82 99641-3231

Acaba nesta sexta-feira prazo para inscrições no vestibular UNCISAL

640a0d5fb3364b0aa8a98d0411256517_3020138572434e1e9b384bee10f16c8c_uncisal-1Poderão ser realizadas até hoje (sexta-feira, 11) as inscrições, para o preenchimento das 490 vagas ofertadas, para os cursos de graduação da Uncisal, através do PROSEL/UNCISAL 2017. As inscrições podem ser feitas através do site https://vestibular.uncisal.edu.br.

Antes de realizar a inscrição, o candidato deverá ler o Edital com todas as orientações sobre o processo seletivo, que está disponível na página: http://www.copeve.ufal.br/index.php?opcao=concurso&idConcurso=305.

Este ano, terá a oferta para os cursos: Superior de Tecnologia em Radiologia, Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet, Superior de Tecnologia em Tecnologia de Alimentos, Superior de Tecnologia em Segurança do Trabalho e também haverá oferta de curso EAD: Superior de Tecnologia em Gestão Hospitalar. Além destes, são ofertadas vagas também para os cursos de Bacharelado em: Medicina, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional e Enfermagem.

Cotas

Serão considerados optantes por cotas, os candidatos que concluíram, exclusiva e integralmente, os últimos quatro anos do Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) e o Ensino Médio (1º ao 3º ano) em escolas públicas ou Cenecistas (Resolução CONSU/UNCISAL nº 23, de 09 de setembro de 2016), sendo os demais considerados não optantes.

Nos cursos superiores de tecnologia das modalidades presencial e a distância, haverá duas entradas, sendo uma em cada semestre. Do total de vagas ofertadas por semestre, 50% será disponibilizado para optantes por cotas e 50% para não optantes, por ordem de classificação.

O candidato que optar por concorrer às vagas ofertadas pelo sistema de cotas deverá informar, no ato da inscrição, a(s) Instituição(ões) de ensino, Município e Estado que estudou em cada série e comprovar, no ato da matrícula institucional, que cursou, exclusiva e integralmente, os últimos quatro anos do Ensino Fundamental e o Ensino Médio em escolas públicas ou Cenecistas. Alunos provenientes de fundações não poderão se inscrever pelo sistema de cotas.

Inscrições

As inscrições para o PROSEL/UNCISAL 2017 serão realizadas exclusivamente via Internet, no endereço eletrônico http://vestibular.uncisal.edu.br, até as 23h59 do dia 11/11/2016.

O candidato deverá fazer o seu cadastro no endereço eletrônico http://vestibular.uncisal.edu.br; após a realização do cadastro, o candidato deverá fazer sua inscrição preenchendo a ficha de inscrição online existente no endereço eletrônico, e, após a conferência dos dados, deverá confirmar sua inscrição; o candidato deverá imprimir o Documento de Arrecadação – DAR gerado pelo sistema da UNCISAL e efetuar o pagamento da taxa de inscrição, observando a data de vencimento deste, nas agências bancárias credenciadas, caixa eletrônico ou qualquer outro estabelecimento autorizado a receber pagamentos por Documento de Arrecadação do Estado de Alagoas. Não será aceito o pagamento feito por envelope em caixa eletrônico ou por transferência bancária.

Durante a realização da inscrição no site da UNCISAL, os candidatos deverão preencher os dados cadastrais, definir os cursos (primeira e segunda opção), a língua estrangeira (inglês ou espanhol), a adesão às cotas (optante ou não optante), a necessidade de condição específica (sabatista) e/ou a necessidade de condição diferenciada para realização das provas (deficiências, necessidade especial ou problemas de saúde).

As informações referentes aos dados cadastrais (nome, documentos e endereço) do candidato poderão ser corrigidas, caso necessário, durante o período de inscrição no site da UNCISAL. Uma vez concluída a inscrição, as informações referentes aos cursos (primeira e segunda opção), a língua estrangeira (inglês ou espanhol) e a adesão às cotas (optante ou não optante) só poderão ser modificadas mediante a realização de uma nova inscrição, sendo considerada efetivada aquela cujo pagamento for confirmado.

Provas Objetivas E De Redação

A Prova Objetiva será constituída por questões de múltipla escolha, com 05 opções de resposta cada, havendo apenas 01 correta. A Prova de Redação consistirá na elaboração de texto dissertativo/argumentativo em prosa e valerá 20 pontos.

As Provas Objetivas realizar-se- ão, simultaneamente, no dia 17/12/2016, no horário das 13h00 às 17h00 (horário local), e no dia 18/12/2016, no horário das 13h00 às 18h00 (horário local), na cidade de Maceió, em locais a serem divulgados no cartão de inscrição. Caso o espaço físico destinado à realização das provas na cidade de Maceió não seja suficiente para comportar a demanda de candidatos, os excedentes serão realocados para os municípios circunvizinhos. No dia 17/12/2016, o horário de realização das provas para os candidatos sabatistas, que requererem condição específica conforme Edital, será de 18h00 às 22h00 (horário local).

Os locais de realização das provas estarão indicados no cartão de inscrição do candidato, que será disponibilizado na Internet no endereço eletrônico www.copeve.ufal.br, a partir do dia 13/12/2016.

Em caso de dúvidas, os candidatos poderão entrar em contato com a Copeve através dos números (82) 3214-1692 e 3214-1694, ou ainda através do email: copeve.candidato@gmail.com.

Fonte: Copeve

Após indefinição, organizadores mantém vaquejada em Palmeira dos Índios

vaquejada-1024x552Após a indefinição provocada por um pedido do Ministério Público Estadual de suspensão da 25ª edição da Vaquejada Ulisses Miranda, em Palmeira dos Índios, os organizadores do evento confirmaram nesta quinta-feira (10) à noite que a competição deve acontecer normalmente até o próximo domingo (13).

Os realizadores chegaram a anunciar a suspensão do evento nesta tarde, enquanto aguardavam um posicionamento da Justiça. Mas, segundo eles, as provas e os shows que estão previstos para acontecer no sábado (12) estão mantidos.

“A recomendação do Ministério Público tomava como base uma decisão do STF [Supremo Tribunal Federal] que proibiu a realização de vaquejadas no Ceará. Mas, a decisão não foi sequer publicada, portanto não pode ser utilizada como base legal”, diz Henrique Carvalho, vice-presidente da Associação de Criadores de Cavalo Quarto de Milha.

De acordo com ele, além de não ferir a legislação, a competição não provoca nenhum tipo de maus tratos. “Os animais estarão com protetor de cauda, a pista tem um colchão de areia de 60 centímetros na área de queda, não é utilizado nenhum instrumento de choque. Enfim, está completamente adequada”, frisou.

Outro ponto abordado por ele é o que classifica como “relevância social” do evento. “A vaquejada em Alagoas gera cerca de 11 mil empregos. São centenas de famílias que dependem da atividade para sobreviver. O que faríamos com as pessoas contratadas para trabalhar neste evento especificamente?”, questionou.

Um dos organizadores da vaquejada, Zé Filho, confirmou por telefone que a competição está mantida e ressaltou a garantia dada pela Justiça para a realização das provas.

O evento promovido pela Associação dos Vaqueiros do Brasil tem início nesta quinta e segue até o dia 13 de novembro, no Parque de Vaquejada Ulisses Miranda, no povoado Palmeira de Fora, em Palmeira dos Índios.

Para a promotora de Justiça Salete Adorno Ferreira e o defensor público Fábio Ricardo Albuquerque de Lima, os organizadores e participantes da vaquejada praticam atos que caracterizam maus-tratos contra animais, uma vez que lhes causam sofrimento.

indice


Câmara de Vereadores emiti nota sobre o caso do suposto pedido de ajuda ao 10ºBPM

(Foto: Edson Silva/Arquivo)
(Foto: Edson Silva/Arquivo)

No final da tarde desta quinta-feira (11),  chegou a vez da Câmara de Vereadores se manifestação sobre o pedido de “vaquinha” divulgado em redes sócias que segundo informações teria sido feita pelo Comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar. Tanto o Comando Geral quando o próprio Comandante negam o pedido já emitiram nota sobre o fato.

 

 

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE PALMEIRA DOS ÍNDIOS

A Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios vem a público informar que é equivocada a informação que está sendo veiculada por alguns órgãos da imprensa sobre a visita, tão ilustre a nossa casa, nesta terça-feira (09), do comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar – 10ºBPM, Tenente-Coronel Vale. Na verdade, foi uma visita cordial, onde o comandante fez uma explanação do trabalho que o 10ºBPM vem fazendo, não só em Palmeira, mas também nas cidades de Igaci, Taquarana, Quebrangulo, Paulo Jacinto, Tanque D’arca, estrela de Alagoas, Minador do Negrão, Maribondo e Cacimbinhas.

O comandante nos informou que o Batalhão está aguardando a chegada dos policiais da reserva que foram chamados pelo governador Renan Filho, e que concluem o curso agora no final do ano, para colocar em prática um plano de ação ostensiva para o período de festas onde o comércio fica aquecido e o índice de criminalidade também tende a aumentar. A dinâmica de trabalho que o Tenente-Coronel nos apresentou certamente irá diminuir bastante este índice.

Em nenhum momento o comandante nos pediu auxílio algum. A Câmara Municipal, através dos seus vereadores, foi quem se propôs a ajudar a Polícia Militar no que fosse preciso, e que estivesse em conformidade com a lei. Informamos para o Coronel Vale que a nossa casa está pronta para ajudar a quem ajuda a sociedade, especialmente o povo palmeirense, o qual representamos. Estamos dispostos a ajudar e cooperar para a segurança da nossa cidade. O coronel Vale agradeceu a disposição dos nossos vereadores e nos informou que já está conversando com o comando da Polícia Militar sobre a urgência destes novos policiais.

Portanto, em nenhum momento o comandante do 10ºBPM, Tenente-Coronel Vale, nos pediu nenhum tipo de ajuda. Ele apenas nos visitou cordialmente, falou da dinâmica de trabalho que o 10ºBPM vem praticando, e também do esforço que a Polícia Militar do Estado de Alagoas vem fazendo para diminuir a criminalidade em nossa região. Além disso, o comandante Vale nos deixou informado do Plano Estratégico do 10ºBPM para o fim de ano.

Queremos aproveitar e agradecer a Polícia Militar, na pessoa do Tenente-Coronel Vale, pelo excelente trabalho à frente do 10ºBPM, sua determinação e preocupação com a segurança dos palmeirenses.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA CÂMARA MUNICIPAL DE PALMEIRA DOS ÍNDIOS


Vigilância Sanitária interdita consultório oftalmológico em Palmeira dos Índios

whatsapp-image-2016-11-10-at-14-59-31A  Vigilância Sanitária Municipal e Estadual em parceria com a 5º Delegacia de Polícia e Procuradoria Municipal realizaram nesta quinta-feira (10) a interdição de uma clínica oftalmológica no centro da cidade por ausência do alvará sanitário. Utilizando-se do poder de polícia administrativa de acordo com a Lei Orgânica de Saúde Municipal 1402/97 Art. 70 e na Lei Federal 6437/77 Art. 10 inciso IV.

Segundo informações da Vigilância Sanitária  o  estabelecimento de saúde  desenvolve atividades exclusivas do Profissional  Médico Oftalmologista. Portanto, na prática o estabelecimento tem realizado atividades de consultório oftalmológico, exclusivas do Profissional Médico com especialização em Oftalmologia o que constata exercício ilegal da profissão.  O exercício ilegal é considerado crime caracterizando-se inobservância ao art. 47 da Lei de Contravenções Penais (Lei nº 3.688/41).

O caso foi registrado na 5ª Delegacia Regional de Polícia de Palmeira dos Índios, sob o inquérito policial nº 365/2015
A Vigilância Sanitária pedi a toda população Palmeirense que seja  um parceiro do município denunciando os infratores através do número 0800 082 5299, a ligação é gratuita e seus danos são sigilosos.
whatsapp-image-2016-11-10-at-14-59-321

whatsapp-image-2016-11-10-at-14-59-322

Enf. Márcio Pinheiro com Redação


10º BPM prende homem por Tráfico de Entorpecentes em Belém

Guarnições do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM), com o apoio do Serviço de Inteligência da Unidade, realizaram a apreensão de drogas, durante a tarde desta quarta-feira (09), no município de Belém.

Os militares receberam a informação de que um homem estaria comercializando drogas ilegalmente em uma residência localizada na Rua São José. Ao verificar a situação, constataram o fato e prenderam Cícero Luiz da Silva, de 42 anos, que estava sob a posse de 28 gramas de crack, 82 gramas de maconha, uma balança de precisão e R$ 478,70 em espécie.

O autor foi conduzido à 5ª Delegacia Regional de Polícia, onde foi autuado por Tráfico de Entorpecentes.

10bpm

PM/AL


Comando Geral da Polícia Militar emite nota sobre pedido de ajuda do Comandante do 10º BPM

O Comando-geral da Polícia Militar de Alagoas vem a público informar que não autoriza qualquer membro da corporação a solicitar apoio financeiro ou material a qualquer entidade, seja pública ou privada.

Em referência as publicações de alguns meios de comunicação, que expõe a solicitação de ajuda financeira a Câmara Municipal de Vereados do município de Palmeira dos Índios, o Comando vem afirmar que mais de 95% da frota de viaturas do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM) é locada, cuja manutenção é de responsabilidade das locadoras.

Em relação às viaturas próprias, a corporação realiza todas as manutenções preventivas. Atualmente, apenas um dos veículos do 10º BPM se encontra sem utilização, o mesmo apresentou problemas há menos de 20 dias, sendo que o seu conserto já foi solicitado através da Diretoria de Apoio Logístico. O processo licitatório para a compra do material já está em fase final.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey