Deputado alagoano aparece na lista dos parlamentares mais faltosos da Câmara Federal

| Redação Rádio Sampaio


O deputado federal, Nivaldo Albuquerque (PRP/AL), foi o parlamentar que mais registrou faltas injustificadas no ano de 2017. A informação é do portal Congresso em Foco.

De acordo com o site, 31 das 34 ausências não foram justificadas pelo deputado. Nivaldo Albuquerque poderia ter comparecido a 116 das 119 sessões com votações realizadas em 2017.

Além de Albuquerque, outros 10 parlamentares – Waldir Maranhão (Avante-MA), José Priante (MDB-PA), Vicente Candido (PT-SP), Edmar Arruda (PSD-PR), Renzo Braz (PP-MG), Guilherme Mussi (PP-SP), Sérgio Reis (PRB-SP), Magda Mofatto (PR-GO), Vicentinho Júnior (PR-TO) e Celso Jacob (MDB-RJ) – deixaram de justificar mais de 25 ausências, cada um, das sessões plenárias obrigatórias da Câmara Federal. No total, esses 11 deputados federais não apresentaram justificativas a 307 faltas.

No ano de 2017, a Câmara Federal calculou 2.603 faltas sem que fossem esclarecidas pelos 548 deputados que exercem mandatos na Casa.  Mesmo não justificando as faltas, dez parlamentares citados possuem assiduidade de mais de 60% das sessões realizadas no ano passado. Apenas o deputado Guilherme Mussi (PP-SP) apresenta baixa assiduidade com 65 dos 119 dias exigidos.

Outro deputado com o índice alto de faltas injustificadas é o Waldir Maranhão (Avante-MA), perdendo apenas para o alagoano Nivaldo Albuquerque. Ele apresentou apenas cinco justificativas para suas 35 ausências. O maranhense ficou conhecido em 2016 por anular o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff após assumir interinamente a presidência da Casa. Contudo, voltou atrás na decisão no dia seguinte.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: