Deficiente é presa tentando entrar em presídio com celulares em prótese

| Redação Rádio Sampaio


Agentes dizem que ela iria visitar o filho no Cyridião Durval, em Maceió.
Ela levava escondido quatro celulares, carregadores e maconha.

Celulares foram colocados dentro de uma meia-calça, vestida na parte da perna que ficava dentro da prótese (Foto: Sindapen-AL/Divulgação)

Agentes penitenciários flagraram uma mulher deficiente tentando entrar com celular e drogas escondidos na prótese que usa na perna esquerda, amputada até a altura do joelho. A ocorrência foi registrada na manhã deste sábado (11).

Sandra Beatriz Pereira de Menezes, 52, foi presa e levada para a Central de Flagrantes I, no bairro do Farol.

De acordo com informação de agentes penitenciários, ela ia visitar o filho, Jamerson Menezes de Morais, no Presídio Cyridião Durval e Silva.

A mulher passava por uma revista de rotina, como é feita com todas as pessoas que entram nos presídios em dia de visita. Neste momento, os agentes encontraram quatro celulares, carregadores e maconha.

“Os agentes penitenciários da unidade fazendo a revista de praxe, encontraram esse material. Infelizmente, as visitas são usadas pelos presos para se arriscarem a colocar ilícitos para dentro [do presídio]”, disse Kleyton Anderson, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen-AL).

O reeducando Jamerson Menezes de Morais, que iria receber a visita, foi transferido do Presídio Cyridião Durval para a Penitenciária de Segurança Máxima. Contra ele foi aberto ainda um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD).

O presídio onde o flagrante foi feito recebeu nota zero em avaliação feita pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: