82 99641-3231

Previsão do tempo aponta possibilidade de chuvas com raios em Alagoas; confira

As chuvas devem cair em todo o Estado de Alagoas durante esta semana, começando nesta terça-feira (11). Nas regiões Agreste e Sertão elas deverão trazer também raios e rajadas de vento.

De acordo com a previsão do tempo da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas (Semarh/AL), as temperaturas no Estado serão amenas, com mínimas de 23 graus em todo Sertão e de 24 graus no Agreste.

 

 

 

Confira abaixo a previsão do tempo para cada região:


Confira a previsão do tempo para o feriadão em Alagoas

A previsão do clima para este fim de semana é de que o sol predomine em Alagoas. Durante o feriado desta sexta-feira (30), os termômetros devem atingir até 33° C no Litoral e a máxima de 37° C no Sertão.

Já no sábado (1°), o tempo deve ficar firme em todas as regiões. De acordo com a previsão, a temperatura deve continuar marcando 33° C no Litoral e 37° C na região do Sertão. O domingo também deve seguir com predomínio de sol.

A previsão do tempo para o final de semana pode ser conferida no www.semarh.al.gov.br. Além disso, o clima pode ser conferido no aplicativo “Semarh Tempo Alagoas”, disponível para a plataforma android.

Os dados foram coletados pela Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh).


Horário de verão tem início à 0h de domingo em 11 estados

A partir da zero hora do próximo domingo (4), os brasileiros de 10 estados e do Distrito Federal devem ajustar os relógios para dar início ao horário de verão. O horário adiantado em uma hora em relação ao horário normal ficará em vigor até a meia noite do dia 15 de fevereiro de 2019.

Os estados afetados são: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo e o Distrito Federal.

O Ministério de Minas e Energia explica que as regiões Norte e Nordeste não adotam o horário de verão, porque a hora adiantada é mais eficaz nas regiões mais distantes da Linha do Equador, onde há uma diferença mais significativa na luminosidade do dia entre o verão e o inverno.

Nos estados do Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país, os dias de verão são mais longos. O objetivo é estimular as pessoas e as empresas a encerrarem as atividades do dia mais cedo, a aproveitarem a iluminação natural e evitar que equipamentos eletrônicos sejam ligados para reduzir o consumo e a demanda energética no horário das 18h às 21h.

O ministério explica que no período também há aumento da temperatura e consequente aumento do uso de aparelhos de ar-condicionado, o que neutraliza o impacto no sistema elétrico.

Horário voos

Com o início do horário de verão no próximo fim de semana, a Infraero informou que os aeroportos da rede nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste funcionarão de acordo com o horário especial.

A empresa recomenda aos passageiros que, em caso de dúvidas sobre os horários de voos, entrem em contato com as companhias aéreas.

Enem

No próximo domingo, será realizada a primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. O Ministério da Educação divulgou diferentes horários de abertura e fechamento dos portões nos locais de provas. Confira os horários em cada estado.


Previsão aponta fim de semana de sol nas regiões de Alagoas

O final de semana tem predomínio de sol em todo Estado de Alagoas. Dados da Sala de Alerta Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) mostram temperaturas em torno dos 38° C no Sertão.

Para este sábado (27), o tempo fica firme nas regiões do Litoral, Zona da Mata, Agreste e Sertão.

Os termômetros devem marcar 32° C no Litoral, e 38° C no Sertão.

As rajadas do Vento Nordeste devem ficar em torno de 20 a 30 km/h, comum para esta época do ano.

No domingo (28), o sol permanece por todo Estado de Alagoas e também com altas temperaturas, ficando entre 32° C no Litoral e 38° C no Sertão. A velocidade do vento deve continuar entre 20 a 30 km/h.


WhatsApp remove contas de disparo em massa de notícias falsas

O WhatsApp está tomando medidas contra empresas que atuam com envio em massa de mensagens com conteúdos falsos ou enganosos. A informação foi repassada hoje (19) à Agência Brasil pela assessoria da empresa. Ontem (18), o jornal Folha de S. Paulo publicou reportagem segundo a qual empresas de marketing digital custeadas por empresários estariam disseminando conteúdo em milhares de grupos do aplicativo.

De acordo com a nota da empresa, o WhatsApp está “tomando medidas legais imediatas para impedir empresas de enviar mensagens em massa via WhatsApp”. A companhia também informou que baniu contas associadas a estas empresas.

No comunicado, a assessoria da empresa informou que foram canceladas também “centenas de milhares de contas durante o período das eleições no Brasil”. “Temos tecnologia de ponta para detecção de spam que identifica contas com comportamento anormal para que não possam ser usadas para espalhar spam ou desinformação”, acrescentou a nota.

A reportagem da Folha de S. Paulo apontou uma rede de empresas de marketing digital contratadas para efetuar os disparos em massa. Os contratos, que chegariam até R$ 12 milhões, seriam bancados por empresários próximos ao candidato, como Luciano Hang, da rede de varejo catarinense Havan.

Ações

Ontem (18), o PT entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cobrando apuração do ocorrido. Além de investigação dos empresários e de seu vínculo com a candidatura Bolsonaro, o partido requereu que a Justiça Eleitoral dê ao WhatsApp 24 horas para promover um plano de contingência que bloqueie o envio das mensagens em massa pelas firmas de comunicação digital citadas na reportagem.

Pelo Twitter, Jair Bolsonaro afirmou que não tem controle sobre apoios voluntários e afirmou que o PT não está sendo prejudicado por “fake news”, mas pela “verdade”. Em seu perfil no Facebook, Luciano Hang disse que vai processar a Folha de S. Paulo e desafiou o jornal a mostrar os contratos de envio de mensagens em massa.

Preocupação

O fenômeno das notícias falsas vem marcando as eleições deste ano. A missão internacional da Organização dos Estados Americanos (OEA) manifestou preocupação com o fenômeno da desinformação durante o 1º turno. No balanço da votação do 1º turno, a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, também alertou para o problema, em especial vídeos e mensagens colocando em dúvida a lisura do processo eleitoral.

A rede social WhatsApp tem sido o foco de maior preocupação. Estudo de professores da USP e UFMG e Agência Lupa em 347 grupos na plataforma encontrou entre as imagens mais compartilhadas um índice de apenas 8% de caráter verdadeiro.


No Dia de São José, agricultores pedem bênçãos ao santo e chuva para plantação

 

Por: Vanessa Santos

A esperança do povo sertanejo vem do céu, através de muita fé. Olhar para as nuvens e conversar com Deus faz parte do ritual de agradecer, pedir bênçãos e também verificar se há algum sinal de chuva.

Em uma terra seca, de sol escaldante, a água que vem do céu derrama seus milagres para o plantio, a fartura na mesa e a sobrevivência de um povo que é ‘marcado, mas muito feliz’. No mês de março, essa alegria é ainda mais presente com a chegada das águas de março e do tão esperado 19 de março, dia de São José.

Esposo da Virgem Maria, pai adotivo de Jesus Cristo, São José é o protetor da Sagrada Família, escolhido por Deus para ser o patrono Universal da Igreja e também o padroeiro dos agricultores familiares. Em Feira de Santana, seu nome foi dado ao distrito de São José das Itaporocoas e o seu dia é muito comemorado principalmente pelos moradores da zona rural.

Muitos devotos se reúnem neste dia para celebrar o dia do santo e também esperar a chuva para começar a plantar. Diz a tradição que se chover neste dia o ano será muito bom e frutífero e nessa expectativa muitos católicos ficam firmes na oração e na celebração do dia 19 de março.

Na comunidade de Pau Ferrado, distrito de Humildes em Feira de Santana, a tradição de rezar para São José foi passada de pais para filhos. Dona Silvéria Sacramento de Jesus, de 102 anos, que sempre foi muito devota e católica, passou todos os seus valores religiosos para a filha Maria José Pereira da Conceição, de 59 anos, carinhosamente conhecida na região como Dona Zezé.

A agricultora, que também leva o nome do santo na sua identidade, desde os cinco anos de idade aprendeu a fazer a reza para São José. Na sua casa, todo dia 19 de março é sempre cheio de gente, de alegria e de fé.

“Sempre foi uma tradição em minha família. Meu pai era rezador e minha mãe sempre foi muito devota do santo. Neste dia a gente reúne a família inteira e reza para ele. Só de netos tem uns 30 e bisnetos uns 40. A gente reza e depois cada um planta um pouquinho para esperar a chuva. Quando chove é muita alegria e muitas bênçãos”, diz

Dona Zezé comenta que São José é um santo muito forte e é ele que intercede junto a Jesus para que chova na plantação. No sertão esse momento é muito esperado e faz parte da cultura da história das famílias. Neste dia os agricultores da região de Pau Ferrado plantam milho, feijão, mandioca, amendoim, fazem suas hortas e plantam até flores para enfeitar os jardins e os terreiros de casa.

O santo que traz chuva para a terra arada traz também ânimo e coragem para a comunidade. Muito respeitado por Dona Zezé, São José tem seu lugarzinho em um altar que fica na estante da sala de estar da agricultora. Nesse espaço estão também Santo Antônio, Sagrado Coração de Jesus e a Virgem Maria.

Para ela, a fé em Deus e nos santos é o que lhe dá força para trabalhar e seguir em frente. A fé que foi herdada de sua mãe, Dona Silvéria, e que no auge dos seus 102 anos, com plena lucidez e um pouco de perda de audição, ainda reza como ninguém o canto de São José.

O coro “Meu divino São José/ Aqui estou em vossos pés/Nos dê chuva com abundância/ Meu Jesus de Nazaré/ Vou pedir a São José uma fé e muita devoção/Num instante e numa hora deixa a chuva de Deus no chão”, carregado de religiosiodade e emoção já começa a ser balbuciado pelos lábios dos pequenos netos na sala da casa da avó. Mostram que a tradição está viva e latente no seio familiar e enchem de orgulho a matriarca.

A agricultora afirma ainda que está tudo pronto para comemorar o dia do santo. As sementes para o plantio já estão reservadas e para participar da reza não precisa convite. Basta chegar e se apertar na pequena sala de casa para entoar o cântico de São José. Para a merenda não pode faltar o amendoim cozido, que foi colhido do quintal de casa e, se Deus quiser, com a chuva do dia 19 de março, em breve ele será para comer, para dar e vender. A fartura de alimentos chegará à casa de Dona Zezé, assim como chegam tamanha alegria e gratidão.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey