Whatsapp 82 99641-3231

Morre na madrugada desta segunda-feira a modelo Nara Almeida

Morreu na madrugada desta segunda-feira a modelo e influenciadora digital Nara Almeida no Hospital Nove de Julho, em São Paulo. Nara travou uma batalha pública contra um câncer de estômago, descoberto em meados de 2017.

Ao compartilhar a sua luta pela vida pelo Instagram, hoje com 3,7 milhões de seguidores, ela ganhou força de fãs, amigos e celebridades. Adriane Galisteu, Lea T. e Tatá Werneck eram algumas das pessoas que trocavam mensagens com ela com frequência. Nara tinha 24 anos.

O jogador Alexandre Pato decidiu ajudar com um tratamento de imunoglobulina para ver se a doença seria debelada. Nara não postava nenhuma foto desde o dia 4 de maio.

A doença avançou para outros órgãos, como fígado e pâncreas. A menina estava internada há três meses. Desses, dois em um leito de UTI. Na última quarta, o quadro dela se agravou. Nara precisou ser sedada para conter as crises agudas de dor.

 

Nara nasceu em João Lisboa, cidade de 20 000 habitantes localizada a 637 quilômetros de São Luís, no Maranhão. Sua mãe, Eva Maria, cabeleireira, vivia em Roraima. Eva abandonou sua vida (emprego, filhos e marido) para acompanhar o tratamento de Nara em São Paulo, onde dormiu nos últimos meses dentro do hospital.

 


Acadêmicos de enfermagem realizam cerimônia da lâmpada em Palmeira dos Índios

Por Cayo César

A tradição passada de ano em ano foi um marco novamente para o curso de Enfermagem da Faculdade CESMAC do Sertão.

 

A Cerimônia da Passagem da Lâmpada é uma homenagem à Florence Nightingale. A história conta que na Guerra da Criméia a enfermeira tratava os soldados feridos oferecendo-lhes palavras de apoio para que tivessem o conforto necessário para sua recuperação. As visitas eram feitas durante a escuridão nas noites, onde ela levava sua lâmpada de azeite. Essa rotina concedeu à Florence o título de ‘dama da lâmpada’, e marcou a profissão, que passou a usar a lâmpada como seu símbolo.

 

Todos os anos o curso de Enfermagem realiza a passagem da chama. O evento tem como objetivo transmitir experiências para os futuros profissionais. A chama de fogo contém simbolismo milenar e a passagem da lâmpada de um acadêmico para outro demonstra a continuidade da assistência de enfermagem.

 

Os professores Marisete, Hugo de Lira, Mosabelle Brasileiro, Dalmarcia, Rudja e Yolanda acompanhados da Coordenadora de Enfermagem, Alayde Ricardo, participaram da cerimônia. De acordo com a professora de enfermagem, Enf. Mosabelle Brasileiro, a simbologia da lâmpada deve ser sempre relembrada pelos acadêmicos, futuros profissionais, do carinho, atenção e do cuidado que o enfermeiro deve ter ao tratar seus pacientes. “De acordo com a missão do CESMAC, os alunos possuem a responsabilidade de serem agentes de transformação no seu espaço de atuação profissional. A passagem da lâmpada é um momento muito especial e representativo, que simboliza essa transição da área de atuação e o comprometimento com a qualidade da saúde”.

 

No Brasil, a Cerimônia de Passagem da Lâmpada remonta a 1925, ano em que ocorreu a formatura da primeira turma de enfermeiras do Departamento Nacional de Saúde Pública, no Instituto Nacional de Música, quando a lâmpada acesa passou de mão em mão entre as alunas dos anos anteriores até chegar às mãos das formandas da turma denominada “As Pioneiras”. Desde então vem sendo uma representação constantes nos ritos da profissão.

 


TSE não pode impedir candidatura de Lula, afirma Presidente STF

Cármem Lúcia (Presidente do Supremo Tribunal Federal)

SÃO PAULO – A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, refutou a possibilidade de que a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja bloqueada sem que haja contestação prévia – ou “de ofício”, como se diz no jargão jurídico. “O Judiciário não age de ofício, age mediante provocação”, disse a ministra, em entrevista ao programa Canal Livre, da Band, transmitido na madrugada desta segunda-feira, 21. Na semana passada, ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) passaram a discutir nos bastidores a possibilidade de tomar a iniciativa de impedir Lula de ser candidato, para supostamente evitar um impasse durante a campanha.

 Cármen trata de auxílio-moradia com juízes

O petista cumpre pena de prisão em Curitiba desde abril, mas será lançado e registrado como candidato ao Planalto. Para Cármen Lúcia, no entanto, candidatos como Lula são inelegíveis por causa da condenação em segunda instância, como previsto na Lei da Ficha Limpa. “Isso foi aplicado desde 2012. Eu não noto nenhuma mudança de jurisprudência no TSE. E o Supremo voltou a este assunto, este ano, e reiterou a jurisprudência e a aplicação da jurisprudência num caso de relatoria do ministro (Luiz) Fux, atual presidente do TSE.”

Apesar do imbróglio envolvendo Lula, Cármen Lúcia crê que o caso do petista não chegará ao Supremo. “Nós temos uma Justiça Eleitoral muito presente, e isso é matéria eleitoral que irá pra lá. Acho que não chega ao Supremo.”

Segunda instância
Ainda durante a entrevista ao programa Canal Livre, Cármen Lúcia voltou a defender o atual entendimento da Corte sobre a prisão de condenados em segunda instância e reiterou que não vai colocar o tema em pauta durante sua gestão, que termina em setembro. “A menos que sobrevenha alguma coisa, algo completamente diferente, que não é um caso ou outro”, ressalvou.

 Advogados e Defensorias Públicas se reúnem com Cármen para falar da prisão em 2.ª instância

A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em abril, reabriu a discussão sobre o tema e colocou pressão sobre Cármen, que resistiu à ideia de recolocar o tema na pauta do STF. A ministra argumentou que, de 2009 a 2016 (período que marcou a mudança de entendimento do Supremo), houve uma mudança significativa na composição da Corte. “Hoje, não. De 2016 até agora, lamentavelmente morreu o ministro Teori Zavascki (morto em 2017 em acidente de avião). Entretanto, o ministro que entrou no lugar, Alexandre de Moraes, votou no mesmo sentido de Teori”, defendeu.

 Defensor diz a ministra que pobres serão os mais afetados por prisão em 2ª instância

Em setembro, a ministra deixa a cadeira da presidência e será substituída por Dias Toffoli. Questionada sobre a possibilidade de o entendimento de que um condenado em segunda instância deve começar a cumprir pena estar com os dias contados, a ministra desconversou. “Eu não sei dizer como é a orientação de colegas”, afirmou.

Carmén voltou a defender que o Supremo não deve reavaliar decisões após mudança de entendimento de algum membro, como uma forma de evitar uma insegurança jurídica.

Votações
Cármen Lúcia acredita que a divisão verificada na Corte nas últimas votações importantes é um reflexo do atual estado de ânimo da sociedade. “Há uma divisão no mundo, há uma divisão no Brasil, há uma divisão às vezes dentro de famílias sobre a compreensão de mundo”, afirmou durante a entrevista. A ministra disse que há diversos exemplos de casos que terminaram com placar de 6 a 5 na história do Supremo, e que a diferença agora é que a Corte está presente “em todas as discussões”. “Numa sociedade dessa, imagina se o Brasil todo dividido e o Supremo votasse sempre no mesmo sentido, sem ninguém ter dúvida sobre outra visão de mundo. Acho que aí seria algo um pouco desconectado.”

 PF à frente de delações ainda depende do Supremo

A presidente do STF disse ainda que vê com “muita preocupação” o atual nível de beligerância nas discussões políticas e jurídicas. “Violência é o contrário do direito. Quem tem razão não grita.” O prédio onde Cármen Lúcia mora em Belo Horizonte foi alvo de vandalismo às vésperas da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em abril. “Fico um pouco entristecida de ver e fiquei preocupada com os vizinhos. Moro num prédio com pessoas idosas”, disse. A ministra disse que vai pagar pela limpeza da fachada do prédio, que foi manchada com tinta vermelha. “É uma reação de violência que não leva a lugar nenhum.”

 Foro restrito tira 95% das ações do STF, diz estudo

Cármen Lúcia ainda refutou supostos comentários de que ela teria sido desleal com Lula, responsável por sua nomeação ao Supremo, em 2006, ao abrir caminho para a prisão do petista. “Sei de até jornalistas que disseram, literalmente, a frase que me veio, estou colocando entre aspas: ‘O preço foi pequeno perto da deslealdade de ter sido nomeada pelo ex-presidente e de não ter garantido que ele não fosse para a cadeia’. Isto é uma frase dura pelo seguinte: a toga não é minha, a toga é do Brasil, ela tem que se submeter a Constituição.”

_______________________________________________________________________________________________


Toninho Garrote solicita novamente a abertura da emergência do Hospital Santa Rita

Vereador Toninho Garrote (Foto: Assessoria/Câmara)

Por Cayo César

Motivo de muitos pedidos, a Emergência Dr. João Medeiros Netto, pertencente ao Hospital Regional Santa Sita, voltou a ser pauta de discussão na Câmara Municipal de Vereadores de Palmeira dos Índios.

 

Um pedido do vereador Toninho Garrote (PP), reiterou um pedido feito pelo próprio vereador no ano passado, na indicação Toninho faz um apelo ao Governo Municipal para que sejam tomadas medidas legas para a reabertura da Emergência do Hospital, e assim, ela volte a atender pacientes pelo SUS.

 

“A população me cobra muito por onde ando. A UPA é longe para atender algumas localidades, e sabemos que essa reabertura não depende só do prefeito, mas de uma ação em conjunto do Governo Estadual e Governo Federal.” afirmou Toninho Garrote.

 

O Hospital Santa Rita teve suas portas de urgência e emergência fechadas para o SUS quando o recurso que vem para essa finalidade foi transferido para a Unidade de Pronto Atendimento, já que ela passaria a atender esses tipos de atendimento médico. Após isso houve inúmeras manifestações de apoio ao fechamento e contra o fechamento, o assunto é bem comentado na cidade.

 

Ainda segundo o vereador, o mais apropriado seria a UPA funcionar ao lado do Hospital, como é em outras cidades. “Com a UPA próximo ao Hospital e um corredor ligando os dois, a população seria melhor assistida e o tempo de espera para internação seria muito menor.” afirma o vereador Toninho Garrote.

 

A indicação de Toninho foi aprovada por todos os vereadores presentes a sessão.


Três pessoas ficam feridas após acidente entre carros em Delmiro Gouveia

Uma colisão envolvendo dois veículos deixou três pessoas feridas na noite do último sábado (19) em um trecho do Anel Viário no município de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas.

Os dois carros, um Chevrolet Prisma, de cor prata e um Ford Ecosport, vermelho colidiram frontalmente, mas os motivo do choque ainda são desconhecidos.

As vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade sertaneja.

A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) esteve no local realizando os procedimentos necessários. O estado de saúde e os nomes não foram divulgados, mas os acidentados não correm risco de morte.


Após fim de relacionamento, homem agride a ex e acaba preso em Belém

5ª DRP de Palmeira dos Índios/ foto: Rádio SAMPAIO

Uma mulher de 28 anos identificada como Elaine Santos de Oliveira, foi agredida a pauladas na tarde deste domingo (20), pelo ex-marido, um homem de 31anos.

O fato ocorreu no Povoado Chã de Belém, zona rural do município de Belém, Agreste de Alagoas.

Segundo boletim de ocorrência, a vítima teve sua residência invadida pelo suspeito identificado como José Carlos de Lima Barros, que embriagado começou a agredi-la com um pedaço de madeira por não aceitar o fim do relacionamento.

Devido o estado de embriagues do ex-marido, Elaine conseguir fugir de casa e acionar a Polícia Militar.

A vítima relatou que o suspeito lhe ameaçava de morte já há alguns meses.

Preso, José Carlos foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Palmeira dos Índios, onde deve ser indiciado por lesão corporal grave no âmbito de violência doméstica.