82 99641-3231

Empresa oferece cursos profissionalizantes para população de Palmeira dos Índios e região

aqui achei

Atenção Palmeira dos Índios e região cursos profissionalizantes na ACEPI Associação Comercial e Empresarial de Palmeira dos Índios os cursos são:

  • Cabeleireiro;

  • Barbeiro;

  • Manicure;

  • Estética c/ maquiagem;

  • Cuidador de idoso;

  •  Aten. De farmácia;

  • Inst. Manutenção ar;

  • Eletricista residencial;

  • Corte e costura;

  • Confeiteira e salgadeira;

  • Mecânica de motos;

  • Mecânica de carros

matrículas e mensalidades por 49,99!

Curso com certificado

 

E também cursos operador de máquinas pesadas

  • Trator de pneu;

  • Empilhadeira;

  • Caminhão muck;

  • Retroescavadeira;

  • Pá carregadeira;

  • Escavadeira hidráulica;

Carteirinha de operador e certificado mais atenção!

Matrículas somente 49,99, Mais atenção inscrições quinta e sexta dessa semana na ACEPI associação comercial e empresarial de Palmeira dos Índios de frente o banco Itaú, informações ligue (82)99920-2488,Whatsapp 99633-4897, serão somente 10 vagas por curso.


Avó de mulher atingida pelo ex-namorado dá detalhes do ocorrido na porta de sua residência

aqui achei
Foto: Rádio Sampaio

O repórter Niraldo Correia foi até a residência da senhora Marluce, avó de Nayara Kelly, vítima de disparos ontem pelo ex-namorado. Segundo o relato de dona Marluce o autor chegou na residência chamando por Nayara no intuito de tirar ela de dentro de casa para assassiná-la em frente de sua residência já que Nayara se negava em voltar o namoro.

Gritando por socorro, Nayara correu e entrou no veículo de um vizinho taxista que estava chegando em casa, o autor Walisson foi até o veículo e deflagrou dois disparos de arma de fogo contra a vítima, um dos tiros também atingiu a filha do taxista José Ferro, identificada como Jordânia Ferro que vinha chegando da faculdade na companhia do pai.

Após atingir as duas mulheres, Walisson atentou contra a própria vida com um tiro na cabeça, uma equipe do SAMU chegou a socorrer o autor até a UPA de onde o mesmo seria transferido para Arapiraca, antes da chegada de uma ambulância especializada para esse tipo de transferência o autor não resistiu e faleceu.

As outras duas vítimas: Nayara Kelly e Jordânia Ferro foram transferidas para a UE.


Homem atenta contra a namorada e em seguida comete suicídio em Palmeira dos Índios

aqui achei

Informações chegadas em nossa redação dão conta de que um homem identificado como Alisson, inconformado com o fim do relacionamento tentou assassinar a ex-namorada identificada por Nayara na tarde de hoje em Palmeira dos Índios. Segundo testemunhas Alisson foi até a casa da ex-namorada a fim de reatar o namoro e como não conseguiu, sacou uma arma e atirou atingindo a mesma de raspão, outra mulher identificada como Jordânia Ferro, que estava próximo ao local foi atingida com um tiro nas costas e encaminhada a UPA de Palmeira dos Índios, mas passa bem.

Após a tentativa de homicídio, Alisson atirou na própria cabeça no meio da rua, onde foi socorrido pelo SAMU até a UPA de onde seria transferido para a Unidade de Hemergência em Arapiraca, mas, antes da chegada da USA para a transferência o autor da tentativa de homicídio seguida de tentativa de suicídio não resistiu e faleceu. Guarnições da Polícia Militar foram deslocadas até a Avenida Brasília no Bairro Jardim Brasil para isolar o local e aguardar a chegada do IML e do IC.

A equipe de reportagem da Rádio Sampaio está colhendo maiores informações e novos detalhes sobre essa tentativa de homicídio seguida de suicídio a qualquer momento aqui no nosso site.

 

 

 

 

 

 


Lava-Jato: PGR pede que STF condene Collor a mais de 22 anos de prisão

aqui achei

BRASÍLIA – A procuradora-geral da República, Raquel Dodge , pediu ao Supremo Tribunal Federal ( STF ) que o senador e ex-presidente Fernando Collor (PROS-AL) seja condenado na Lava-Jato a uma pena de 22 anos, oito meses e 20 dias de prisão. Também solicita a aplicação de multa de 1400 salários mínimos, em valor igual ao da época em que os supostos crimes foram cometidos.

Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR), o grupo de Collor recebeu R$ 29,95 milhões em propina entre 2010 e 2014. Assim, ela pede que ele e os demais réus devolvam esse valor e, além disso, paguem o dobro – R$ 59,9 milhões – a título de anos morais. Também quer que, ao fim do julgamento, seja decretada a perda do mandato. O julgamento, que não tem data prevista para ocorrer, será na Segunda Turma do STF.

O senador é acusado de receber propina no valor total de cerca de R$ 9,6 milhões, para viabilizar irregularmente um contrato de troca de bandeira de postos de combustível celebrado entre a Derivados do Brasil (DVBR) e a BR Distribuidora. Collor também responde por propina supostamente recebida no valor de pelo menos R$ 20 milhões para viabilizar irregularmente a celebração de quatro contratos de construção de bases de distribuição de combustíveis entre a UTC Engenharia S/A e a BR Distribuidora.

Collor é réu em razão de dois crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Pelo primeiro, Dodge pede uma condenação de 12 anos, cinco meses e dez dias. Pelo segundo delito, ela sugere pena de dez anos, três meses e dez dias Além de Collor, respondem pelos crimes Pedro Paulo Bergamaschi de Leoni Ramos, conhecido como PP, que foi ministro de Collor quando ele era presidente da República, e Luís Amorim, administrador da TV Gazeta de Alagoas, de propriedade do senador. Para cada um dos dois, Dodge pede uma pena de 14 anos e quatro meses, e multa de 1400 salários mínimos.

De acordo com a procuradora-geral, há provas para concluir que Collor “praticou o crime de corrupção passiva ao haver utilizado o seu mandato parlamentar e sua influência política para obter vantagens indevidas por intermédio de Pedro Paulo Bergamaschu, principal operador do ‘caixa geral de propinas’ mantido junto a Alberto Youssef (doleiro que se tornou delator na Lava-Jato) e arrecadado em razão do esquema ilícito instaurado perante a BR Distribuidora”. Em contrapartida, Collor daria apoio político à direção da empresa.

Entre as provas citadas estão: planilhas apreendidas, chamadas telefônicas; registros de entrada de Pedro Paulo no escritório de Youssef e na sede da UTC; registros de entrada do dono da empreiteira, Ricardo Pessoa, na BR Distribuidora; operações entre as empresas de Pedro Paulo e Youssef; dados resultantes da quebra de siglo bancário; simulação de empréstimos feitos por Collor à TV Gazeta.

Para Dodge, é evidente que Collor agiu intencionalmente no cometimento do crime de lavagem de dinheiro. Para receber propina, diz ela, o senador recorreu ao “uso de subterfúgios diversos, tais como a colocação de interpostas pessoas, a simulação de empréstimos entre pessoas jurídicas controladas pelo Senador Fernando Collor, o depósito fracionado em contas bancárias para desvincular os valores de sua origem, qual seja, os desvios ocorridos nas licitações promovidas pela BR Distribuidora”.

Segundo a procuradora-geral, houve depósitos fracionados em contas bancários de Collor, da esposa e também de suas empresas. Outra forma de receber vantagens indevidas teria sido “por meio da aquisição de automóveis, imóveis, obras de arte e outros bens de luxo, e ainda por meio do pagamento de despesas pessoais no país e no exterior, artifícios financeiros que serviram ao propósito autônomo de afastar tais valores de sua origem ilícita”.

Em documento apresentado no processo em curso no STF, a defesa de Collor pediu a rejeição das acusações por ausência de “justa causa”. Os outros dois réus fizeram o mesmo. O GLOBO ainda não conseguiu entrar em contato com a defesa do senador para comentar o pedido da PGR.

 


Motorista desvia de cachorro e capota carro em Palmeira dos Índios

aqui achei

A condutora de um veículo, modelo Fiat Strada, capotou no início da noite desta segunda-feira (1º), em um trecho da AL-115, próximo a Serra das Pias, no município de Palmeira dos Índios, em Alagoas, após desviar de um cachorro que invadiu a pista.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Alagoas (CBM/AL), a vítima do sexo feminino, que não teve o nome divulgado, estava passando pelo local quando avistou um cachorro.

Ao tentar desviar do animal, acabou capotando o veículo. Na ocasião, ainda conforme a Corporação, a mulher recusou o atendimento da equipe médica. Uma viatura com quatro militares esteve no local para realizar os primeiros socorros à vítima.

Uma guarnição da Polícia Militar também foi acionada para a realização dos procedimentos cabíveis.

Acidente aconteceu próximo a Serra das Pias, em Palmeira


Chuvas provocam transtorno em Palmeira dos Índios.

aqui achei

 

Rua Valdemar Holanda Cavalcante

 

As fortes chuvas que caíram no fim de semana que passou causaram transtorno em várias localidades da zona urbana de Palmeira dos Índios.

No bairro São Francisco, Fernanda Silva de Menezes, moradora da Rua Valdemar Holanda Cavalcante, informou a reportagem do site da Radio Sampaio e da 94.5 , que em vista do estado dessa artéria e de outras avenidas , a água causou estragos nas casas as margens e no calçamento.

 

CORRENTEZA

A chuva também provocou preocupação em moradores de outros bairros de Palmeira dos Índios, como o que mostra os vídeos registrado por um internauta do bairro Paraíso.

 


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey