Alunos do Curso de Formação de Praças podem perder chance de ingressar na PM

| radio sampaio


Os alunos do Curso de Formação de Praças da Polícia Militar de Alagoas foram pegos de surpresa nesta segunda-feira, 10, após serem informados que 78 alunos podem ser impedidos de participar da formatura e, consequentemente, de se tornarem soldados.

Isso porque a Polícia de Alagoas estabelece como limite máximo para ingresso na corporação, a idade de 30 anos, contada a partir da conclusão do curso. O agravante é que os mais de 70 alunos que podem ter a “incorporação anulada” participaram de todas as etapas do curso, durante oito meses e foram considerados aptos.

A decisão, anunciada hoje, deve ser publicada na edição desta terça-feira, 11, do Boletim Geral Ostensivo da PM. Mas a assessoria de comunicação informou, por meio de nota, que está solicitando nova análise do caso. Confira nota na íntegra:

“A Polícia Militar de Alagoas vem informar que, em virtude das notícias publicadas nos veículos de comunicação referentes à anulação da incorporação de servidores militares, está solicitando uma nova análise do caso para o Gabinete Civil do Estado.

Os policiais que excederam o limite máximo de idade para o ingresso na corporação, seguirão matriculados nos Cursos de Formação de Oficiais e no Curso de Formação de Praças até que uma decisão seja oficializada.”

O grupo prejudicado no processo seletivo está buscando esclarecer o caso junto ao Governo do Estado. Eles fazem parte dos 200 integrantes da reserva técnica da PM, referente ao concurso realizado em 2012.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: