Caos na saúde publica de Palmeira dos índios revolta população.

O não cumprimento de exames na data marcada, a falta de remédio, o não comparecimento de profissionais nos postos que também não tem equipamentos para atender a população, o mau atendimento nas unidades do município, traduz um caos na saúde publica de Palmeira dos índios que vive um dos piores momentos desde sua existência.

A quantidade de pessoas que procuram o atendimento nos PSFs para marcar consultas para especialistas nas áreas de Ginecologia, Citologia, mamografia, radiografia, odontologia, oftalmologistas e outros profissionais, mas não dispõe desses serviços é imaginável.

Todos os dias, cerca de 15 palmeirenses procuram todos os dias o programa Nosso Encontro da rádio Sampaio 94.5 FM e a redação do site radiosampaio.com.br, para denunciar o descaso do poder público para com elas.

Revoltadas, elas afirmam que nos postos de saúde da cidade e da zona rural não tem nada. Falta até material para fazer um curativo e às vezes papel higiênico nos sanitários.

O que mais tem chocado a população é a remarcação de exames em todas as áreas, muitos deles já estão com seis meses de marcados e remarcados e não houve atendimento para ninguém até hoje.

O caos se alastra por todo município e a tendência segundo os denunciantes é piorar e, muita gente ter seus problemas com a saúde agravado e até óbitos serem registrados por falta de respeito aos palmeirenses.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *