuparem os cargos de delegado, perito criminal, agente, escrivão e papilocopista. Veja o edital aqui.

A remuneração dos agentes, escrivãos e papilocopistas é de R$ 11.983,26 e a taxa de inscrição para estas vagas é de R$ 180. O cargo de delegado oferece um salário mais alto, de R$ 22.672,48, e a taxa de inscrição é de R$ 250.

Todas as vagas exigem ensino superior completo. As inscrições do concurso estão abertas a partir das 10h do dia 19 de junho e terminam às 18h do dia 2 de julho deste ano.


Governador vai convocar os mil aprovados da PM até esta sexta-feira

Governador Renan Filho. (Foto: Cayo César/ Rádio SAMPAIO)

O governador Renan Filho anunciou, na manhã desta segunda-feira (04), a convocação dos mil aprovados no último concurso da Polícia Militar de Alagoas. O chamamento, segundo o chefe do Executivo estadual, deve acontecer até a próxima sexta-feira (08).

O anúncio também veio acompanhado da ratificação da promessa de que até o próximo dia 15 de junho o Governo do Estado vai lançar o edital do mais novo processo seletivo para provimento de vagas efetivas, por meio de concurso público, da PM.

Renan Filho confirmou que serão ofertadas cerca de 500 vagas para soldado combatente. No Diário Oficial do Estado desta segunda-feira está publicado o contrato com o Cebraspe, empresa selecionada para organização do certame.

“Estou contando os dias para divulgar este novo edital. Os concurseiros que estão aguardando mais uma oportunidade, podem ficar tranquilos que o Estado garante que até o dia 15 divulga as regras do novo concurso da Polícia Militar de Alagoas”, promete o governador.

Ele também garantiu que está na fase final de ajustes para convocação dos mil que foram aprovados no último concurso da corporação, o que deve acontecer até o fim desta semana.

Renan Filho ressaltou, no entanto, que este chamamento não inviabilizará uma possível convocação dos aprovados do certame da corporação, realizado ainda em 2006. Há uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) para convocação destes aprovados.

“Se há trânsito em julgado, o Estado não será obstáculo e fará a convocação, como já vem fazendo sempre que a Justiça entende que é necessário”, afirmou o governador.


Ufal divulga edital de concurso público de vagas nos níveis médio e superior

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) divulgou nesta terça-feira, 27, edital de concurso público para preenchimento de 14 vagas efetivas para técnico administrativo, sendo oito para nível superior e seis para nível médio, distribuídas nos Campis A. C. Simões (Maceió), Arapiraca (Sede – Arapiraca e Unidades de Ensino Palmeira dos Índios, Penedo e Viçosa), Sertão (Sede – Delmiro Gouveia e Unidade de Ensino Santana do Ipanema) e no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA).

Os salários variam entre R$ 1.945,07 a R$ 4. 180,66, além de benefícios, como auxílio-alimentação no valor de R$ 458, 00.

As inscrições para o certame custam R$ 100 (nível superior) e R$ 70 (nível médio) e devem ser realizadas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico www.copeve.ufal.br/sistema, entre às 14h de hoje e 23h59min do dia 23 de abril de 2018.

Conforme o edital, a data provável para aplicação das provas é 27 de maio deste ano, simultaneamente nos municípios de Maceió, Arapiraca e Delmiro Gouveia. O resultado do certame está previsto para o começo de julho.

Para todos os cargos, as provas serão das seguintes disciplinas: Português, Raciocínio Lógico, Noções de Administração Pública e Conhecimentos Específicos.

Confira aqui o edital completo. 


MPE abre inscrições para concurso com vagas para nível médio e superior

O Ministério Público Estadual (MPE) publicou, na edição desta segunda-feira (26) do Diário Oficial, edital de concurso público para o preenchimento de vagas de analista e de técnico. Serão 12 vagas destinadas a cargos de nível superior e três vagas destinadas a quem tem o ensino médio completo.

O cargo de Analista do Minstério Público tem remuneração de R$ 4.492,01 e carga horária semanal de  40 horas. Há vagas para Administrador de Rede, Comunicação Social, Área Jurídica, Desenvolvimento de Sistemas, Administração/Gestão Pública, Assistente Social, Administrador de Banco de dados, Auditor do MP, Contador do MP, Engenheiro Civil, Psicólogo e Biblioteconomista.

Já o cargo de Técnico do Ministério Público tem remuneração de R$ 2.576,29 e carga horária semanal de 40 horas. Há vagas chamadas de “Geral” e para Tecnologia da Informação.

As inscrições no certame ficarão abertas no período de 2 de abril a 23 de maio de 2018. As provas para os cargos de nível superior devem acontecer no dia 8 de julho, de 8h às 12h. As provas para cargos de nível médio acontecem no mesmo dia, de 14h às 18h. A Fundação Getúlio Vargas (FGV)  será a responsável.

O edital estará disponível no endereço eletrônico www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/mpal.

Conforme o edital, haverá isenção da taxa de inscrição para candidatos que comprovarem “hipossuficiência de recursos financeiros para pagamento da taxa e para os candidatos que forem doadores de sangue”.

PROVA

A prova escrita para os cargos de nível superior e médio será composta por 80 questões de múltipla escolha, com cinco opções e apenas uma resposta correta.


Concurso para oficial de Justiça do TJ/AL é cancelado após erro em prova

O concurso para oficial de Justiça realizado neste domingo (25) pelo Poder Judiciário alagoano foi cancelado após um erro nas provas. Candidatos relataram que um dos lotes foi entregue trocado e, em vez de receberem os testes para o cargo em questão, acabaram com os de analista judiciário.

Os exames estavam divididos em quatro cores e uma delas, a do lote amarelo, apresentou o problema. Segundo a comissão organizadora, a situação foi registrada em diversas escolas onde os exames estavam sendo aplicados, principalmente na Moreira e Silva, no Centro de Estudos e Pesquisas Aplicadas (Cepa).

Diante disso, todo o certame para oficial de Justiça foi cancelado. A informação foi confirmada pela própria comissão e os candidatos, que reclamam ainda que o número de identidade deles estava incorreto nas provas, foram liberados. Segundo eles, o magistrado Ygor Figueirêdo teria passado de sala em sala explicando o cancelamento.

Por meio da assessoria, o TJ/AL reforçou que o concurso recebeu, ao todo, 42.762 inscritos e que o cancelamento afeta 3.711 candidatos ao cargo de oficial de justiça, que terão a prova remarcada.

Já o concurso para as demais vagas está mantido. Além de oficial de Justiça e analista judiciário, com provas aplicadas pela manhã, o certame engloba também o cargo de técnico judiciário, que acontece na parte da tarde. A organização foi feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

“Detectado o erro, nós estamos cancelando as provas para oficial de Justiça”, confirmou o diretor de Gestão de Pessoas do Tribunal de Justiça, Klístenes Lessa, acrescentando, porém, que a “lisura do processo está mantida e o erro foi pontual”.

Mais cedo, antes do ocorrido, o Presidente do TJ, desembargador Otávio Praxedes, havia destacado em entrevista à imprensa a seriedade da banca organizadora. Mas, mesmo com as afirmações do gestor de pessoas do órgão e do presidente, os candidatos demonstravam insatisfação e insegurança.

Boa parte deles ainda vai fazer os testes para o cargo de técnico judiciário, que serão aplicados a partir das 15h. “Com que segurança e credibilidade nós vamos fazer esta prova agora à tarde?”, questionou um deles, que preferiu não se identificar.

Colega dele, outro dos postulantes destacou que a situação ocorrida agora pela manhã “tira o foco e o equilíbrio emocional” de quem ainda vai tentar outro cargo mais tarde. Os dois vieram de Fortaleza, no Ceará, e reclamam que, com a suspensão, terão que voltar a Maceió novamente.

De acordo com o edital, o cargo de analista judiciário exige nível superior e tem salário de R$ 5.101,92. Já o de técnico judiciário, de nível médio, paga R$ 2.550,96. A jornada de trabalho é de 30 horas semanais. Ao todo, foram 42.762 mil inscritos e os exames acontecem em 70 escolas da capital alagoana.

A Fundação Getúlio Vargas, que organiza o certame, emitiu nota para tentar explicar o adiamento das provas. Confira abaixo, na íntegra:

“A FGV Projetos informa que houve inconsistência técnica no processo de impressão e envelopamento das provas para as vagas de ‘Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador’, do concurso do Tribunal de Justiça de Alagoas, realizado neste domingo (25). As provas que não foram aplicadas correspondem a cerca de 1,4% do total. A nova data, quando estabelecida, será informada a todos os candidatos e ficará disponível no site da FGV Projetos”.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey