82 99641-3231

Danilo Gentili é condenado a indenizar Maria do Rosário por danos morais

 

O “humorista” tinha recorrido de uma decisão do TJ/RS, confirmada hoje, que o obriga a pagar indenização de R$50 mil à deputada Maria do Rosário (PT-RS) por conta de um vídeo em que aparece rasgando uma notificação extrajudicial enviada pela parlamentar e a esfregando nas partes íntimas

Nesta quinta-feira (12), a  9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS) confirmou a condenação do apresentado Danilo Gentili por danos morais. Condenado no final do ano passado, Gentili recorreu e acabou sendo derrotado novamente. Ele foi obrigado a retirar de suas redes sociais um vídeo em que aparece ofendendo a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) e deverá pagar uma indenização de R$50 mil à parlamentar.

A ação da deputada foi baseada em um vídeo divulgado pelo “humorista” no ano passado em que aparece rasgando uma notificação judicial enviada pela parlamentar e a esfregando nas partes íntimas. “Para a Maria do Rosário e para qualquer outro deputado de qualquer outro partido, eu pago o seu salário. Então eu decido se você cala ou não a boca, nunca o contrário”, afirmou Gentili à época. A notificação em questão solicitava que o apresentador retirasse do ar ofensas machistas proferida contra a deputada gaúcha.

Em nota, Maria do Rosário comemorou a decisão da Justiça. “Essa decisão fortalece nossa atuação diária para que nenhuma pessoa seja ferida em sua dignidade. É um resultado pedagógico que contribui para desenvolver atitudes de respeito, principalmente para com as mulheres. Assim como em outros processos em que derrotamos atos machistas e misóginos, compartilho essa vitória com todas as mulheres. Todas merecem respeito! Ninguém deve poder nos agredir ou dizer que uma mulher deve se calar”.


Cliente é vítima de assalto após sair de agência bancária em Delmiro Gouveia

Uma cliente foi assaltada em plena luz do dia nesta quinta-feira (12) após sair de uma agência bancária no centro da cidade de Delmiro Gouveia, Sertão de Alagoas.

A vítima identificada como: Marlene Lima de Souza de 57 anos, ao sair da agência do Banco do Brasil pela manhã desta quinta foi abordada por uma dupla de criminosos que armados exigiram da mesma sua bolsa.

A dupla subtraiu a bolsa da vítima contendo documentos pessoais, cartões e uma quantia de R$ 1.600,00.

A polícia acredita que os criminosos teriam observado antes os passos da cliente e premeditado a ação. A cliente prestou um Boletim de Ocorrência (B.O) na Delegacia Distrital de Delmiro Gouveia.


Ex-braço direito de Fernandinho Beira-Mar ganha liberdade após ‘erro’

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou nesta quinta-feira (12) que o presidiário Leomar Oliveira Barbosa, de 55 anos, apontado como ex-braço direito do traficante Fernandinho Beira-Mar e conhecido como “Playboy”, foi solto irregularmente, no último dia 4 de julho, do Presídio Estadual de Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Servidores da unidade foram afastados e estão sendo investigados após o ocorrido.

De acordo com a DGAP, Leomar estava preso em Goiás por tráfico de drogas. Ele conseguiu um habeas corpus, mas não poderia ter deixado a unidade por existirem contra ele outras duas penas por por tráfico de drogas, na 1ª Vara de Execução Penal do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás.

Somadas, as penas totalizam 22 anos de reclusão e começaram a ser cumpridas em junho do ano passado. Ao receberem o alvará de soltura, os servidores do presídio “ignoraram” os outros processos.

A assessoria do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás informou que ainda não foi oficialmente comunicada sobre a soltura do preso, sendo que ainda deveria continuar cumprindo as penas por tráfico.

Uma sindicância foi aberta para apurar de quem foi a responsabilidade pelo erro. Leomar, que é visto como de alta periculosidade, ainda não foi recapturado e é considerado foragido. Caso fique comprovado que os servidores agiram de má-fé, eles podem ser exonerados.


Suspeito marca encontro com criança de 11 anos e oferece R$ 15,00

Um homem foi preso, em flagrante, na madrugada desta sexta-feira (13), no bairro Santa Esmeralda, em Arapiraca, suspeito de favorecimento à prostituição.

Segundo a polícia, o suposto autor pediu que uma criança de 11 anos lhe enviasse uma foto sem roupas e marcou um encontro através de uma rede social, oferecendo-lhe uma quantia de R$ 15,00.

De acordo com informações do 3º Batalhão, militares do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) estavam em patrulhamento, quando uma mulher pediu ajuda à guarnição, informando que uma pessoa iria se encontrar com o seu filho, a quem ofereceu a quantia em dinheiro e ainda lhe pediu uma foto que mostrasse as partes íntimas.

Não se sabe, porém, se o autor do fato desejava manter relação sexual com o menor ou se levaria a criança para ter relações com outra pessoa. Após buscas, José Ivaldo Simão dos Santos, 43 anos, foi preso em flagrante e, juntamente com o menor e a genitora, encaminhado para a Central de Polícia de Arapiraca.

Na delegacia, foi lavrado o auto de prisão em flagrante por favorecimento à prostituição ou outra forma de exploração sexual de vulnerável em desfavor do suspeito.

 

Fonte: GazetaWeb


Justiça bloqueia R$ 77 mil de Roberto Carlos em ação por danos morais a ex-empresário

Justiça determinou o bloqueio de R$ 77 mil do ex-lateral e pentacampeão mundial Roberto Carlos em uma ação de danos morais movida por seu ex-empresário, Élio Aparecido de Oliveira, popularmente conhecido como Oliveira Júnior.

O processo é de 2008 e a decisão foi publicada em 3 de julho de 2018 pelo juiz Héber Mendes Batista, da 4ª Vara Cível de Ribeirão Preto (SP).

Oliveira foi agente FIFA e empresário de Roberto Carlos. Os dois entraram em litígio em 2008. O ex-empresário decidiu processar seu ex-cliente após críticas feitas em um programa de televisão.

A primeira condenação aconteceu em 2011, quando a Justiça de Ribeirão Preto condenou Roberto Carlos a pagar R$ 25 mil por danos morais a Oliveira. Depois de transitado em julgado, o valor foi atualizado para R$ 77.302,03.

A reportagem entrou em contato com a assessoria do ex-jogador, porém não houve retorno com o posicionamento sobre o caso. Também houve contato com a advogada Lola Vainstok França, que aparece como representante legal de Roberto Carlos no processo, mas ela afirmou ter sido destituída do caso em 31 de janeiro de 2017 e não quis comentar a condenação.

Ex-camisa 3 do Real Madrid, Roberto Carlos mantém vínculo com o clube espanhol como embaixador. Também atuou como representante da candidatura do Marrocos à sede da Copa do Mundo de 2026.

Cassado e foragido

Já Oliveira Júnior foi eleito vereador em Ribeirão Preto em 2008, porém, foi cassado em 2011 por desacatar policiais militares e dirigir alcoolizado. Em 25 de agosto de 2017, teve prisão decretada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) por ser considerado culpado como mandante de dois crimes: o assassinato do advogado Humberto da Silva Monteiro e a tentativa de homicídio do radialista Josué Soares Dantas.

Os crimes ocorreram em 2006, em Itu (SP), onde à época ele era vice-prefeito. Considerado foragido da Justiça, Oliveira nega e recorre da decisão.


Mais de 600 quilos de substâncias entorpecentes são incinerados pela Polícia Civil em Arapiraca

Na manhã desta quinta-feira (12), a equipe da Delegacia Regional de Arapiraca, coordenada pelo delegado Thiago Prado, fez a incineração de mais de 600 quilos de substâncias entorpecentes que estavam armazenadas no depósito da delegacia.

Toda essa quantidade de droga foi apreendida nas operações policiais realizadas pela Polícia Civil e Militar na cidade de Arapiraca. Foram destruídos entorpecentes do tipo “crack”, maconha, cocaína, loló e medicamentos ilegais.

Estiveram presentes nesta diligência representantes do Ministério Público, do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária. Além disso, a diligência foi respaldada por decisões da 5ª e da 8ª Varas Criminais da Comarca de Arapiraca.

O delegado Thiago Prado destacou que a medida é importante para tirar, de uma vez por todas, essas drogas de circulação, fazendo com que o depósito de drogas fique zerado na delegacia.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 Rádio Sampaio - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey