CRB se reabilita no Estadual ao derrotar o CSE por 2×0

| Redação Rádio Sampaio


Zagueiro Gabriel e atacante Mailson fizeram os gols que quebraram a invencibilidade do adversário na temporada 2017

O CRB, que vinha de derrota no clássico em Arapiraca, se recuperou na noite desta quinta-feira ao aplicar 2×0 no CSE jogando no Estádio Gerson Amaral em uma das partidas que concluíram a 5ª rodada do Campeonato Alagoano.

A vitória veio através de um gol em cada tempo. Zagueiro Gabriel abriu o placar e atacante Mailson ampliou já nos acréscimos da partida. Este jogo marcou a volta dos titulares ao CRB.

Com esta vitória o CRB se distancia na liderança do grupo A, com 10 pontos – quatro a mais sobre o vice-líder, que agora é o CEO. Já o CSE, que perdeu a invencibilidade, é o quarto colocado da chave B.

Na próxima rodada o CRB continua no Gerson Amaral para o clássico contra o CSA – o primeiro entre ambos no Estadual 2017. Esta partida vai ser disputada às 17h deste domingo e mais uma vez com portões fechados porque ambas equipes seguem pagando punição imposta pelo STJD.

Como foi

A partida começou com o time do CRB tendo mais volume de jogo, porém o goleiro Adilson foi pouco exigido, assim como Juliano. O primeiro bom momento veio aos 13 minutos quando Mailson, da esquerda, cruzou para a área do CSE e por pouco Neto Baiano não balança a rede. É que no toque final a bola se perdeu pela linha de fundo.

Dois minutos após o atacante Rhuann, do CSE, finalizou rasteiro e só não obteve êxito porque o arqueiro Juliano praticou arrojada defesa. A bola ia entrando, “queimando” a grama.

Foi um bom momento este no jogo porque aos 15 minutos o atacante Mailson se livrou da marcação e acertou o travessão xucuru.

As equipes voltaram a ficar mais na intermediária até que aos 24 minutos o atacante Neto Baiano, de cabeça, venceu o goleiro Adilson, mas a arbitragem anulou o gol regatiano ao apontar impedimento.

A essa altura o CRB estava com mais volume de jogo e já poderia estar com a vitória parcial. E ela veio aos 36 minutos, conseqüência de falta frontal batida pelo lateral-esquerdo Diego, com o goleiro Adilson soltando a bola e o zagueiro Gabriel, que foi para a área adversária, escorou para o fundo da meta.

O 2º tempo começou com o Galo quase ampliando e mais uma vez com um zagueiro. Aos 4 minutos, em mais uma falta batida pelo lateral-esquerdo Diego, Flávio Boaventura escorou de cabeça e assustou o goleiro Adilson.

Porém, as mudanças feitas pelo treinador Givanildo Sales, dentre elas ao trocar o volante Jair pelo atacante Ila, levaram o CSE a equilibrar as ações na etapa complementar.

E quase que o tricolor palmeirense faz seu gol aos 28 minutos, é verdade por vacilo da defesa adversária. Meia Da Silva chegou finalizando e a bola saiu muito perto da meta defendida pelo arqueiro Juliano.

O CRB, bem postado na defesa, foi suportando a pressão xucuru e à medida que o tempo foi passando a vitória foi se confirmando até que já nos acréscimos voltou a balançar a rede do CSE, que aos 47 minutos foi à frente, perdeu a bola e o Galo puxou contra-ataque ainda no seu campo. A bola passou pelos pés de Danilo Pires, Chico e Mailson, que na finalização a bola ainda se chocou com a trave antes de entrar.

Acabava aí qualquer possibilidade de reação do CSE até porque um minuto após o jogo foi encerrado.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: