82 99641-3231

Vigilância Sanitária apreende 2 mil quilos de produtos de limpeza ilegais

A vigilância Sanitária de Arapiraca participou de ação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Batalhão de Polícia Rodoviário (BPRv), na última terça-feira (10), no posto da PRF da rodovia BR-101, quando foi realizada a apreensão de 2 mil quilos de material ilegal para a comercialização, armazenados em recipientes com produtos saneantes, preparações destinadas à higienização de ambientes.

A carga, que estava sendo transportada em veículo particular, sem nota fiscal, foi apreendida em ação que tem o objetivo de coibir o comércio de produtos clandestinos no estado.

O material foi encaminhado para o descarte, realizado pela Vigilância Sanitária Municipal, que atua na fiscalização das empresas fabricantes de saneantes, de acordo com normas próprias e legislações estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com Lindelmo Ferreira, coordenador da Vigilância Sanitária Municipal, quando a equipe do órgão chegou ao local, após ser acionada pela PRF, e verificou a situação e os produtos, lavrou o termo de apreensão e inutilização.

“O proprietário foi autuado e notificado a comparecer ao departamento da vigilância sanitária para prestar esclarecimentos e regularizar a sua situação”, esclareceu.

 


PC conclui inquérito, mas não aponta mandante da morte de Neguinho Boiadeiro

A Polícia Civil concluiu e entregou o inquérito que apurou a morte do vereador por Batalha, Neguinho Boiadeiro, mas, sem apontar o mandante do crime.

A informação foi confirmada pela assessoria da PC, mas ressaltou que o delegado Cícero Lima, que presidia a comissão designada para a investigação não vai se pronunciar sobre o caso.

De acordo com a assessoria, o inquérito foi entregue à justiça, mas o delegado não descartou a possibilidade de posteriormente serem apontados o autor ou os autores intelectuais do assassinato.

 

Fonte: GazetaWeb


Concurso TJAL: títulos dos aprovados devem ser enviados até 16 de julho

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) publicou, nesta quinta-feira (12), no Diário da Justiça Eletrônico, a convocação para a avaliação de títulos dos aprovados no concurso para os cargos de nível superior.

A documentação deve ser enviada até o dia 16 de julho, via Sedex ou carta registrada, para o endereço da Fundação Getúlio Vargas: caixa postal nº 205 – Muriaé/MG, com o CEP 36880-970.

Serão avaliados os títulos dos candidatos aprovados nas provas discursivas até a 150ª posição para os cargos analista judiciário – oficial de justiça e analista judiciário – área judiciária.

Também serão submetidos a análise as qualificações dos 10 primeiros colocados para o cargo analista judiciário – apoio especializado – estatísticas.

Com relação aos candidatos declarados negros, serão examinados os títulos dos que alcançaram até a 30a posição nos cargos analista judiciário – oficial de justiça e analista judiciário – área judiciária. Já para o cargo de analista judiciário – apoio especializado – estatísticas, serão analisados os títulos dos dois primeiros colocados.

Os títulos dos candidatos inscritos na condição de pessoas com deficiência também serão apreciados. Conforme o edital, não haverá, em hipótese alguma, uma nova data para o envio da documentação.

Os documentos deverão ser apresentados em suas vias originais ou por meio de cópias autenticadas em cartório. O formulário para a entrega, que deve ser preenchido e assinado, se encontra disponível no site da Fundação Getúlio Vargas.

O concurso realizado no início deste ano ofertou 131 vagas, sendo 100 vagas para técnico judiciário – área judiciária; 15 para analista judiciário – oficial de justiça avaliador; 15 para analista judiciário – área judiciária e uma para analista judiciário – área de estatística.


Magno Malta diz que não será vice de Bolsonaro

Em evento na Assembleia Legislativa do Ceará, o senador Magno Malta (PR-ES) anunciou que não aceitará ser vice na chapa do pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência. O fato foi relatado pelo jornal “Diário do Nordeste” nesta quarta-feira (11).

Malta anunciou que irá se dedicar a sua reeleição ao Senado, para que a bancada cristã seja mais numerosa no Congresso.

O senador, uma das vozes mais conservadoras do Congresso, era o favorito de Bolsonaro e do PSL para ocupar o posto.

“Por que o vice de Bolsonaro é essa insistência que a imprensa nacional quer? É o cara botar o pescoço de fora e começar a ser escrachado antes da hora? O que tenho perguntado é o seguinte: será que para a sociedade, para as famílias, a minha luta em defesa das crianças, será que vale a pena eu ficar calado?”, questionou.

“Digo para ele [Bolsonaro]: você é presidente sem mim, com qualquer outro vice. Tenho que avaliar é a minha importância, e, na minha cabeça, sou importante é no Senado”, disse Malta, de acordo com o “Diário do Nordeste”.

Pastor evangélico, ele disse que as igrejas terão mais importância nesta eleição, pois terão como missão mostrar que o país foi “assaltado” nos governos do PT e que os valores de família “foram duramente atacados durante 14 anos”.

Filiado ao nanico PSL, Bolsonaro busca uma aliança com o PR para aumentar seu tempo na propaganda eleitoral de rádio e TV e para ampliar seu palanque nos estados.

Ao jornal “O Globo”, Bolsonaro declarou nesta quarta (11) que não havia “problema nenhum” na desistência de Malta.

“Ele não tinha nenhum compromisso de ser [vice]. A bola estava com ele. Pode ser que não venha. Não tem problema nenhum.”

No final de maio, durante sua passagem pela Marcha para Jesus, em São Paulo, o presidenciável declarou a jornalistas que Malta seria seu “vice dos sonhos”. Segundo Bolsonaro, só caberia a Malta dizer se topa, porque “cartinha de amor” ele já havia enviado. Com informações da Folhapress.


Bandidos invadem fazenda de secretária de governo e troca tiros com Polícia em Paulo Jacinto

PM

Bandidos ocupando um veículo trocaram tiros com a Polícia Militar após tentarem invadir a fazenda da Secretária de Educação de Paulo Jacinto, Clarisse Uchôa Veiga, na noite desta quinta-feira (12). Ninguém ficou ferido.

De acordo com informações do Grupamento de Polícia Militar (GPM) local, o caso foi registrado por volta das 23h30, na zona rural do município, quando quatro homens armados invadiram a casa do vaqueiro da fazenda, o colocaram dentro do carro e seguiram com ele até casa da secretária.

No trajeto, sob ameaças, o vaqueiro identificado como José da Silva Aquino, 18 anos, foi orientado pelos criminosos a bater na porta da casa da patroa em busca de socorro para um filho seu, que estaria doente, mas a ação criminosa foi frustrada após a secretária desconfiar que se tratava de um assalto e acionar a polícia.

Ao se deslocar ao local, a guarnição se deparou com o veículo Corsa, de placa MVB-1274, em alta velocidade, o qual colidiu com a viatura e efetuou disparos contra a guarnição e ouve troca de tiros. Na fuga, os criminosos fugiram por dentro de um matagal abandonando o veículo e objetos que haviam sido roubados na casa do vaqueiro.

Buscas foram realizadas, mas até a publicação desta matéria, nenhum suspeito do crime foi localizado. Dentro do veículo, os militares encontraram seis munições calibre 38. O veículo e material recuperado foram levados para a sede da delegacia local.


INSS cancela 54,8% dos auxílios-doença em AL

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) cancelou 8.407 auxílios-doença analisados em Alagoas desde agosto de 2016, quando começou a revisão dos benefícios para evitar irregularidades e desperdício de recursos públicos.

O volume representa 54,8% das 11.037 perícias realizadas no período. Além disso, o órgão também cancelou 1.047 aposentadorias por invalidez no estado.

No total, segundo o INSS, o processo de revisão em Alagoas gerou uma economia de R$ 132,7 milhões. Ontem, o instituto informou que até fim deste ano serão revisados 17.497 auxílios-doença e 16.421 aposentadorias por invalidez em Alagoas – um total de 33.918 benefícios.

Em todo o País, o INSS cancelou 78% dos 404 mil auxílios-doença analisados desde agosto de 2016. Além disso, das 359 mil aposentadorias analisadas, foram canceladas 108 mil – o correspondente a 30,1%.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey