Bandido tentou atirar várias vezes até conseguir atingir jovem em Arapiraca

| Redação Rádio Sampaio


Delegado pede ajuda da população para chegar até os criminosos; Jucielma foi morta porque estava sem o celular

O delegado Arthur César, titular do 54º Distrito Policial da cidade de Arapiraca, revelou, na tarde desta quarta-feira (11), que o suspeito apontado como responsável pelo disparo que tirou a vida da estudante Jucielma Isabel dos Santos,  de 19 anos, era frio e, apesar de a arma ter falhado durante o crime, ele fez mais de uma tentativa até o projétil sair do revólver e atingir a vítima.

De acordo com o delegado, em depoimento, testemunhas relataram que uma dupla armada chegou até o local onde as vítimas do assalto estavam e pediu os celulares e outros objetos. Como o telefone de Jucielma Isabel estava na mão de uma amiga, o suspeito armado puxou o revólver e tentou atirar nela, mas a arma falhou.

Em seguida, ele atirou mais uma vez, atingindo a vítima no abdômen.

“Estamos procurando os criminosos. As diligências estão sendo realizadas tomando como base os levantamentos do crime, bem como os relatos. Nossa linha de investigação é, de fato, latrocínio. Tudo leva a crer que ele atirou pelo fato de a menina não está com telefone na mão. Ele foi muito frio”, expôs o delegado.

Arthur César disse ainda que até o momento a polícia não tem a identidade dos suspeitos, mas sabe-se que eles realizaram diversos assaltos na região. O delegado acredita que a população pode ajudar a Polícia Civil na localização da dupla criminosa. O sigilo de quem repassa as informações é assegurado pelo Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP).

A vítima chegou a ser encaminhada por populares para a Unidade de Emergência do Agreste (UE), mas entrou em óbito em seguida.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: