O delegado Regional de Delmiro Gouveia, Rodrigo Rocha Cavalcanti, informou, na tarde desta terça-feira (10), que Antônio Carlos da Silva Santos, 21 anos, que mutilou a própria esposa, arrancando parte do lábio dela, será indiciado por lesão corporal.

O inquérito policial sobre o caso será concluído nos próximos dias.

“Ele será indiciado por lesão corporal, combinado com a Lei Maria da Penha, mas só saberei o tipo, se leve ou grave, quando receber o resultado do exame de corpo de delito da vítima. Ele volta a ser preso se praticar outro crime ou descumprir as medidas cautelares estipuladas pela Justiça”, afirma o delegado.

Antônio Carlos, o Dadá, chegou a ser preso em flagrante pela Polícia Civil, mas acabou liberado pelo juiz plantonista Vinícius Garcia. “Semana passada teve outro caso em Delmiro. Um homem deu surra na esposa que foi parar na UTI”, lembra o delegado Rodrigo Cavalcanti.

No último domingo (8), a esposa de Antônio Carlos – que já tinha passagem pela polícia – voltava de uma festa e, quando chegou em casa, foi agredida pelo marido. Após a denúncia, policiais foram até a residência do casal e prenderem o homem em flagrante, mas horas depois ele foi solto por determinação do juiz plantonista.

O acusado de agressão disse aos policiais que se fosse solto mataria a mulher.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *