Corpo é encontrado no fundo do Canal da Mancha junto com aeronave que transportava Sala e piloto

A Agência de Investigação de Acidentes Aéreos (AAIB, na sigla em inglês) anunciou na manhã desta segunda-feira que ao menos um corpo foi encontrado no fundo do Canal da Mancha junto com a aeronave que transportava o jogador Emiliano Sala e o piloto David Ibbotson. Também foi divulgada a primeira imagem da fuselagem.

– Tragicamente, num vídeo feito pelo veículo submarino, um ocupante está visível em meio à carcaça. A AAIB está agora avaliando os próximos passos em consulta com os familiares do piloto, do passageiro e com a polícia – disse em um comunicado.

Imagem da aeronave que transportava Sala e o piloto encontrada no fundo do mar — Foto: Divulgação / AAIB Imagem da aeronave que transportava Sala e o piloto encontrada no fundo do mar — Foto: Divulgação / AAIB

Imagem da aeronave que transportava Sala e o piloto encontrada no fundo do mar — Foto: Divulgação / AAIB

Depois de 13 dias de buscas, a aeronave foi encontrada nas primeiras horas do último domingo por um barco que fazia parte da investigação particular contratada pela família depois que a polícia suspendeu as buscas. Os destroços estão a pouco mais de 38 quilômetros ao norte da cidade de Guernsey.

As buscas haviam sido suspensas três dias após o desaparecimento da aeronave, mas foram retomadas no dia 26 de janeiro graças à ajuda de doações que vieram de uma campanha na internet.

Contratação mais cara da história do Cardiff, Emiliano Sala embarcou na noite do dia 21 de Nantes rumo à cidade do novo clube, mas não chegou. O avião que transportava o jogador e o piloto perdeu contato com o tráfego aéreo quando sobrevoava o Canal da Mancha por volta de 20h (horário local; 17h no horário de Brasília) e desapareceu.

Confira a íntegra do comunicado:

“Tendo identificado uma área prioritária de busca na última semana, a AAIB combinou uma estratégia de procura com a Blue Water Recoveries Ltd. para maximizar a chance de localizar os destroços da aeronave.

A AAIB contratou o navio especialista Geo Ocean III e a Blue Water Recoveries Ltd. contratou o FPV Morven, e a área foi dividida entre os dois navios. Os dois começaram as buscas na manhã do domingo, 3 de fevereiro.

No começo da busca, o Morven identificou um objeto de interesse no fundo do mar, usando seu equipamento de sonar. Isso esclareceu a área imediata para que o Geo Ocean III usasse seu veículo operado remotamente (ROV) para pesquisa a área no fundo do mar na qual o objeto foi localizado. Baseado na analise de vídeo do ROV, os investigadores da AAIB a bordo do navio concluíram trata-se dos destroços do avião perdido Piper Malibu, registro N264DB.

O ROV colocou em prática outra busca na área ao fim da noite, mas não identificou nenhuma peça adicional dos destroços.

Tragicamente, no vídeo do ROV, um ocupante pode ser visto entre os destroços. A AAIB agora está considerando os próximos passos, consultando as famílias do piloto e do passageiro, além da polícia.

A imagem mostra a parte de trás do lado esquerdo da fuselagem, incluindo parte do registro da aeronave.

Nós pretendemos publicar um relatório interino após um mês do acidente.”


Deixe uma resposta