A  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a importação, o uso e venda do insumo farmacêutico ativo valsartana, fabricado pelas empresas Zhejiang Tianyu Pharmaceutical Co. Ltd, da China, e Hetero Labs Limited, da Índia.

Essa substância é usada na fabricação de medicamentos para tratar hipertensão arterial. A medida considerou o comunicado de inspeção conduzida pelo European Directorate for the Quality of Medicines & HealthCare – EDQM, nas empresas.

A inspeção identificou deficiências ligadas à presença da impureza tóxica N-nitrosodimetilamina (NDMA), o que é classificado como elevado risco sanitário para a saúde pública.

As N-nitrosaminas são compostos que podem ter efeitos cancerígenos. Atualmente, elas estão presentes em diversos produtos como alimentos, bebidas, medicamentos, cigarros e outros.

A Anvisa não divulgou quais medicamentos ou fabricantes estariam fazendo uso do produto suspenso.

No entanto, foi determinada a suspensão da fabricação, manipulação, distribuição, comercialização e uso de medicamentos e outros produtos que contenham a valtarsana importada fabricada pelas empresas citadas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *