O clip de Me solta, lançado por Nego do Borel nessa segunda-feira (9/7) foi um dos assuntos mais comentados do dia. No vídeo, gravado na comunidade que carrega em seu nome artístico, o funkeiro carioca surpreendeu o público ao aparecer de salto alto, batom, bolsa e dar um beijo em um homem, o modelo Jonathan Dobal.

 

Se a ideia era promover a diversidade e fazer sucesso entre o público LGBT, o cantor falhou. A repercussão do lançamento tem sido bem negativa nas redes sociais, especialmente entre esse público, que acusa Nego do Borel de hipocrisia e oportunismo. Tudo porque o artista é visto como apoiador do deputado Jair Bolsonaro, com quem já apareceu em fotos e interagiu positivamente no Instagram.

 

Vários internautas, ligados ou não à causa LGBT, criticaram a atitude do cantor. “Eu passo seis horas fora da internet e o Nego do Borel, eleitor do Bolsonaro, resolve lançar clipe com beijo gay atrás do pink money é?”, escreveu o jornalista William de Lucca, um dos principais ativistas do movimento no Twitter. “Quero julgar ngm nao mas… o nego do borel demonstrou apoio ao Bolsonaro e dps ficou com medo, fez video beijando outro homem e teve um carro ‘roubado’! Eu não sei vcs mas tudo isso me parece ser fake pra tentar limpar a imagem dele”, escreveu outro usuário, lembrando do assalto que o dono do hit Você partiu meu coração sofreu domingo, recuperando sua BMW ontem.

 

Confira outras reações no Twitter:

 

No Instagram, a estrela postou um vídeo exclusivo da cena do beijo. Nos comentários, além da reprovação por tentar se aproveitar da causa gay, ele também foi atacado com comentários homofóbicos e também houve quem elogiasse.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *