Vitima teve Traumatismo Craniano confundido com embriaguez e esperou mais de 15 horas, segundo a família

Unidade de Pronto Atendimento de Palmeira dos Índios (UPA24hrs)

Cayo César

A família de José Wellington Tomé, o idoso que teve um traumatismo craniano confundido com embriaguez por uma médica da Unidade de Pronto Atendimento, registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia Regional de Polícia Civil, em Palmeira dos Índios.

 

Ainda segundo a família o objetivo do registro é “buscar por respostas e penalizar quem realmente é o culpado pelo erro”. O caso foi registrado como não tipificado, já que as investigações ainda estão abertas para apurar o que realmente aconteceu durante as 15 horas que a vítima ficou dentro da UPA.

Com esse registro, a Polícia agora terá a frente as investigações do caso. Além disso outras investigações internas foram iniciadas e não foi divulgado nenhum prazo para a conclusão do caso.

 

José Wellington está na área vermelha do Hospital de Emergência Dr. Daniel Houly, onde permanece intubado e em estado de coma. Além disso a vitima permanece com um dreno no tórax para drenar um pneumotórax causado pela perfuração do pulmão. Ainda segundo a família ele passará por uma avaliação do cirurgião torácico.

Tivemos acesso exclusivo ao Boletim de Ocorrência Registrado pela família, confira;  


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *